• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.96.2015.tde-14082015-111053
Documento
Autor
Nome completo
André Ribeiro Cardoso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Lucinda, Claudio Ribeiro de (Presidente)
Huse, Cristian
Santos, Daniel Domingues dos
Título em português
Estudo da disposição a pagar por eficiência energética: o caso dos refrigeradores no Brasil
Palavras-chave em português
Demanda de Eletrodomésticos
Eficiência Energética
Modelos de Demanda Mixed Logit
Resumo em português
O presente trabalho pretende estudar a disposição a pagar do consumidor brasileiro por produtos com maior eficiência energética. Entender o quanto o consumidor está disposto a pagar por um ganho de eficiência pode contribuir na elaboração de políticas públicas para o setor elétrico, e na criação de incentivos à indústria para produção e investimentos neste tipo de tecnologia. O trabalho utiliza-se de uma pesquisa de campo sobre posse de equipamentos e hábitos de uso, realizada pela Eletrobrás/Procel em 2005. A metodologia empregada segue a linha de trabalhos já realizados em outros países, a exemplo dos estudos realizados por Dubin e McFadden (1984) e Sammer e Wüstenhagen (2006). Os resultados encontrados apontam para uma subestimação dos consumidores quanto à avaliação da economia proporcionada por produtos mais eficientes. Sendo assim, abre-se espaço para campanhas de conscientização e valorização dessas tecnologias ou incentivos monetários para consumo dos mesmos.
Título em inglês
Willigness to Pay for more Efficient Energy-Saver Household Appliances: the Case of Refrigerators in Brazil
Palavras-chave em inglês
Appliance Demand
Energetic Efficiency
Mixed Logit Demand Models
Resumo em inglês
The focus of this research is to investigate the Brazilian consumer's willingness to pay for products with more energy efficiency. Measuring how much the consumer is willing to pay could provide us with good insights that may help in discussing politics regarding the electric sector, plus it may guide politics in taking actions and decisions on incentives in order to promote this kind of more efficient technological products. This investigation is based on a field research regarding the possess of appliances and their uses, consisting of 4310 household questionnaires. The methodology applied follows previous work on this field and similar studies made for other countries. Examples are Dubin e McFadden (1984) for space and water heating in the USA and Sammer e Wüstenhagen (2006) for washing machines in the Switzerland. The results make clear an underestimation of the monetary economy due to the use of more efficient products. Therefore, there's an opportunity for the government to motivate and promote this kind of technology, either through advertising for and awareness of the general population, or through subsides to the industry to produce more efficient products or monetary incentives for the their purchases.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-10-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.