• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.96.2019.tde-27112018-144552
Documento
Autor
Nome completo
Bruno José Canassa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Pagliarussi, Marcelo Sanches (Presidente)
Bressan, Valéria Gama Fully
Ende, Marta Von
Moreira, Vilmar Rodrigues
Título em português
Entrincheiramento gerencial e criação de valor nas cooperativas de crédito brasileiras
Palavras-chave em português
Cooperativas de crédito ; Criação de valor ; Entrincheiramento gerencial ; Governança corporativa
Resumo em português
O entrincheiramento gerencial se caracteriza pela redução dos direitos dos proprietários de qualquer organização, que passam a ter gestores fortalecidos e protegidos. Embora pesquisas apontem o entrincheiramento como redutor do valor nas empresas de capital aberto, teoricamente as cooperativas de crédito possuem características que tornam divergentes os possíveis efeitos do entrincheiramento gerencial sobre a criação de valor, ao potencializar problemas de agência ou originar relações de stewardship. Entretanto, pouco se sabe sobre esta relação nas cooperativas, sem haver investigação empírica sobre esta associação. Dentro deste contexto, este trabalho investigou o entrincheiramento gerencial nas cooperativas de crédito brasileiras e sua associação à criação de valor. Utilizando dados encontrados nos estatutos sociais vigentes no ano de 2016, foi desenvolvido um índice de entrincheiramento baseado em previsões sobre dualidade, manutenção no cargo, trocas de conselheiros e limites contra candidaturas rivais, com a associação ao valor testada por técnicas de mínimos quadrados ordinários e em dois estágios. As estimações realizadas apontaram uma associação negativa entre o índice de entrincheiramento e a criação de valor, realçada pelo uso de mínimos quadrados em dois estágios, que persistiu em análises envolvendo amostras específicas de cooperativas, à exceção da amostra composta por cooperativas de livre admissão. Os resultados alinham o caso das cooperativas de crédito ao das empresas de capital aberto, o que pode implicar em uma similaridade entre estas formas organizacionais, apesar de teoricamente serem apresentadas como distintas.
Título em inglês
Managerial entrenchment and value creation in Brazilian credit unions
Palavras-chave em inglês
Corporate governance ; Credit unions ; Managerial entrenchment ; Value creation
Resumo em inglês
The managerial entrenchment is characterized by the reduction of the ownership rights in any organization, which have their managers strengthened and protected. Although prior research points out the entrenchment as a reducer of value in investor-oriented firms, credit unions theoretically have characteristics that make divergent the possible effects of managerial entrenchment on the value creation, by potentiating agency problems or leading to stewardship relationships. However, there is little knowledge about this relationship in cooperatives, without any empirical research on this association. Therefore, this work investigated the managerial entrenchment in Brazilian credit unions and their association with value creation. Using data found in the credit unions' bylaws in force in 2016, an entrenchment index based on provisions of duality, possibility of prolonged tenure, board members' exchanges and limits against rival applications was developed, with the association with value tested by ordinary and two-stage least squares techniques. The estimation showed a negative association between the entrenchment index and the value creation, highlighted by the use of two-stage least squares, which persisted in analyzes involving specific samples of credit unions with the exception of the sample composed by free entry credit unions. The results align the case of credit unions with that of investor-oriented firms, which may imply a similarity between these organizational forms, although they are theoretically presented as distinct.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.