• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Livre Docencia
Documento
Autor
Nome completo
Ligia Assumpcao Amaral
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1998
Banca examinadora
Mello, Sylvia Leser de (Presidente)
Masini, Elcie Apparecida Fortes Salzano
Mazzotta, Marcos Jose da Silveira
Pacheco, Elza Dias
Patto, Maria Helena Souza
Título em português
Deficiência, vida e arte
Palavras-chave em português
arte
deficiência
Resumo em português
O conteúdo do presente trabalho, que teve como objetivo geral mapear atividades realizadas pela candidata e esboçar reflexões críticas sobre elas, com vistas à obtenção do título de Livre-Docente, está dividido em duas partes. A primeira, denominada COMPARTILHA DO VIVÊNCIAS, COM FRAGMENTOS DE UM PERCURSO, a partir da utilização de procedimento metodológico introspectivo e também baseado em documentos, consiste no relato de situações de sua história pessoal/profissional, situações estas dispostas em tomo de alguns momentos e/ou temas principais que receberam, precedidos por uma pequena introdução chamada de "Alinhavando primeiras idéias", os seguintes títulos: "Deficiência e vida profissional: uma intersecção em linhas pontilhadas", "Um pontilhado mais vigoroso", "Vida profissional e deficiência: uma intersecção não mais pontilhada", "Pensando e partilhando idéias", "O universo da pesquisa" e "Finalizando o mapeamento". Em cada um deles foram apresentados, de forma imbricada, fatos e pensamentos relativos a intersecções, ora entre deficiência e vida pessoal, ora entre esta e vida profissional, ora entre a última e deficiência. A segunda, denominada COMPARTILHANDO UMA VIAGEM/PESQUISA ou O relato de "A (in)expressão da deficiência: revisitando Anita Malfatti e Frida Kahlo", consta de dois capítulos "formais", mediados por um "informal''. No primeiro é traçada a trajetória até chegar ao objetivo do estudo, que é então enunciado: investigar como teria perpassado a obra de artistas plásticas sua própria condição de deficiência. Nesse momento é enfatizado que não se pretende traçar um "perfil" do artista deficiente e, sim, encontrar dados significativos que permitam inferências sobre as formas de apropriação da deficiência e sua eventual presença nas produções. Na seqüência são apresentados, à guisa de metodologia, os passos realizados para sua consecução: I) Levantamentobibliográficos e leitura de obras que: articulassem Psicologia e Arte; contemplassem o panorama histórico-cultural dos períodos de produção de Anita e Frida; se debruçassem sobre as artistas em pauta; tivessem sido por elas escritas. 2) Localização de filmes sobre Frida Kahlo e assistência a eles. 3) Familiarização com as obras de ambas, através de visitas a museus e contato com reproduções. 4) Entrevistas com um artista plástico contemporâneo e com as sobrinhas de Anita Malfatti. 5) Articulação entre os elementos conseguidos nos passos/momentos anteriores. O segundo capítulo, acima denominado de '•informal", que corresponderia tradicionalmente à apresentação dos dados, é constituído pelo roteiro de uma peça intitulada "Um encontro entre Anita Malfatti (Estrangeira de si-mesma?) e Frida Kahlo (Personagem de si-mesma?)" que focaliza hipotética com•ivência casual entre as duas protagonistas e os diálogos que travam entre si e uma narradora. - O terceiro e último capítulo apresenta uma proposta de análise e interpretação de alguns aspectos das produções de ambas à luz do contexto cultural em que viveram e das repercussões psicológicas da condição de deficiência em suas vidas. Os aspectos culturais são enfoc dos basicamente de um prisma histórico e os psicológicos através da lente da psicanálise. Coerentemente coin sua proposta de não se constituir como um estudo "comparativo" e fechado, a pesquisa não apresenta "Conclusões", mas à guisa delas é enfatizada a diversidade das apropriações e dos desdobramentos da deficiência na vida dessas mulheres/artistas, sublinhando-se, assim, o aspecto da singularidade humana.
Título em inglês
não possui
Palavras-chave em inglês
não possui
Resumo em inglês
não pssui
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-12-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.