• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.8.2021.tde-09112021-213855
Documento
Autor
Nome completo
Hadassa Franca Maciel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Lopes, Ivã Carlos (Presidente)
Barros, Mariana Luz Pessoa de
Campos, Norma Discini de
Martins, Geraldo Vicente
Título em português
As isotopias metapoéticas em João Cabral de Melo Neto
Palavras-chave em português
Isotopia
João Cabral de Nelo Neto
Metapoesia
Resumo em português
Ao longo da antologia poética de João Cabral de Melo Neto, a presença de metapoemas é recorrente e exprime uma ênfase na reflexão acerca dos elementos do universo lírico (o poeta, a poesia e o fazer poético) e um trato cuidadoso dos conteúdos poéticos, explicados pelo próprio poeta cabralino, e dos quais se pode recolher certas isotopias que, nos metapoemas, conduzem o leitor a um entendimento de quais características poéticas são disfóricas e devem ser transformadas ou descartadas e quais são eufóricas, e por isso buscada e cultivadas, quais os modos de operar com esse fazer poético visado, as competências envolvidas no processo e algumas qualidades inerentes ao poeta, à poesia pretendida e ao fazer poético regrado. Essas isotopias, decompostas em traços sêmicos, dão a direcionalidade dos conteúdos tensivos dos metapoemas cabralinos e seus modos de circulação enquanto valores, demonstrando a pressuposição de uma série de competências poéticas aplicadas e procuradas, e que, aqui, são exemplificadas por intermédio da análise semiótica de sete poemas cabralinos: Antiode, O Ferrageiro de Carmona, O Funcionário, Catar Feijão, Catecismo de Berceo, Retrato de Escritor e Díptico.
Título em inglês
The Isotopic Metapoetry in João Cabral de Melo Neto
Palavras-chave em inglês
Isotopy
João Cabral de Nelo Neto
Metapoetry
Resumo em inglês
Throughout the poetic anthology of João Cabral de Melo Neto, metapoetry is recurrent and express an emphasis and reflection on the elements of the lyrical universe (the poet, the poem and poetry) and a careful treatment of the poetic contents, explained by the poet, and whose base give material to collect certain isotopies that, in metapoetry, lead the reader to an understanding of which poetic characteristics are dysphoric and must be transformed or discarded and which are euphoric, and therefore sought and cultivated, which are the ways of operating this targeted poetic making, the competencies involved in the process and some qualities inherent to the poet, in order to achieve the intended poetry and to fulfill certain poetic rules. These isotopies, translated by semic traces, give the directionality of the tense contents of the metapoetry of João Cabral de Melo Neto and their modes of circulation as values, demonstrating the presupposition of a series of poetic competences applied and pursued, are exemplified by the semiotic analysis of seven poems: Antiode, O Ferrageiro de Carmona, O Funcionário, Catar Feijão, Catecismo de Berceo. Retrato de Escritor and Díptico.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-11-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.