• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.91.2008.tde-28072008-154409
Documento
Autor
Nome completo
Rafael José Navas da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2008
Orientador
Banca examinadora
Garavello, Maria Elisa de Paula Eduardo (Presidente)
Gallois, Dominique Tilkin
Marques, Paulo Eduardo Moruzzi
Título em português
Seis décadas de contato: transformações na subsistência xavante
Palavras-chave em português
Antropologia cultural e social
Comunidade indígena
Desenvolvimento sustentável
Ecologia
Mecanização agrícola
Xavante.
Resumo em português
Este trabalho teve como objetivo analisar as transformações ocorridas a partir da introdução da agricultura mecanizada para produção de alimentos em uma comunidade indígena xavante. Buscou também compreender as relações existentes entre a sua cultura e os modos de obtenção de alimentos. A pesquisa desenvolveu-se na aldeia Wede´rã, localizada na Terra indígena Pimentel Barbosa/MT. Foi utilizado o método qualitativo, com entrevistas, observação participante, conversas e desenhos. Pôde-se verificar que com o fim da mobilidade espacial nesta população e a introdução da mecanização para produção de alimentos, iniciada pela FUNAI nas décadas de 70 e 80 e mais recentemente, com o projeto da Associação Cana Rica, o arroz passou a ser base da alimentação xavante, com substituição de produtos tradicionais. Atualmente a agricultura é uma atividade importante para a alimentação xavante, com novas espécies cultivadas e incremento da produção nos quintais, onde são cultivadas frutíferas nativas e exóticas, entre outras. A compra de alimentos industrializados e a merenda escolar também contribuem para a subsistência da comunidade. Com estas novas fontes de alimentos, alterações se fizeram presentes nos papéis de gênero: a coleta não é praticada com freqüência pelas mulheres jovens, deixando de exercer um papel considerado feminino; as mulheres também não são as únicas responsáveis pelo plantio do milho, que hoje é realizado também pelos homens, alterando a imagem que os mais velhos têm sobre elas. A caça ainda é praticada entre os homens, seja com uso de arco e flecha ou com armas de fogo. Também a caça faz parte da vida espiritual xavante e não há outras fontes de proteína disponível, como há para os alimentos vegetais, o que contribui para valorizar o papel masculino. Com o incremento de produtos da agricultura, o equilíbrio alimentar não é alcançado; observa-se alta taxa de anemia na aldeia estudada, atingindo 56,3% no ano de 2006. Como possível causa, observa-se que os cultivos ocorrem nas épocas chuvosas, não sendo possível aproveitar a sazonalidade de produtos, como ocorre na coleta. Entre os esforços para alteração do quadro existente, podem ser citados os projetos da Associação Aliança dos Povos do Roncador e da ONG Nossa Tribo para valorização dos alimentos tradicionais, incluindo o plantio de roça coletiva, tendo como principais produtos o milho e feijão xavantes e ainda a retomada, com mais freqüência, da coleta pelas mulheres. Com isto pode-se observar a necessidade de um rigor maior na aprovação de projetos destinados à população indígena, pois aqueles que não consideram os valores sócio-culturais nas práticas de subsistência, acabam por interferir nas relações entre indivíduos e destes com a natureza, além de provocar problemas de saúde.
Título em inglês
Six decades of contact: xavante's survival transformations
Palavras-chave em inglês
Ethnoecology
Food security

Sustainability.
Resumo em inglês
The aim of this study was analyze the transformations occurred since mechanic agriculture was introduced on food production inside an indigenous community. It looks to understand the current linkage between its culture and the way they obtain food. This study was developed in the Wede´rã village at the indigenous lands of Pimentel Barbosa/MT. The study was based on the qualitative method, using interviews, participant observation, chats and paints. Rice is now the basic food of xavante's diet, supplanting traditional products, consequence of spatial mobility seeking and food production mechanization, stared by FUNAI in the 70´s and 80´s and recently from the project of Cana Rica Association. Nowadays, agriculture is an important activity to xavante's diet, owing new plant species and increasing the orchard production, where are among others, native and exotic fruit trees and vegetable crops. School lunch, provided by government and industrialized food purchase, contributes to the community survival. As a result of these new food sources, alterations in the genre roles came. Young women stopped practicing collection; a role considered feminine, and some activities are shared with men, as the corn crop cultivation, which today is carried out together, changing the image that elders had of women. Hunting is still practiced by men, using arch and arrows or firearms. Hunting belongs to spiritual xavante's life and there isn't another protein source, as there are for vegetables, so, this activity contributes to value men's role. Even though agriculture products increased, the dietary equilibrium is not reached, as shows the high anemia rate of 56.3% in 2006. This could be due to the presence of crops in rainy epochs that hinder taking advantage of the products seasonal times, as occurs in collection periods. Efforts to modify the existing truth are represented by a non-governmental organization (ONG, by its initials in Portuguese) Nossa Tribo, and Aliança dos Povos do Roncador Association, with a project looking to value traditional food, including the collective vegetable gardens and orchards, having as main products, xavante´s corn and beans as well as incentivating women collection practice. Based on the exposed arguments is evident the rigour need when approving projects aimed to indigenous populations, since, those that doesn't consider the socio-cultural values in survival practices interfere in the relationships between individuals and consequently, between them with the environment, causing health troubles.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
rafael.pdf (1,007.36 Kbytes)
Data de Publicação
2008-07-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.