• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Livre Docencia
DOI
10.11606/T.10.2010.tde-26112010-105228
Documento
Autor
Nome completo
Marcia Dalastra Laurenti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Banca examinadora
Larsson, Carlos Eduardo (Presidente)
Alessi, Antonio Carlos
Bechara, Gervasio Henrique
Corbett, Carlos Eduardo Pereira
Dias, José Luiz Catão
Título em português
Patologia e patogenia das leishmanioses.
Palavras-chave em português
Leishmania
Leishmaniose cutânea
Leishmaniose visceral
patogenia
Patologia.
Resumo em português
Esta tese é apresentada como uma compilação de trabalhos publicados oriundos de projetos de pesquisa que foram desenvolvidos ao longo de minha vida acadêmica, na área de patogenia e patologia das leishmanioses. Os dados a seguir referem-se a resultados obtidos dentro da minha principal linha de pesquisa, acima referida, assim como de colaborações que vêm sendo estabelecidas ao longo desta jornada. Em relação ao hospedeiro, elementos da imunidade inata como o sistema complemento mostrou ter um papel importante na disseminação de L. (L.) chagasi para vísceras, embora pareça ser um fator limitante para o estabelecimento da infecção por L. (L.) amazonensis. Mediadores inflamatórios, como a fosfolipase A2, e fatores de crescimento, como o insulin growth factor-I, favorecem o crescimento de parasitos, interferindo no desenvolvimento do processo inflamatório desencadeado pela inoculação de Leishmania. Em relação às células que participam da imunidade inata, os neutrófilos foram capazes de fagocitar e destruir parasitos, as células Natural Killer de controlar o parasitismo por citotoxicidade e os macrógafos, dependendo de prévia opsonização do complemento, favorecem a sobrevivência e multiplicação dos parasitos. Os estudos referentes à imunidade específica nos mostraram que hospedeiros resistentes têm as células TCD4+ tipo Th1 preferencialmente ativadas, favorecendo o controle da infecção, enquanto nos hospedeiros suscetíveis a ativação preferencial é de células TCD4+ Th2, favorecendo a progressão da doença. Em relação ao parasito, espécies e cepas mais virulentas no homem mostraram ser capazes também de determinar patologias mais graves em modelos experimentais, direcionando a resposta do hospedeiro para o pólo de suscetibilidade. Em relação ao vetor, a saliva inoculada no processo de transmissão do parasito, mostrou ser um facilitador do estabelecimento da infecção, em maior ou menor intensidade, na dependência da sua origem, se proveniente de vetor colonizado em laboratório ou de campo. Os resultados obtidos nos nossos estudos tanto experimentais quanto em humanos apontam que fatores inerentes ao hospedeiro, ao parasito e ao vetor podem interferir na patogenia e patologia das leishmanioses e, desta forma, na expressão clínica da doença, determinando um amplo espectro de manifestações clínicas e imunológicas que pode variar desde a forma cutânea localizada, disseminada borderline, anérgica difusa, mucosa ou mucocutânea até a forma visceral.
Título em inglês
Pathology and pathogenesis of leishmaniasis.
Palavras-chave em inglês
Cutaneous leishmaniasis
Leishmania
Pathogenesis.
Pathology
Visceral leishmaniasis
Resumo em inglês
This thesis is presented as a compilation of published reports originated from research projects developed throughout my academic life in the area of pathogenesis and pathology of leishmaniases. The following data refer to the results obtained in my main research line, cited above, as well as from collaborations that I have been establishing along this journey. Concerning to the host, elements of the innate immunity as complement system show an important role in the dissemination of L. (L.) chagasi, although it seems to be a limiting factor for the establishment of L. (L.) amazonensis infection. Inflammatory mediators, as phospholipase A2, and growth factors, as insulin growth factor-I favor the parasite growth, interfering on the development of inflammatory process caused by Leishmania sp. inoculation. Concerning to the cells involved in innate immunity, neutrophils are able to phagocyte and destroy parasites, Natural Killer cells of controlling the parasitism by cytotoxicity and the macrophages favor the parasite survival and multiplication, depending of previous complement opsonization. Studies regarding the specific immunity showed that resistant hosts have the TCD4+ Th1 cells preferentially activated, favoring the control of the infection, while in the susceptible hosts the preferential activation is the TCD4+ Th2 cells, favoring the progression of the disease. In relation to the parasite, species and strains that are more virulent in humans showed to be capable of also determine more severe pathologies in experimental models, leading the host response to the susceptibility pole. In addition, sand fly saliva inoculated in the transmission process of the parasite showed to be a facilitating factor in the establishment of the infection, in higher or lower intensity, according with the source, if originated from laboratory colonized vector or from sand fly captured in the field. The results obtained in our experimental and humans studies point out that factors inherent to the host, to the parasite and vectors can interfere in the pathogenesis and pathology of leishmaniasis, and, consequently, in the clinical expression of the disease, determining a wide spectrum of clinical and immunological manifestations that can range from the localized cutaneous, borderline disseminated, anergic diffuse, mucosal or mucocutaneous forms until the visceral form.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-11-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.