• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Doctoral Thesis
DOI
10.11606/T.48.2008.tde-16062008-103840
Document
Author
Full name
Silvana Aparecida de Souza
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2008
Supervisor
Committee
Paro, Vitor Henrique (President)
Antunes, Ricardo Luiz Coltro
Beisiegel, Celso de Rui
Gonçalves, Maria Dativa de Salles
Mendes, Valdelaine da Rosa
Title in Portuguese
Educação, trabalho voluntário e responsabilidade social da empresa: "amigos da escola" e outras formas de participação.
Keywords in Portuguese
Amigos da escola
Educação
Responsabilidade social da empresa
Trabalho voluntário
Abstract in Portuguese
Trata-se de pesquisa na qual se procura as intersecções entre educação, trabalho voluntário e Responsabilidade Social da Empresa (RSE), no momento histórico atual da sociedade capitalista, concernente ao que se convencionou chamar "acumulação flexível". O projeto "Amigos da Escola", implementado pela Rede Globo de Televisão, é o maior projeto de RSE em educação no Brasil e incentiva o desenvolvimento de trabalho voluntário em escolas públicas. A análise demonstra que as modificações havidas nas últimas décadas no formato do trabalho voluntário na área social estão relacionadas com o conjunto de ações paliativas, desenvolvidas na vigência da sociedade capitalista, para atenuar a crise social provocada pelo desemprego estrutural, conjugado com o fato dos direitos sociais estarem sendo reduzidos ao mínimo possível e repassados para a responsabilidade individual. Além disso, as atividades de responsabilidade social melhoram a imagem da empresa que as desenvolvem e de seus produtos e, portanto, se traduzem em aumento de lucros. Com base na teoria do valor de Karl Marx, partindo do conceito de trabalho em geral como atividade potencialmente emancipadora e do trabalho na sociedade capitalista como atividade necessariamente estranhada e involuntária, e, considerando que atualmente, para compor o perfil da "empregabilidade" passou a ser necessário o desenvolvimento pelo trabalhador de atividades voluntárias de cunho social, conclui-se que o trabalho voluntário ligado às ações de RSE torna-se involuntário, forçado, e compõe o conjunto de atribuições e condições das relações de venda da força individual de trabalho na sociedade capitalista, pois aumenta a possibilidade da realização monetária da mais-valia na circulação, diante da concorrência. A educação é a área majoritariamente escolhida para o desenvolvimento das ações de RSE pelo fato de que propicia o distanciamento da perspectiva assistencialista, que possui um tom pejorativo e a aproximação da perspectiva da sustentabilidade social, que tem grande aceitabilidade. A pesquisa de campo, qualitativa, na forma de estudo de caso e de inspiração etnográfica, foi realizada em duas escolas públicas estaduais cadastradas no projeto "Amigos da Escola" e demonstrou: que a maior parte do trabalho voluntário individual é descontínuo e por isso em nada contribui para o desenvolvimento das atividades na escola; que há uma rejeição unânime em relação ao projeto da Rede Globo dentre os entrevistados, que não percebem qualquer melhoria ou mudança na escola após ter sido cadastrada; que, apesar da negação do projeto da Rede Globo, a natureza da participação dos voluntários na escola é idêntica à que é apresentada no material que o projeto envia a todas as escolas cadastradas, na qual a participação não está relacionada com processos de democratização da gestão e sim com a execução de tarefas previamente definidas; que as empresas escolhem escolas que atendem os grupos sociais mais carentes em termos econômicos para desenvolver suas ações de Responsabilidade Social, pois é onde a tensão social é mais latente; que, se o projeto "Amigos da Escola" oferece alguma vantagem, o é para a Rede Globo, que projeta para si uma imagem de empresa que investe em atividades sociais.
Title in English
Education, volunteer work and enterprise social responsibility: "amigos da escola" and other forms of participation.
