• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.8.2020.tde-27022020-153017
Documento
Autor
Nome completo
Sávio Augusto Lopes da Silva Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Cevasco, Maria Elisa Burgos Pereira da Silva (Presidente)
Kruger, Patricia de Almeida
Parreira, Marcelo Pen
Vilaço, Fabiana de Lacerda
Título em português
Dropout Boogie: A forma narrativa do Pós-Guerra em J. D. Salinger e Jack Kerouac
Palavras-chave em português
Crítica literária
Estudos de cultura
Literatura estadunidense
On The Road
The Catcher in the Rye
Resumo em português
Analisando os romances The Catcher in the Rye e On The Road, dos escritores estadunidenses J. D. Salinger e Jack Kerouac, objetiva-se perceber o que constitui a forma desses romances, ambos publicados no momento histórico pós-Segunda Guerra Mundial. Acredita-se que o dropout, um tipo específico e rebelde de abandono de responsabilidades, seja o constituinte formal de ambos os romances. Para provar essa tese, pretende-se partir da leitura cerrada de trechos e analisá-los a partir da ótica materialista. Percebe-se que a forma oscilante - como o boogie do Jazz - desses romances se dá devido às constantes substituições dos espaços que seus narradores Holden Caulfield e Sal Paradise idealizam, os lugares em que estes esperam se encaixar. Os seus desejos são substituídos por novas desilusões, à medida em que as suas jornadas de dropout se desenvolvem. A indústria cultural no pós-Guerra oferece poucas oportunidades que interessam aos narradores, que buscam em formas de cultura periféricas o senso de pertencimento e os estímulos que estes jovens não encontram na cultura hegemônica - essa coexistência também será analisada nesse estudo. Tratam-se de jornadas em que diferentes esferas da cultura se chocam no momento de formação de suas individualidades, determinando o posicionamento ideológico dos jovens diante das contradições de seu tempo. O resultado formal das tensões entre o abandono e a permanência leva à incapacidade de ação e transformação da realidade, ao perceberem que mudanças substanciais não são vias plausíveis em suas realidades burguesas. Os cenários ideais, em que eles se sentiriam membros ativos de suas comunidades, não são sequer concebíveis em suas imaginações, um tipo de alienação próprio de seu tempo histórico.
Título em inglês
Dropout Boogie: The Postwar form in J. D. Salinger and Jack Kerouac
Palavras-chave em inglês
Cultural studies
Literary criticism
North-american literature
On The Road
The Catcher in the Rye
Resumo em inglês
Analyzing the novels The Catcher in the Rye and On The Road, by U.S. writers J. D. Salinger and Jack Kerouac, it is aimed to perceive what constitutes the form of these novels, both published in post-Second World War historic moment. It is believed that the dropout, a specific and rebellious abandonment of responsibilities, could be the formal constituent of both novels. To prove this thesis, it is intended to start from close reading of excerpts and analyze them from a materialist perspective. It is perceived that the swinging from - as a Jazz boogie - of these novels is given by the recurring substitution of enclaves idealized by narrator Holden Caulfield and Sal Paradise, place where they hope to belong. Their desires are then replaced by new delusions, as their dropout journeys develop themselves. The Post War cultural industry offers few opportunities that interest the narrators, who seek in periferic cultural forms the belonging sense and stimulus which these youngsters can't fing on hegemonic culture - this dialectic will also be analyzed in this study. These are journeys in which different spheres of culture collide during the formation of their individualities, determining the ideological position of there young men facing the contradictions of their time. The formal result of these tensions between abandonment and permanence leads to the incapacity of action and transformation of reality, as they perceive that substantial change isn't a plausible pathway of their bourgeois reality. The ideal scenarios, where they would feel like active members of their communities, aren't even conceivable on their imaginations, a kind of alienation typical of their historical period.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-02-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.