• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.93.2018.tde-05122018-093516
Documento
Autor
Nome completo
Natália Alves de Toledo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Monteiro, Katia Canton (Presidente)
Davino, Glaucia Eneida
Held, Maria Silvia Barros de
Marques Filho, Adair
Oliveira, Alecsandra Matias de
Título em português
Nós de desacelaração na cidade de São Paulo: espaços de lentidão em tempos de velocidade
Palavras-chave em português
Arte Contemporânea Brasil
Cidades
Espaço (Estética)
Fotografia Artística
Tempo (Filosofia)
Resumo em português
O objetivo desta pesquisa é analisar os tempos e os espaços de velocidade na cidade de São Paulo, no que diz respeito aos seus não-lugares. Para documentação da análise a fotografia foi o instrumento utilizado para intermediar o olhar do observador e do observado e a representação estética fica a cargo de impressões traduzidas pela autora pelo abstracionismo. Metodologicamente a observação participante foi escolhida por permitir flexibilidade à pesquisa e pelo aspecto emocional admitido pelo método. Após contato com textos dos autores Hall, Agambem, Giddens, Borriaud, Hardt e Negri, estabeleceram-se as bases de sustentação da pesquisa. Esses autores, além realizarem leituras atentas sobre o momento atual, tratam com profundidade da imbricação do tempo e do espaço no contemporâneo. Milton Santos traz definições que contribuem para entender a diferença entre território e espaço. Certeau elucida a diferença entre espaço e lugar. Augé, com uma lente ainda mais próxima, trata dos lugares e não-lugares. E é sobre os não-lugares onde se debruça a atenção deste estudo. Até o presente momento o resultado que se chega nesta pesquisa é de que, se em tempos anteriores onde o espaço estava diretamente ligado ao tempo havia uma má distribuição do espaço, hoje a distribuição desequilibrada se dá também através do tempo, não proporcionando ao sujeito espaço livre para construção de pensamentos aprofundados sobre o meio e sobre quem se é. As cidades refletem este desequilíbrio. Alguns espaços são disponibilizados na cidade para o descanso, porém, percebe-se que servem para energizar o sujeito para que volte ainda mais rápido a alimentar o sistema.
Título em inglês
Deceleration nodes at City of São Paulo: Backwardness spaces in times of speed
Palavras-chave em inglês
Art Photography
City
Contempory Arts Brazil
Space (Appearance)
Time (Philosophy)
Resumo em inglês
This study objective is to analyze time and spaces backwardness in velocity spaces at Sao Paulo city, regarding the non-places. Photography was the main instrument used for analyzes documentation to intermediate the observer and observed sights, and the appearance representation shall be borne of translated impressions by the author thought the abstractionism. Methodologically the participant observation was chosen due to permit flexibility to the study and for the emotional aspect supported by the method. After the acquaintance to the texts of the author Hall, Agambem, Giddens, Borriaud, Hardt and Negri, the bases for the study were stablished. This authors, in addition to accomplish mindful readings regarding the current moment, treat the depth imbrication of time and space at the contemporary. Milton Santos brings definitions that contributes to understand the different between territory and space. Certeau elucidates the difference between space and zone. Augé in a closer sight, treats places and non-places. The focus of this study is about the non places. Up to the present time the result that is reached in this study is, if in former times, where space was directly connected to time was a misdistribution of space, and today the unbalanced distribution also occurs over time, not providing to the individual free space to construct deep thoughts about the environment and about it who is. Cities reflect this imbalance. Some spaces are available in the city to rest, however, perceives that it serve to energize the subject, to get back even fast to feed the system.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-12-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.