• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2007.tde-17082011-161708
Documento
Autor
Nome completo
Raphaela Barroso Guedes Granzotti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Takayanagui, Osvaldo Massaiti (Presidente)
Fukuda, Marisa Tomoe Hebihara
Vilanova, Luiz Celso Pereira
Título em português
Estudo dos aspectos fonológicos e lexicais da linguagem em crianças de 03 a 07 anos de idade portadoras do HIV
Palavras-chave em português
Criança
Fala
HIV
Linguagem
Vocabulário
Resumo em português
O objetivo desse trabalho foi verificar a competência lexical e a presença de distúrbios fonológicos na linguagem de crianças portadoras do vírus da imunodeficiência humana (HIV). A população estudada foi composta por 31 crianças com idades entre três anos e sete anos e onze meses, de ambos os sexos. Para a avaliação foi utilizado o ABFW Teste de Linguagem Infantil nas áreas de fonologia e vocabulário. Na avaliação do vocabulário 100% das crianças apresentaram resposta inadequada para a idade em pelo menos dois campos conceituais distintos e na avaliação fonológica 67,7% das crianças avaliadas fizeram uso de algum processo cuja idade prevista para a eliminação do uso produtivo já ultrapassaram, portanto, considerados como portadores de distúrbio fonológico. Além disso, as crianças que apresentaram maior comprometimento da linguagem foram aquelas em estado mais avançado da doença. Este trabalho nos mostrou que o grupo estudado é de alto risco para alterações de linguagem e que o acompanhamento fonoaudiólogico freqüente é fundamental para identificar as alterações precocemente e aumentar as possibilidades de superação das mesmas.
Título em inglês
Study of the phonologic and lexical aspects of the language in children from 03 to 07 years old affected by human deficiency virus infection
Palavras-chave em inglês
Children
HIV
Language
Speech
Vocabulary
Resumo em inglês
The aim of this study was to assess the lexical proficiency and the incidence of phonologic disorders in the language of children carriers of the Human Immunodeficiency Virus. The studied population was made up of 31 children with the ages between three years old and seven years and eleven months old, of both gender. For evaluation purposes the Test of Infantile Language - ABFW was applied in the areas of phonology and vocabulary. In the vocabulary evaluation 100% of the children presented inappropriate response for their age in at least two distinct conceptual fields. In the phonologic evaluation 67,7% of the assessed children were considered as being affected by some phonologic disorder. Furthermore the children who presented greater language impairment were the ones who were in a more advanced stage of the disease. This research has shown that the studied group presents a high risk for language disorders and that constant phonoaudiologic follow-up is essential to identify the alterations in a early stage thus increasing the possibilities of overcoming the disturbances.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.