• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.99.2015.tde-11092015-100330
Documento
Autor
Nome completo
Priscilla Duarte Marques Fonseca
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Paula, Fabiana Martins de (Presidente)
Ekman, Luciana Regina Meireles Jaguaribe
Pinto, Pedro Luiz Silva
Título em português
Diagnóstico molecular da infecção por Strongyloides venezuelensis pela detecção específica de DNA em amostras de ratos experimentalmente infectados
Palavras-chave em português
ELISA
Estrongiloidiase
Parasitologia - Diagnóstico
Reação em Cadeia da Polimerase
Resumo em português
Strongyloides venezuelensis é um parasita intestinal de ratos frequentemente utilizado como modelo para o estudo da estrongiloidíase humana e animal. O objetivo deste estudo foi comparar os métodos parasitológicos, sorológico e molecular no diagnóstico da infecção experimental por S. venezuelensis em ratos (Rattus norvegicus). Amostras de fezes e soro foram colhidas e analisadas até o 60º dia pós-infecção (d.p.i.). Os métodos parasitológicos (contagem de ovos por gramas de fezes e cultura em carvão) foram positivos do 5º ao 45º d.p.i. Utilizando o teste sorológico (imunoenzimático, ELISA), os níveis séricos de anticorpos IgG aumentaram até o 28º d.p.i., e posteriormente reduziram até o 60º d.p.i. A reação em cadeia da polimerase (PCR) detectou DNA específico de S. venezuelensis nas amostras de fezes do 5º até 21º d.p.i. e do 2º até o 8º d.p.i. nas amostras de soro. Conclui-se que a detecção de DNA de S. venezuelensis, a partir de amostras de soro, é uma ferramenta diagnóstica promissora. Portanto, o presente estudo apresenta uma importante contribuição na melhoria do diagnóstico da estrongiloidíase experimental.
Título em inglês
Molecular diagnosis of Strongyloides venezuelensis infection by DNA specific detection in samples of experimentally infected mice
Palavras-chave em inglês
ELISA
Parasitology - Diagnosis
Polymerase Chain Reaction
Strongyloidiasis
Resumo em inglês
Strongyloides venezuelensis is an intestinal parasite of rats frequently used as a model for studying animal and human strongyloidiasis. The aim of this study was to evaluate the parasitological, serological and molecular methods for the diagnosis of experimental S. venezuelensis in rats (Rattus norvegicus). Stool and serum samples were collected and analyzed up to 60 days post-infection (d.p.i.). The parasitological methods (eggs per gram of feces and charcoal culture) were positive from 5 to 45 d.p.i. Using an enzyme linked immunosorbent assay (ELISA) serum levels of IgG antibodies increased up to 28 d.p.i. and thereafter decreasing by 60 d.p.i. Polymerase chain reaction (PCR) assays detected S. venezuelensis DNA in stool samples of rats from 5 to 21 d.p.i. and in serum samples from 2 to 8 d.p.i. In conclusion, detection of S. venezuelensis DNA from serum samples is a promising diagnostic tool. The present study presents an important contribution to improve the diagnosis of experimental strongyloidiasis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-09-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.