• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.91.2006.tde-04102006-163445
Documento
Autor
Nome completo
Jadson Dezincourt Dias
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2006
Orientador
Banca examinadora
Camargo, Plinio Barbosa de (Presidente)
Cerri, Carlos Eduardo Pellegrino
Piccolo, Marisa de Cassia
Título em português
Fluxo do CO2 proveniente da respiração do solo em áreas de floresta nativa da Amazônia
Palavras-chave em português
Amazônia
ciclo biogeoquímico
floresta
floresta nativa
temperatura do solo
variação sazonal
Resumo em português
O sistema climático global e o ciclo do carbono interagem intensamente, e o CO2 constitui um fator dominante na definição do clima, sendo gerado e consumido pelas plantas e pela atividade de microrganismos em ecossistemas aquáticos, terrestres e na atmosfera. Na atmosfera, esse gás contribui para o efeito estufa. Em um ecossistema de floresta tropical, grande parte da produção de CO2 é proveniente da respiração do solo, e os fluxos de CO2 na interface solo-atmosfera dependem de mudanças nas características físicas, químicas e biológicas na superfície do solo. O objetivo desse estudo foi investigar a variabilidade sazonal dos fluxos de CO2, decorrente da respiração do solo de diferentes florestas nativas da Amazônia, localizadas nos municípios de Sinop (MT), Caxiuanã (PA), Manaus (AM) e Santarém (PA), e determinar os principais parâmetros de correlação dos fluxos de CO2 do solo com a temperatura e umidade. As amostragens foram realizadas durante as estações seca e chuvosa em cada local. Os fluxos de CO2 foram medidos por meio de câmaras dinâmicas, que se baseiam na variação da concentração do gás no interior da câmara em função do tempo e foram calculados utilizando-se de equações lineares. Os valores médios encontrados para as regiões estudadas nas estações seca e chuvosa foram respectivamente: Sinop, 3,03 μmol.CO2 m-2s-1 e 5,76 μmol. CO2 m-2s-1; Caxiuanã, 5,07 μmol.CO2 m-2s-1 e 6,09 μmol.CO2 m-2s-1; Manaus, 5,47 μmol.CO2 m-2s-1 e 5,44 μmol.CO2 m-2s-1 e Santarém, 2,90 μmol.CO2 m-2s-1 e 5,64 μmol.CO2 m-2s-1. Estes resultados demonstraram que houve variação regional e influência da sazonalidade na dinâmica do fluxo de CO2 do solo, sendo que, os maiores fluxos foram obtidos durante o período chuvoso, indicando que a disponibilidade de água e a temperatura do solo foram os principais condicionadores da produção do CO2. Foram coletadas amostras de serapilheira e raízes para estimar o estoque e a influencia sobre os fluxos de CO2 do solo, sendo estas, vias de entrada de nutrientes e principalmente de carbono para o solo. Para todas as regiões os maiores estoques foram encontrados na estação seca.
Título em inglês
CO2 flux from soil respiration in areas of native Amazon forest
Palavras-chave em inglês
Amazon
carbon cycle
soil CO2 flux
soil respiration
Resumo em inglês
Carbon dioxide is an important contributor to the greenhouse effect, and by extension, the global climate system as a whole; it is generated and consumed through the activities of terrestrial and aquatic microorganisms. Tropical forest CO2 fluxes at the soil-atmosphere interface depend on changes in the physical, chemical and biological characteristics of the soil surface. The objective of the present study is to investigate seasonal variability of CO2 fluxes from soil respiration in Amazonian native forest located in the municipalities of Sinop (MT), Caxiuanã (PA), Manaus (AM) e Santarém (PA) and to determine the effects of determining parameters such as temperature and soil moisture. The CO2 fluxes were measured using dynamic chambers during both dry and wet seasons at each site. As the concentration of the gas inside the chamber varies with time, samples were taken at given time intervals and fluxes then calculated using linear regression equations. The average values found for Sinop in the dry and wet seasons were 3.03 and 5.92 μmol.CO2 m-2s-1 respectively; for Caxiuanã, 5.07 μmol.CO2 m-2s-1 and 6.09 μmol.CO2 m-2s-1; for Manaus, 5.47 and 5.44 μmol.CO2 m-2s-1; and for Santarém, 5.64 μmol.CO2 m-2s-1 in the wet season and during the dry season and 6.09 μmol.CO2 m-2s-1. Our results showed that there was a seasonal variation of the CO2 flux. The results also showed that there was an influence of the seasonality in the dynamics of the soil CO2 flux, where the greater fluxes were obtained during the wet season, indicating that water availability and soil temperature were the main factors determining production. Litter samples had been collected and roots esteem the supply and influence it on the CO2 fluxs of in the soil, being these, ways of entrance of nutrients and mainly of carbon for the ground. For all the regions the biggest supplies had been found in the dry station.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
JadsonDias.pdf (1.18 Mbytes)
Data de Publicação
2006-10-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.