• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.91.2016.tde-28092016-161420
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Costa Coelho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2016
Orientador
Banca examinadora
Couto, Hilton Thadeu Zarate do (Presidente)
Batista, João Luis Ferreira
Verdade, Luciano Martins
Título em português
Combinando informações ambientais e estrutura da paisagem para explicar padrões de biodiversidade: busca por alternativas eficientes para planejamento ambiental
Palavras-chave em português
Escalas
Estado de São Paulo
Indicadores ambientais
Métricas da paisagem
Padrões de biodiversidade
Variáveis ambientais
Resumo em português
A biodiversidade, as interações entre organismos e o meio físico são componentes do Sistema de Suporte da Vida no planeta, mantendo possível a vida do homem na Terra; entretanto, tem-se observado uma crescente e preocupante perda da biodiversidade, principalmente em função da perda de habitat e fragmentação, fogo, exploração excessiva dos recursos naturais e introdução de espécies exóticas e invasoras, entre outros. O Estado de São Paulo abriga dois grandes biomas brasileiros: a Mata Atlântica e o Cerrado, ambos reconhecidos como hotspots de biodiversidade, devido a grande biodiversidade e elevado grau de ameaças a que esses estão submetidos. Neste sentido, esta pesquisa propôs-se verificar a relação entre dados de riqueza de espécies (aves) e preditoras ambientais e de paisagem em diferentes regiões e escalas. Embora o Estado já conte com mapas de áreas prioritárias frutos do Biota/FAPESP de 2008, até o momento o componente de paisagem foi explorado muito superficialmente, da mesma forma que os dados biológicos não foram explorados em sua totalidade. Neste sentido, este projeto busca ir de encontro com as linhas diagnosticadas como necessárias para um maior direcionamento da ciência à conservação da biodiversidade. Foram utilizados dados pré-existentes de registros de aves no Estado de São Paulo (Brasil) compilados do banco de dado do Biota/FAPESP e do Livro vermelho de espécies ameaçadas do Estado de São Paulo. Para a análise dos dados utilizou-se de modelos aditivos generalizados (GAM), AKAIKE e análise de sensibilidade (SRC). Como principais apontamentos conclusivos escala é um fator extremamente importante e deve ser considerado ao buscar a compreensão de padrões biológicos, uma vez que, se ignorado pode resultar em relações não reais, e em decorrência disso uma má prática de conservação. Características da região de estudo, como tipo de bioma, também podem gerar diferentes relações entre variáveis ambientais e biológicas, e não devem ser subestimados; barreiras políticas não respeitam barreiras biológicas, e deve-se entender como isso pode influenciar as respostas obtidas. De todas as preditoras apenas porcentagem de floresta, altitude, precipitação e temperatura pareceram explicar todas as variáveis biológicas analisadas. Por fim, ainda observamos uma má gestão e padronização dos dados que irá ocasionar problemas na utilização e aplicação desses dados. Aqui se percebe que este viés pode ter influenciado na ausência de algumas relações ou na observação de padrões fracos. Apesar de extremante importante trabalhos com agrupamento de informações para buscar entender padrões de biodiversidade estes devem ser padronizados.
Título em inglês
Combining environmental information and landscape structure to explain biodiversity patterns: search for environmental planning efficient alternatives
Palavras-chave em inglês
Biodiversity patterns
Environmental indicators
Environmental variables
Landscape metrics
Scales
State of São Paulo
Resumo em inglês
Biodiversity, the interactions between organisms and the environment are components of the Life Support System on the planet, keeping possible the man's life on the Earth; however, we are witnessing a growth and alarming loss of biodiversity, mainly due to habitat loss and fragmentation, fire, over-exploitation of natural resources and the introduction of exotic and invasive species, among others. The State of São Paulo is home to two major Brazilian biomes, the Atlantic Forest and Cerrado, both recognized as biodiversity hotspots, due to its high biodiversity and high level of threat to which these are subject. In this sense, this research proposed to investigate the relationship between species richness data (birds) and environmental and landscape predictors at different regions and scales. Although the state already counts with priority areas maps product of the Biota/FAPESP project (2008), the landscape component has been explored very superficially in the same way that biological data has not been fully explored. Thus, this project seeks to meet with the lines diagnosed as necessary for further direction of science to the conservation of biodiversity. Preexisting bird records data of the São Paulo's State (Brazil) were compiled from the databases of Biota/FAPESP and of the Red Book of endangered species of the São Paulo's State. For data analysis we used generalized additive models (GAM), Akaike and sensitivity analysis (SRC). The main conclusive notes were that scale is an extremely important factor and should be considered when seeking to understand biological patterns, given that if ignored may result in misleading relationships, and as result a bad conservation practice. Characteristics of the study area, such as biome, can also generate different relationships between environmental and biological variables, and should not be underestimated; political barriers do not respect biological barriers, and we should understand how this can influence the findings. Of all the predictors only forest percentage, altitude, rainfall and temperature seemed to explain all biological variables. Finally, we also observed that poor management and standardization of data will lead to problems in the use and application of such data. This bias may have influenced the absence of some relationships or the observation of weak standards. Despite been extremely important the gathering of information to try understand biodiversity patterns, these information should always be standardized.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-10-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.