• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.91.2007.tde-08022008-144613
Documento
Autor
Nome completo
Roberto Fusco Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2007
Orientador
Banca examinadora
Couto, Hilton Thadeu Zarate do (Presidente)
Monteiro Filho, Emygdio Leite de Araujo
Verdade, Luciano Martins
Título em português
Levantamento populacional da jaguatirica (Leopardus pardalis), através do uso de armadilhas fotográficas no Parque Estadual Ilha do Cardoso, litoral sul do Estado de São Paulo
Palavras-chave em português
Armadilha
Equipamento fotográfico
Ilha do Cardoso (SP)
Jaguatirica
Mamíferos carnívoros terrestres
Parques Estaduais
Populações animais.
Resumo em português
A jaguatirica (Leopardus pardalis), assim como a maioria dos felídeos neotropicais, é um animal discreto e de difícil observação na natureza. Usando a técnica de armadilhas fotográficas, os objetivos deste estudo foram identificar possíveis variações na taxa de foto-captura e na distância máxima percorrida da jaguatirica entre períodos sazonais e estimar seu tamanho populacional, através do método de captura-recaptura, na porção norte do Parque Estadual Ilha do Cardoso. A área de vida mínima da jaguatirica e o número de foto-capturas de outras espécies de felídeos também foram documentados. Ao longo do ano, foram identificados oito indivíduos (um macho, cinco fêmeas e dois com sexo não identificado). Observou-se um aumento da taxa de foto-captura da jaguatirica e uma maior distância máxima percorrida na estação seca, sugerindo uma maior movimentação e aumento do tamanho da área de vida da jaguatirica neste período, embora estas variações entre os períodos sazonais tenham sido observadas mais para o macho do que para as fêmeas. Durante um período de 45 noites (13 sítios amostrais) foram foto capturados seis indivíduos, resultando numa estimativa de densidade (± erro padrão) de 0,21 (± 0,03) e 0,4 (± 0,05) indivíduos/km² (dependendo do método usado para calcular a área efetiva amostrada) em uma área de floresta na porção norte da ilha. Estes valores estão dentro da faixa de outras estimativas de densidade no continente. A área de vida mínima estimada para indivíduos foto-capturados em pelo menos três sítios de armadilhas fotográficas foi de 10 km² para o macho e variou de 0,2 a 3,5 km² para quatro fêmeas. Com um esforço total de 1475 armadilhas-noite, a jaguatirica teve o maior número de foto-capturas (91), seguido da onça-parda (22) e do gato-do-mato-pequeno (1). Este foi o primeiro trabalho a levantar informações do tamanho populacional da jaguatirica em uma área de Mata Atlântica insular, confirmando também a presença do gato-do-mato-pequeno nesta ilha. Implicações para o monitoramento e conservação da jaguatirica na Ilha do Cardoso foram discutidas.
Título em inglês
Survey population of ocelot (Leopardus pardalis), by camera trapping data in the Cardoso Island State Park, south coast of São Paulo State.
Palavras-chave em inglês
Atlantic Forest
Camera trap
Density.
Felids
Leopardus tigrinus
Resumo em inglês
The ocelot (Leopardus pardalis), as most neotropical felids, is elusive and difficult to observe in the wild. Using camera trapping, the objectives of this study were to identify variations in the photo capture rate and in the maximum distance moved of ocelots between seasons, and to estimate their abundance by capture-recapture method in the northern part of the Cardoso Island State Park. Minimum home range of the ocelot and the number of photographs of other felids were also recorded. I identified eight individuals (one male, five females and two individuals of sex not confirmed). It was observed an increase of the ocelot photo capture rate and the maximum distance moved in the dry season, suggesting an increase in the movement pattern and in home range use in the drier period, although these variations between seasons had been more observed for the male than the females. In a period of 45 nights (13 trap stations), six individuals were identified and the density estimated (± SE) was 0,21 (± 0,03) and 0,4 (± 0,05) ocelots/km² (depending of the method used to calculate the effective survey area). Those values are within the range of density estimates reported for the species in mainland areas. Minimum home ranges of individuals photographed in at least three trap stations was 10 km² for the male and ranged between 0,2 and 3,5 km² for four females. For a total of 1475 traps night, ocelots had the greatest number of photo capture (91), followed by the puma (22), and the little spotted cat (1). This was the first work to collect data of population size of ocelot in an island area of Coastal Atlantic Forest, also confirming the presence of little spotted cat on this island. Implications for the monitoring and conservation of the ocelots in the Cardoso Island were discussed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
fuscoCostaRoberto.pdf (1.38 Mbytes)
Data de Publicação
2008-02-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.