• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.2018.tde-25042018-152715
Documento
Autor
Nome completo
Guilherme Jose Rampazzo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Yamamoto, Jorge Kazuo (Presidente)
Chieregati, Ana Carolina
Landim, Paulo Milton Barbosa
Rocha, Marcelo Monteiro da
Título em português
Determinação do teor médio e da incerteza em depósitos fosfáticos estratiformes no sul do Estado do Mato Grosso
Palavras-chave em português
Acumulação
Geoestatística
Incerteza
Variáveis de Serviço
Resumo em português
A avaliação de recursos minerais em depósitos estratiformes que possuem dimensões horizon-tais relativamente muito maiores que na direção vertical pode acarretar em algumas dificulda-des durante os procedimentos de interpolação e estimativas, podendo inclusive necessitar da utilização de sub-blocos. Tal fato pode ser ainda mais agravado se na geometria do depósito ocorrer regiões com grande variabilidade de espessura, falhas ou dobramentos, fazendo com que eventos deposicionais de idades diferentes sejam postos muito próximos e que, conse-quentemente, esses dados sejam correlacionados durante as estimativas de pontos não amos-trados. Uma maneira de se minimizar esse efeito em depósitos minerais de grandes extensões e relativa pequena espessura é utilizando métodos indiretos de avaliação através de variáveis de serviço, como a Acumulação (Acc) e a Espessura Mineralizada (T), onde o Teor Médio (G) é obtido pela razão destas variáveis (Acc/T). Entretanto, uma lacuna matemática é identi-ficada quando Dowd & Milton (1987) afirmam que esta razão se trata somente de uma apro-ximação, pois não leva em consideração as incertezas associadas às variáveis de serviço, e Journel & Huijbregts (1978) quando demonstram a dificuldade em se calcular a incerteza lo-cal associada a uma razão de duas variáveis. Yamamoto et al. (2017) ao identificarem essa lacuna desenvolveram equações capazes de se calcular em valores provenientes da razão de duas variáveis considerando suas incertezas, que neste caso se trata do teor médio dos blocos estimados, além da variância ou incerteza local associada às estimativas, aplicando o fator esperança matemática à função ( ) , e expandindo-a até segunda ordem pela Série de Taylor. Os objetivos propostos por esta Dissertação foram fundamentados nestas lacunas matemáticas e no teste desta nova metodologia de avaliação indireta de depósitos minerais estratiformes utilizando pioneiramente dados reais provenientes de um projeto de pesquisa em fosfato de titularidade da BEMISA - Brasil Exploração Mineral S.A. no Estado do Mato Gro-so. Para o desenvolvimento deste trabalho utilizaram das diversas ferramentas estatísticas e geoestatísticas, a partir das quais foi possível comtemplar recursos fosfáticos de aproximada-mente sete milhões de toneladas a um teor médio de 3,21% de P2O5, considerando um teor de corte 1,8%.
Título em inglês
Determination of mean grade and uncertainty in stratiform phosphatic deposits in southern Mato Grosso State
Palavras-chave em inglês
Accumulation
Geostatistics
Service variables
Uncertainty
Resumo em inglês
The evaluation of mineral resources in stratiform deposits that have horizontal dimensions much larger than vertical dimension can lead to some difficulties during interpolation and estimations procedures, and may even require the use of sub-blocks. This fact can be further aggravated if regions of great variability of thickness, thrusts or folding occur in the deposi-tion geometry, causing depositional events of different ages to be placed very close and con-sequently, these data are correlated during the estimates of not sampled points. One way to minimize this effect in mineral deposits with relatively small thickness is using indirect meth-ods of evaluation through service variables, such as Accumulation (Acc) and Mineralized Thickness (T), where the Average (G) is obtained by the ratio of these variables (Acc / T). However, a mathematical gap is identified when Dowd & Milton (1987) argue that this ratio is only an approximation because it doesn't take into account the uncertainties associated at with service variables, and Journel & Huijbregts (1978) when they demonstrate the difficulty in calculate the local uncertainty associated with two-variable ratio. When Yamamoto et al. (2017) identified this gap, they developed equations capable of calculating values from the ratio of two variables considering their uncertainties, which in this case is the average of esti-mated blocks, in addition to the local variance or uncertainty associated with the estimates, applying the Mathematical Expectation factor to the function f (x, y) = X / Y, and expanding it to second order by the Taylor Series. The objectives proposed by this Dissertation were based on these mathematical gaps and the test of this new methodology of indirect evaluation of stratiform mineral deposits using a real data from a phosphate research project owned by BEMISA - Brasil Exploração Mineral SA in the State of Mato Grosso. For the development of this work, a number of statistical and geostatistical tools were used, in which it was possi-ble to contemplate phosphatic deposits of approximately 7 million tons at an average 3.21% P2O5 content, considering a cut-off of 1,8%.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-04-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.