• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Livre Docencia
DOI
10.11606/T.5.2009.tde-04032009-085454
Documento
Autor
Nome completo
Marcos Francisco Dall'Oglio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Banca examinadora
Srougi, Miguel (Presidente)
Barata, Henrique Sarmento
D'Ancona, Carlos Arturo Levi
Figueiredo, Luiz Francisco Poli de
Sampaio, Francisco Jose Barcellos
Título em português
Estudo de genes diferencialmente expressos no carcinoma de células claras do rim pela técnica de microarray.
Palavras-chave em português
Análise de microsséries
Biologia Molecular
Carcinoma de células renais
Expressão gênica
Metástase neoplásica
Prognóstico
Rim
Resumo em português
A determinação do prognóstico dos pacientes portadores de carcinoma de células renais (CCR) após o diagnóstico e o tratamento tem se apoiado na análise dos fatores anatomopatológicos clássicos, com estudos incipientes recentes sobre o papel das alterações genômicas nesse sentido. Um dos obstáculos em relação ao emprego destes últimos parâmetros como fator de prognóstico relacionava-se com a dificuldade de se caracterizar ao mesmo tempo o conjunto de genes, dezenas ou centenas, envolvidos com a oncogênese e agressividade de cada tipo de neoplasia. A introdução e possibilidade de se avaliar concomitantemente milhares de genes através da técnica de microarray contornou esse obstáculo e serviu de estímulo para o desenvolvimento do presente estudo. Nosso objetivo é avaliar a expressão de 55.000 genes, utilizando a plataforma CodeLink (GE) em pacientes com carcinoma de células renais do tipo células claras , tentando identificar determinantes genéticos relacionados ao processo de carcinogênese e metastatização desta neoplasia. MÉTODO: O RNA isolado a partir do tumor de 19 pacientes portadores de CCR do tipo células claras foi obtidos dos espécimes cirúrgicos e hibridizado em plataforma de microarray contendo 55.000 probes de seqüências humanas (CodeLink – GE). Os diferentes perfis gênicos foram categorizados em três grupos funcionais, de acordo com características anatomopatológicas das doenças: casos favoráveis, casos desfavoráveis, casos metastáticos e comparados com um conjunto de tecido renal normal. Todas as condições tumorais foram comparadas com os dados de expressão dos indivíduos normais e todas as condições tumorais foram comparadas entre si, gerando os seguintes pareamentos 1) Normal vs favorável; 2) Normal vs desfavorável; 3) Normal vs metastático; 4) Favorável vs Desfavorável; 5) Favorável vs metastático; 6) Desfavorável vs metastático. RESULTADOS: Para análise, selecionamos em cada grupo de comparação os 50 genes com maior nível de superexpressão e subexpressão. Tentando compreender o mecanismo de progressão até o processo de metastatização selecionamos 11 genes que apresentaram incremento de expressão e nove que demonstraram diminuição de expressão partindo do favorável até o grupo de tumores metastáticos. Entre os genes superexpressos estão os genes codificadores de heat shock 70kDa protein 1A, heat shock 70kDa protein 1B e Interleucina 8, proteínas envolvidas na estabilização do fator induzido pela hipóxia 1 (HIF-1), indução da angiogênese e proliferação celular. CONCLUSÕES: Nosso estudo descreve genes diferencialmente expressos no carcinoma de células claras do rim, com ênfase naqueles relacionados ao processo de metastatização. Demonstramos um incremento da expressão de genes desde os tumores considerados favoráveis até os desfavoráveis, sendo os mais importantes a heat shock 70kDa protein 1A, heat shock 70kDa protein 1B e Interleucina 8, proteínas intimamente relacionadas ao processo de carcinogênese dos carcinoma de células claras do rim. Podemos assim sugerir que essas proteínas sejam consideradas quando do desenvolvimento de novas terapias alvo destas neoplasias.
Título em inglês
Study of gene expression profiles in patients with renal cell carcinoma through the microarray technique.
Palavras-chave em inglês
Carcinoma - renal cell
Gene expression
Kidney
Microarray analysis
Molecular biology
Neoplasm metastasis
Prognosis
Resumo em inglês
The determination of prognosis in patients with renal cell carcinoma (RCC) after diagnosis and treatment is based on analysis of the classic pathological factors, with only initial studies analyzing the genomic alterations in these patients. One of the drawbacks related to the use of molecular markers as prognostic factors was related to the difficulty in analyzing at the same time a group of genes involved with oncogenesis and aggressiveness of each type of tumor. The microarray technique brought the possibility to analyze simultaneously thousands of genes, thus overcoming this obstacle and encouraging the present study. We analyzed the expression of 55.000 genes in the tissue of patients with clear cell RCC and tried to define genes involved with the process of carcinogenesis and metastasization of the disease. METHODS: The RNA extracted from the tumors of 19 patients with clear cell RCC was obtained from surgical specimens and hybridized in a microarray platform with 55.000 human sequences probes (CodeLink – GE). The different gene profiles were categorized into three functional groups according to the pathological characteristics of the disease: favorable cases, unfavorable cases and metastatic cases. These groups were compared to a group of normal renal tissue. All tumoral conditions were compared to the gene expression data of normal subjects and they were also compared to each other, resulting in the following pairs: 1) normal vs. favorable cases; 2) normal vs. unfavorable cases; 3) normal vs. metastatic cases; 4) favorable cases vs. unfavorable cases; 5) favorable cases vs. metastatic cases; 6) unfavorable vs. metastatic cases. RESULTS: For analysis we selected the 50 genes with the greatest level of over-expression and under-expression. Trying to understand the progression mechanism until metastasization we selected 11 genes that presented an increased expression and 9 genes that presented a decreased expression starting from the favorable to the metastática group. Among the over-expressed genes we found the gene that encodes for the heat shock 70kDa protein 1A, heat shock 70kDa protein 1B and interleukin 8, proteins involved in the stabilization of the hypoxic induced factor 1 (HIF-1), angiogenesis induction and cellular proliferation. CONCLUSIONS: The present study describes genes that are differently expressed in clear cell RCC, with emphasis on the genes related to the metastasization process. We demonstrated an increase of gene expression from favorable tumors toward the unfavorable cases, with the heat shock 70kDa protein 1A, heat shock 70kDa protein 1B and interleukin 8 being the most important genes. These proteins are closely related to the carcinogenesis process of clear cell RCC. Thus we suggest that these proteins should be considered in the studies aiming the development of new target cell therapies for clear cell RCC.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MarcosDalloglio.pdf (796.81 Kbytes)
Data de Publicação
2009-03-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.