Keywords in English
Amigos da escola
Education
Enterprise social responsibility
Volunteer work
Abstract in English
The thesis deals with a research that looks for the intersections among education, volunteer work and Enterprise Social Responsibility (ESR), in the current historical moment of the capitalist society, concerning what started being called "flexible accumulation". The "Amigos da Escola" project, implemented by Rede Globo de Televisão, is the biggest ESR project in education in Brazil and encourages the development of volunteer work in public schools. The analysis demonstrates that the modifications that happened in the last decades in the volunteer work format in the social field are related to a set of palliative actions, developed during the term of capitalist society, to attenuate the social crisis caused by the structural unemployment, together with the social rights being reduced to the minimum possible and redirected to individual responsibility. Moreover, the social responsibility activities improve the image of the enterprises which develop them, as well as their products and, therefore, are translated in an increase of profit. Based on the worth theory of Karl Marx, leaving from the concept of work in general as a potentially emancipating activity and the concept of work in the capitalist society as a necessarily inherent and involuntary activity, and, considering that nowadays, to make the "employability" profile it became necessary the development of volunteer social activities by the worker, it's possible to conclude that the volunteer work linked to ESR actions becomes involuntary, forced, when it constitutes the group of assignments and conditions of the individual work strength selling relationships in the capitalist society, for it increases the possibility of monetary fulfillment of value-added in circulation, before competition. The education is the major field chosen for the development of ESR actions due to the fact that it propitiates a detachment of the assisting perspective, which has a pejorative tone and the approach to the perspective of social sustainability, which has great acceptability. The field research, qualitative, in the form of case study and ethnographic inspiration, was done in two state public schools registered in the "Amigos da Escola" project and showed: that most of the individual volunteer work is not continuous, and therefore contributes in nothing to the development of the schools activities; that there is a unanimous rejection towards the project from Rede Globo among the interviewees, who don't notice any improvement or change in the school after it was registered; that, despite the denial of the project from Rede Globo, the participation nature of the volunteers in the school is identical to the one that is presented in the material that the project sends to all the registered schools, in which the participation is not related to the democratization of management processes, but to the execution of previously determined tasks; that the enterprises choose schools that serve the most lacking social groups, in economical terms, to develop their Social Responsibility actions, for it's where the social tension is more latent; that, if the "Amigos da Escola" project offers any advantage, it is for Rede Globo, which projects for itself an image of a company that invests in social activities.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Comeco.pdf (19.68 Kbytes)
Tese.pdf (867.32 Kbytes)
Publishing Date
2008-07-10
 
WARNING: The material described below relates to works resulting from this thesis or dissertation. The contents of these works are the author's responsibility.
  • SOUZA, Silvana, e VIEIRA, maria. Educação e responsabilidade empresarial: : “novas” modalidades de atuação da esfera privada na oferta educacional. Revista Educação & Sociedade [online], 2009, vol. 30, n. 108, p. 779-798. [acesso 2012-04-02]. Disponível em : <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302009000300008&lng=pt&nrm=iso>
  • SOUZA, Silvana. Trabalho voluntário e responsabilidade social da empresa: : novas formas de exploração da força de trabalho e de extração da mais-valia. Revista Novos Temas, 2011, n. 3, p. 47 -63.
  • SOUZA, SILVANA. Trabalho voluntário e educação: reflexões sobre formas renovadas de exploração da força de trabalho contratada. In 32ª Reunião anual da Anped [online], Caxambu, 2009. [acesso 2012-04-02]. Disponível em : <http://www.anped.org.br/reunioes/32ra/arquivos/trabalhos/GT09-5382--Int.pdf>
  • SOUZA, silvana. Trabalho voluntário e responsabilidade social da empresa: novas formas de exploração da força de trabalho e de exploração da mais-valia. In 6.º Colóquio Internacional Marx e Engels, Campinas, 2009.
  • . . In theresa adrião; vera peroni. Público e privado na educação: : novos elementos para o debate. Organizador. São Paulo : Xamã, 2008.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
Centro de Informática de São Carlos
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2022. All rights reserved.