• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.96.2008.tde-28042009-110359
Documento
Autor
Nome completo
Paula Carolina Ciampaglia Nardi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Nakao, Sílvio Hiroshi (Presidente)
Paulo, Edilson
Valle, Mauricio Ribeiro do
Título em português
Gerenciamento de resultados contábeis e a relação com o custo da dívida das empresas brasileiras de capital aberto
Palavras-chave em português
Accruals discricionários
Custo da dívida
Gerenciamento de resultados
Resumo em português
Sob a teoria de agência e o contexto de gerenciamento de resultados, o objetivo do trabalho foi estudar a relação entre o gerenciamento de resultados (GR) e o custo da dívida (Ki) das empresas brasileiras de capital aberto, no período de 1996 a 2007. Para isso, foram levantadas duas hipóteses de pesquisa quanto à possível relação entre GR e Ki: H1- as variáveis são inter-relacionadas; e H2- a relação é unidirecional, em que o Ki é influenciado positivamente pelo GR. Os pressupostos levantados, por meio da literatura existente, para a formulação da primeira hipótese são de que, almejando melhores condições contratuais, como o custo da dívida, o custo atual ou passado motiva a empresa a gerenciar o resultado corrente para obter melhores condições de custo futuro ou corrente. Dessa forma, as empresas, intencionalmente, procurariam gerenciar seus resultados, motivadas pelo custo da dívida. Todavia, há suporte teórico para que a relação entre essas variáveis seja unidirecional, com o gerenciamento de resultados influenciando o custo da dívida, sustentando a segunda hipótese. Um por exemplo disso é o gerenciamento de resultados, que é percebido como fator de assimetria de informação pelos credores, os quais, ao identificarem o gerenciamento, exigirão um prêmio maior pelo risco da falta de informação, elevando o custo da dívida das empresas. Assim, para testar as hipóteses do trabalho, a proxy de GR foi definida com o uso do modelo para cálculo dos accruals discricionários proposto por Kang e Sivaramakrishnan (1995) e a variável representativa do custo da dívida foi a relação entre a despesa financeira e o passivo oneroso total. A análise inicial foi feita utilizando-se o índice de correlação de Spearman e análise de média, por meio do teste não-paramétrico U de Mann-Whitney. Em seguida, utilizou-se o teste de especificação de Hausman para análise de simultaneidade, seguido da análise de regressão com dados dispostos em painel com correção de Newey-West, correção por cluster - ambas nas situações em que havia heterocedasticidade e correlação serial-, e estimador MQ2E. Os testes de correlação e de média apontaram para uma relação positiva entre GR e Ki, mas o teste de simultaneidade não indicou haver inter-relação entre as variáveis. Os resultados das regressões em painel indicaram que o Ki, atual ou passado, não influencia o GR, mas apontam para uma relação positiva, em que quanto maior o gerenciamento de resultados, maior o custo da dívida, ou seja, este é influenciado por aquele. Desse modo, os resultados permitem rejeitar a hipótese 1, mas confirmam a segunda hipótese. A princípio, tais resultados indicam que não há uma inter-relação entre GR e Ki e que as empresas não gerenciam com a intenção de impactar no custo da dívida, mas que o gerenciamento de resultados pode ter outras motivações para as empresas brasileiras. Todavia pode ser percebido pelos credores como maneira de reduzir a transparência das demonstrações contábeis, levando-os a cobrar maiores taxas de empresas com gerenciamento de resultados, gerando maior custo da dívida para as companhias.
Título em inglês
Earnings management and relationship with cost of debt of the brazilian publicly-traded companies
Palavras-chave em inglês
Cost of debt
Discretionary accruals
Earnings management
Resumo em inglês
Under the theory of agency and the context of earnings management, the objective of this research was to study the relationship between the earnings management (EM) and the cost of debt (Ki) of Brazilian open-capital companies, from 1996 to 2007. For this, two hypotheses of research have been raised as to the possible relationship between GR and Ki: H1: the variables are interrelated and H2: the relation is unidirectional where Ki is influenced positively by the GR. The hypothesis raised, by means of existing literature, to elaborate the first hypothesis are that, longing for better contractual conditions, such as the cost of the debt, the current or past costs motivate the company to manage the current result to get better conditions for future or current costs. Therefore, the companies, intentionally, would manage their results, motivated by the cost of debt. However, there is theoretical support that relations between these variables are unidirectional, with the earnings management influencing the cost of debt, supporting the second hypothesis. For example, the earnings management is perceived as a factor of asymmetric information by the creditors, who will demand a bigger prize for the risk regarding the lack of information, which raises the cost of debt of the companies. Thus, to test the hypotheses of this research, the proxy of GR was defined with the use of the model for calculation of discretionary accruals considered by Kang and Sivaramakrishnan (1995) and the representative variable of the cost of debt was the relationship between the financial expense and the total financial liability. The initial analysis was made using the index of correlation of Spearman and analysis of average, by means of non-parametric test U of Mann-Whitney. After that the test of specification of Hausman was used, for analysis of simultaneity, followed by the analysis of regression with data disposed on panel corrected by Newey-West, correction by cluster - both under the condition where there were heteroskedasticity and serial correlation, and estimator MQ2E. The average and correlation tests pointed out a positive relation between GR and Ki, but the concurrence test did not indicate to have interrelation between the variables. The results of the regressions in the panel indicated that the Ki, current or past, does not influence the GR, but point a positive relationship, where the bigger the earnings management, greater is the cost of debt, that is, this is influenced by management. Then, the results allow rejecting the first hypothesis, confirming the second hypothesis. Such results indicate that there is not an interrelation between GR and Ki and that the companies do not manage with the intention of impacting the cost of the debt, but that the earnings management can have other motivations for the Brazilian companies, however it can be perceived, by the creditors, as a way to reduce the transparency of the accounting demonstrations, leading to charge greater fees from companies with earnings management, generating bigger cost of debt for the companies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PaulaCarolinaCNardi.pdf (505.66 Kbytes)
Data de Publicação
2009-04-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.