• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.25.2021.tde-25112021-115622
Documento
Autor
Nome completo
Thales Lippi Ciantelli
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2021
Orientador
Banca examinadora
Henriques, Jose Fernando Castanha (Presidente)
Carreira, Daniela Gamba Garib
Patel, Mayara Paim
Pedrin, Renata Rodrigues de Almeida
Título em inglês
Comparison of direct skeletally anchorage distalization and two premolar extractions for Class II treatment
Palavras-chave em inglês
Angle Class II
Imageamento tridimensional
Imaging
Má Oclusão de Angle Classe II, Procedimentos de ancoragem ortodôntica
Malocclusion
Orthodontic anchorage procedures.
Three-dimensional
Resumo em inglês
Introduction: to compare the dentoskeletal and soft-tissue effects of Class II malocclusion treatment using two different protocols: maxillary premolar extractions and skeletally anchored molar distalization using the Miniscrew-Anchored Distalizer with lateral radiographs and digitized models. Material and Methods: The sample comprised 35 patients with Class II malocclusion divided into two groups: Group 1 consisted of 15 patients treated with the Miniscrew-Anchored Distalizer (MAD), followed by fixed appliances. Group 2 consisted of 20 patients treated with maxillary first premolar extractions (XP2). Lateral radiographs were digitized with the ScanMaker i800 and analyzed with the Dolphin Imaging 11.9 software. The plaster models were digitized with the scanner 3Shape R700 and the digitized models were analyzed with the software OrthoAnalyzer. The intergroups treatment changes were compared with t-tests or Mann-Whitney tests, depending on normality. Results: The MAD group presented significantly greater intrusion of maxillary incisors, maxillary molar distalization and distal rotation, mandibular incisors labial tipping and mandibular molars mesialization. The XP2 group showed significantly maxillary molar mesial movement, greater reduction in the intermolar distance, arc perimeter, and arc length. Conclusion: Both protocols effectively treated Class II malocclusion promoting dentoalveolar changes. The MAD produced more mandibular incisor's labial tipping and accentuated molar distal rotation. The XP2 protocol promotes significantly greater reduction of the transversal arch dimensions.
Título em inglês
Comparison of direct skeletally anchorage distalization and two premolar extractions for Class II treatment
Palavras-chave em inglês
Angle Class II
Imageamento tridimensional
Imaging
Má Oclusão de Angle Classe II, Procedimentos de ancoragem ortodôntica
Malocclusion
Orthodontic anchorage procedures.
Three-dimensional
Resumo em inglês
Introdução: comparar os efeitos dentoesqueléticos e de tecidos moles do tratamento da má oclusão de Classe II utilizando dois diferentes protocolos: extrações de prémolares superiores e distalização de molares com ancoragem esquelética direta com o Miniscrew-Anchored Distalizer a partir de radiografias laterais e modelos digitalizados. Material e Métodos: A amostra foi composta por 35 pacientes com má oclusão de Classe II divididos em dois grupos: Grupo 1 composto por 15 pacientes tratados com o Miniscrew-Anchored Distalizer (MAD), seguido de aparelhos fixos. O Grupo 2 consistiu de 20 pacientes tratados com extrações de primeiros pré-molares superiores (XP2). As radiografias laterais foram digitalizadas com o ScanMaker i800 e analisadas com o software Dolphin Imaging 11.9. Os modelos de gesso foram digitalizados com o scanner 3Shape R700 e os modelos digitalizados foram analisados com o software OrthoAnalyzer. As mudanças de tratamento intergrupos foram comparadas com testes t ou testes de Mann-Whitney, dependendo da normalidade. Resultados: O grupo MAD apresentou intrusão significativamente maior dos incisivos superiores, distalização e rotação dos molares superiores, inclinação labial dos incisivos inferiors e mesialização dos molares inferiores. O grupo XP2 apresentou significativamente movimento mesial dos molares superiores, maior redução na distância intermolar, perímetro do arco e comprimento do arco. Conclusão: Ambos os protocolos trataram efetivamente a má oclusão de Classe II, promovendo alterações dentoalveolares. A MAD produziu mais inclinação labial dos incisivos inferiores e rotação distal acentuada do molar superior. O protocolo XP2 promove redução significante das dimensões do arco dentário.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2023-11-25
Data de Publicação
2021-11-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.