• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.96.2018.tde-25012018-101832
Documento
Autor
Nome completo
Maria Angélica Oliveira Luqueze
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Porto, Geciâne Silveira (Presidente)
Balestrin, Alsones
Costa, Priscila Rezende da
Galina, Simone Vasconcelos Ribeiro
Giglio, Ernesto Michelangelo
Ribeiro, Evandro Marcos Saidel
Título em português
A inovação aberta nas empresas do Índice NASDAQ-100: um estudo das redes de cooperação formadas a partir das patentes
Palavras-chave em português
Índice NASDAQ-100
Inovação aberta
Redes de cooperação
Resumo em português
A inovação apresenta-se, primordialmente, nas indústrias intensivas em tecnologia que, nos últimos anos, criaram redes globais de parceiros para melhorar o alcance e a gama de seus produtos, serviços e tecnologias. Em virtude de o conceito de inovação estar intimamente ligado à tecnologia, o presente trabalho toma por base o ambiente de negociações de ações na maior bolsa de valores do mundo das empresas de tecnologia, a NASDAQ. Por ser a representação das maiores companhias na bolsa, o Índice NASDAQ-100 constitui o universo da pesquisa que buscou estudar as empresas quanto ao grau de inovação aberta por meio da construção e análise das redes de cooperação. Em vista disso, apresenta-se um estudo sobre essas empresas denominadas de alta tecnologia para o período 1995-2014 analisando suas patentes protegidas em parcerias com o objetivo de classificá-las em uma matriz de inovação aberta, bem como, mapear a configuração e abrangência das suas redes de cooperação. Além disso, propicia discussão sobre a evolução dos investimentos em P&D e as áreas tecnológicas priorizadas pelas empresas. Por abordar extenso horizonte de 20 anos e adotar como paradigma o vínculo dos agentes nos pedidos de patentes, as análises permitiram o diagnóstico dos diversos padrões de comportamento no tocante às redes de cooperação para inovação dentre as empresas. Fundamentalmente, como resultantes das estratégias particulares e específicas adotadas por cada companhia, as redes de cooperação são distintas, entretanto, as principais métricas das redes são convergentes quanto ao grau de inovação aberta. Além disso, os resultados indicam que as áreas tecnológicas de interesse das empresas da amostra pesquisada estão mais concentradas na tecnologia proprietária, o que reforça a postura em manter investimentos em P&D na sua principal área de atuação. Assim, as parcerias são firmadas no sentido de intensificar o domínio tecnológico, na busca das complementaridades necessárias.
Título em inglês
Open Innovation in NASDAQ-100 Index firms: a study of cooperation networks formed from patents
Palavras-chave em inglês
Cooperation networks
NASDAQ-100 index
Open innovation
Resumo em inglês
Innovation is primarily present in intensive technology industries, which, in recent years, have created global networks of partners to improve the scope and range of products, services and technologies. Because the concept of innovation is closely linked to technology, this study is based on the environment of trading of shares in the largest stock exchange in the world of technology companies, NASDAQ. Being the representation of the largest companies in the stock exchange, the NASDAQ-100 Index represents the universe of this research that focused on studying the companies according to the degree of open innovation by means of constructing and analyzing cooperation networks. In view of this, we present a study of the so called high-tech companies for the 1995-2014 period by analyzing the patents protected under partnerships in order to classify the firms into an open innovation matrix and map the configuration and scope of their cooperation networks. In addition, it presents discussions on the evolution of investments in R&D and the technological areas prioritized by companies. Addressing an extensive horizon of 20 years and adopting the relationship of the agents in patent applications as a paradigm, the analysis brought the diagnosis of the various behavioral patterns with regards to cooperation networks for innovation among these companies. Fundamentally, as a result of particular and specific strategies adopted by each company, cooperation networks are distinct, however, the key metrics of networks are converging towards the degree of open innovation. Moreover, the results indicate that technological areas of interest of the surveyed sample are more focused on proprietary technology, which reinforces the stance in maintaining investments in R&D in the main area of expertise. Thus, partnerships are signed to intensify the technological field and seek the necessary complementarities.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-02-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.