• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Livre Docencia
DOI
10.11606/T.44.2016.tde-24062016-160651
Documento
Autor
Nome completo
Gilberto Amaral
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1974
Título em português
Geologia pre-cambriana da região amazônica
Palavras-chave em português
Amazônia
Geologia
Resumo em português
Iniciado em 1967, como um reconhecimento geocronológico do embasamento das Bacias Sedimentares do Amazonas e Parnaíba, este trabalho evoluiu até sua presente forma, cuso objetivo é apresentar uma síntese da geologia Pré-Cambriana da região Amazônica. Essa evolução foi motivada pelo fato de ser praticamente impossível a interpretação dos valores geocronológicos obtidos, sem uma adequada fundamentação geológica. Passou então o autor a coletar informações geológicas em todas as fontes possíveis, tais como na literatura aberta, em relatórios internos da PETROBRAS, DNPM, SUDAM e CPRM, e, principalmente, através de contatos pessoais com geólogos que trabalharam na região. Em princípios de 1971, os dados até então coligidos foram lançados em um mapa base em escala 1:5.000.00. Com exceção de algumas áreas ao sul do Pará, Rondônia e extremo norte de Roraima, não foi possível integrar aqueles dados de maneira adequada para o esclarecimento das relações estratigráficas entre as diversas unidades litológicas. Como pesquisador colaborador do Instituto de Pesquisas Espacias (INPE), o autor teve acesso, já em fins de 1971, às imagens de radar de visada lateral, obtidas pelo Projeto RADAM em meados do mesmo ano. Nessa mesma época, o autor foi indicado pelo INPE para ser investigador principal no programa ERTS (Earth Resources Technology Satellite) iniciado em meados de 1972 pela NASA. Dessa época, até fins de 1973, o autor ocupou-se da interpretação das imagens multi-espectrais do satélite ERTS-1 e das imagens de radar do projeto RADAM, com vistas a elaborar um mapa geológico do Pré-Cambriano da Amazônia. De posse desse mapa e dos dados obtidos na fase anterior dos trabalhos, tornou-se possível o estabelecimento de um esquema da geologia Pré-Cambriana da região, e a elaboração de ideias sobre sua evolução tectônica. O autor teve oportunidade de desenvolver trabalhos de campo em Roraima, no início de 1972, e no vale do Tocantins, durante os meses de outubro e novembro do mesmo ano, ao coordenar a parte de geologia e recursos minerais do Plano de Desenvolvimento Integrado do Vale do Tocantins (SUDAM/HIDROSERVICE, 1973). A presente comunicação foi elaborada com o propósito fundamental de servir como ponto de referência para os projetos de mapeamento geológico e de prospecção mineral que ora se desenvolvem na regição. Como objetivos secundários, este trabalho pretende trazer uma contribuição para o melhor conhecimento da evolução tectônica da Plataforma Sul-Americana (ALMEIDA, 1971) e apresentar uma proposta de metodologia para mapeamento de grandes áreas em curto prazo.
Título em inglês
Not available
Palavras-chave em inglês
Not available
Resumo em inglês
Not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-07-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.