• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.91.2011.tde-05112012-103840
Documento
Autor
Nome completo
Laila Caroline Zamboni Fraccaro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2011
Orientador
Banca examinadora
Molina, Silvia Maria Guerra (Presidente)
Guimarães, Solange Terezinha de Lima
Marques, Paulo Eduardo Moruzzi
Título em português
Percepção ambiental e uso de recursos naturais: a população rural de Ipeúna , SP
Palavras-chave em português
Ambiente - Influência humana
Conservação ambiental
Ecologia humana
Ipeúna (SP)
Pequenos produtores rurais
Percepção ambiental
Recursos naturais - Uso
Resumo em português
Estudos que abordam a relação da humanidade com o ambiente no contexto da ecologia humana utilizam referenciais teóricos de diferentes áreas da ciência, com suas abordagens e metodologias específicas. Existem três principais aspectos que a ecologia humana considera para investigar tal relação: cognitivos, comportamentais e de conservação ambiental. Dentre os cognitivos, destaca-se, neste trabalho, o estudo da percepção ambiental. Analisou-se como os conhecimentos relativos aos recursos naturais e as percepções da população humana rural de Ipeúna, relativas ao ambiente, estão interferindo na conservação ambiental local. Ipeúna, localiza-se no interior do estado de São Paulo, na sub-bacia hidrográfica do Rio Passa Cinco, integrante da bacia do Rio Corumbataí, que, por sua vez, integra a do Rio Piracicaba. Em decorrência de atividades agroindustriais e extrativistas, Ipeúna apresenta áreas com significativo impacto ambiental. Para esta população, algumas categorias de percepção, relativas ao ambiente parecem ter desaparecido ou perdido o sentido; para alguns termos ocorreu a substituição de seu significado. Observou-se também a associação de categorias específicas ao problema mais relevante da realidade dos agricultores como a redução da água ou das matas. Ao termo "natureza" associa-se idéias de florestas biodiversas, grandes árvores e rios volumosos e ao termo "ambiente" está ligada a atuação de órgãos governamentais responsáveis pela elaboração e aplicação da legislação ambiental. As propriedades rurais são utilizadas principalmente para o plantio da cana-de-açúcar e para a criação de gado por serem consideradas as atividades mais rentáveis. Esta opção, claramente inserida no contexto agroindustrial de produção, tornou a relação desses produtores com o ambiente mais distante e mediada. Com relação aos recursos naturais da região (fragmentos de mata, os rios e os ribeirões), existe uma preocupação recente com relação à sua conservação, principalmente com o objetivo de atender à legislação ambiental vigente e por temor de multas do poder público. As áreas cultivadas com cana-de-açúcar ou usadas para a criação de gado são amplamente relacionadas ao padrão técnico da agroindústria. Qualquer consideração de conservação está submetida às normas vigentes para a produção agroindustrial no caso da cana-de-açúcar. Para a criação de gado bovino, busca-se o mínimo custo com maior retorno, sendo esta considerada uma "poupança" quando não inserida diretamente no contexto agroindustrial. De outro modo, segundo os pequenos produtores rurais, não é possível manter a pequena propriedade, quanto mais dela auferir algum lucro. Esta não é mais uma atividade capaz de prover o sustento familiar e por isso não há interesse dos mais jovens em aprendê-la e praticála. Os conhecimentos tradicionais relativos, inclusive ao próprio trabalho rural estão se perdendo. As mudanças socioeconômicas têm alterado profundamente a percepção ambiental dos produtores, alterado sua relação com o meio e submetido a conservação ambiental a um ajuste possível, realizado pelos produtores rurais, entre as solicitações da produção para a agroindústria e as medidas de conservação requeridas pela legislação ambiental. Neste processo, o discurso técnico-científico (letrado) substituiu a vivência direta e a tradição (oralidade) na relação com os recursos naturais e na percepção ambiental.
Título em inglês
The environmental perception and natural resources use: the rural population of Ipeúna, SP
Palavras-chave em inglês
Human fitness
Human Ecology
Human-nature relationship
Ipeúna (SP)
Natural resources
Small farmers
Resumo em inglês
Researches that approach the relationship between humans and environment in the context of human ecology has incorporated theoretical frameworks from different sciences, and their specific approaches and methodologies. There are three major aspects that the human ecology considers to investigate this relationship: cognitive, behavioral and environmental conservation. Among the cognitive, stands out in this work, the study of environmental perception. It was analyzed how the knowledge about the natural resources and the environmental perception of the human rural population of Ipeúna, are interfering with local environmental conservation. Ipeúna is in the interior of the State of São Paulo, in the subbasin of the Passa Cinco river, which belongs to Corumbataí river basin, this basin belongs to the Piracicaba river basin. As a result of agribusiness and extractive activities, Ipeúna presents areas with significant environmental impact. For the small farmers from Ipeuna, some categories of perception related to the environment seem to have disappeared or lost their meaning; some terms had their meaning replaced. There was also an association between specific categories to the major problem of these farmers reality such as reduction of the water or woods. The term "nature" is associated with ideas of biodiverse forests, large trees and large rivers, and the term "environment" is associated with governmental agencies responsible for the development and implementation of environmental legislation. The farms are mainly used for planting sugar cane and cattle raising activities because they are considered the most profitable. This option, clearly inserted in the context of agroindustrial production, made the relationship between these farmers and the environment more distant and mediated. Regarding to the region´s natural resources (forest fragments, rivers and streams), there is a recent concern about their conservation mainly in order to meet the current environmental legislation and because of government fines. The areas cultivated with sugar cane or used for cattle rearing are largely related to the technical standard of agro-industry. Any concern about conservation is submitted to the current guidelines for agro-industrial production in the case of sugar cane. The lowest cost with higher return in cattle rearing is sought, and they are considered as "savings" when not directly inserted in the agribusiness' context. According to the small farmers, it's not possible for them to keep small properties, or having profit from them. This is no longer an activity that can provide sustenance for their family and so, young people is not interested in practicing or learning it. The traditional Knowledge related to the rural work is being lost. Socioeconomic changes have deeper changed the producers environmental perception, their relationship with the environment, and submitted the environmental conservation to a feasible adjustment made by farmers between requests from production into the context of agribusiness and conservation measures required by environmental legislation. In this process, the techno-scientific discourse (literacy) has replaced the direct experience and the tradition (orality) in the relation with natural resources and in the environmental perception.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-11-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.