• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.91.2005.tde-07072005-150411
Documento
Autor
Nome completo
Graziela Dotta
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Banca examinadora
Verdade, Luciano Martins (Presidente)
Crawshaw Junior, Peter Gransden
Dalponte, Julio Cesar
Título em português
Diversidade de mamíferos de médio e grande porte em relação à paisagem da Bacia do Rio Passa-Cinco, São Paulo.
Palavras-chave em português
bacia hidrográfica
biodiversidade
comunidades animais
ecossistemas agrícolas
mamíferos
Rio Passa-Cinco
uso do solo
Resumo em português
A bacia do Rio Corumbataí é composta por um mosaico de ambientes, fortemente antropizado, com predominância de pastagens e plantações de cana-deaçúcar, além de florestas plantadas de eucalipto e fragmentos de floresta estacional semidecidual. Esta bacia, principal fonte de abastecimento de água da região metropolitana de Campinas, pode ser considerada como um modelo conveniente para o estudo da conservação da diversidade biológica. Subdivide-se em cinco sub-bacias, sendo que a maior, e que apresenta os maiores fragmentos florestais remanescentes, é a do Rio Passa-Cinco. Para verificar a diversidade e a abundância de espécies de mamíferos de médio e grande porte, bem como a utilização que fazem deste mosaico agroflorestal, foram realizados censos por meio de transectos, buscando-se todos os possíveis tipos de registro - diretos e indiretos - como observação direta, fezes, pegadas, arranhões e carcaças. Entre julho de 2003 e junho de 2004 foram percorridos 284,4 km ao todo, e registradas 25 espécies silvestres nativas e duas exóticas, além de seis espécies domésticas. Na floresta nativa foram registradas 23 espécies, no canavial 20, no eucaliptal 17 e nas áreas de pastagem 12. O estimador não-paramétrico Bootstrap calculou 25 espécies para a floresta nativa, 22 para o canavial, 18 para o eucalipto e 13 para o pasto, indicando que o esforço amostral não foi suficiente para a estabilização da curva de esforço. Os índices de Diversidade (H’ e 1/D), bem como Pielou (J’), mostraram ambientes similares, e o ajuste das curvas de distribuição de espécies ao modelo de séries logarítmicas mostra uma comunidade com uma estrutura composta por poucas espécies abundantes e muitas espécies raras. Quanto à freqüência de ocorrência e à abundância relativa nos quatro ambientes amostrados, as únicas espécies que apresentaram diferenças entre os ambientes foram o cachorro-do-mato (Cerdocyon thous) e a lebre européia (Lepus europaeus), ambas com hábitos generalistas, as duas com maior freqüência no canavial, e a lebre-européia também com maior abundância no canavial. Já em relação à comunidade de mamíferos como um todo, o pasto apareceu como o ambiente com menor riqueza de espécies e com o menor freqüência de ocorrência, enquanto que o canavial obteve a maior freqüência de ocorrência. A análise de correspondência mostrou sete espécies mais relacionadas à floresta nativa, cinco ao eucalipto e nove às áreas abertas (pastagem e canavial). Os resultados obtidos sugerem que a comunidade de mamíferos de médio e grande porte da Bacia do Rio Passa-Cinco é sujeita às modificações ambientais que a região vem sofrendo, e que as espécies de hábitos mais generalistas são as que estão conseguindo se manter com maior facilidade, devido, possivelmente, a seus menores requerimentos de habitat.
Título em inglês
Diversity of medium and large-sized mammals in relation to the landscape attributes in the Passa-Cinco River Basin, São Paulo.
Palavras-chave em inglês
abundance
agroecosystem
community
diversity index
landscape
mammals
species diversity
Resumo em inglês
The Corumbataí river basin is a landscape with great human influence, with the most relevant agroecosystems of São Paulo. It has been used as one of the major water supplies for the metropolitan region of Campinas. This basin is formed by five subbasins, where the Passa-Cinco river basin is the largest, with the most native remaining fragments. This basin could be considered as a convenient model for the study of biodiversity conservation in agroecosystems. In order to evaluate the distribution and abundance of medium and large-sized mammals, 284,4 km of transects were censused from July 2003 to June 2004 in Semideciduous native forest, eucalyptus plantations, sugar-cane plantations and pastures. All possible records were recorded such as direct observation, faeces, tracks, scratches, and carcasses. I found 25 native species and two exotic species, besides six domestic species. On the native forest I recorded 23 species, on sugar cane 20, on eucalypt forest 17, and on the pasture areas 12. The diversity and the evenness index suggested that environments were similar, and the distribution species curve (Log-series model) showed few abundant and a majority of rare species. Crab-eating fox and European hare were the only species with differences among habitats in frequency of occurrence, and European hare was the only one with difference among habitats in relative abundance. The results suggested that this mammalian community has been influenced by the environmental alteration that this region has been suffering, and the current community is basically formed by generalist species what enhanced its adaptation to an anthropogenic landscape. In such conditions, current environmental laws should be enforced in order to improve forest conservation and mitigate the impacts of agriculture, paper industry, and livestock production.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
GrazielaDotta.pdf (1.83 Mbytes)
Data de Publicação
2005-08-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.