• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.9.2002.tde-10032015-105251
Documento
Autor
Nome completo
Aricio Treitinger
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2002
Orientador
Banca examinadora
Abdalla, Dulcineia Saes Parra (Presidente)
Barros, Silvia Berlanga de Moraes
Gidlund, Magnus Ake
Ogliari, Paulo José
Takei, Kioko
Título em português
Os efeitos da suplementação de N-acetilcisteína em pacientes soroposivitos para o HIV
Palavras-chave em português
HIV
N-acetilcisteína
Síndrome de imunodeficiência adquirida (tratamento)
Resumo em português
Na infecção pelo HIV o equilíbrio entre antioxidantes e pró-oxidantes e a produção de citocinas encontram-se alterados, causando estresse oxidativo crônico. Presume-se que o estresse oxidativo crônico e a ativação do sistema imunológico favorecem a replicação do vírus através da ativação do NF-kB e a apoptose de células mononucleares do sangue periférico. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da suplementação, durante 180 dias, com 600mg/dia de N-acetilcisteína (NAC), sobre a carga viral, os níveis de sub-populações de linfócitos, a viabilidade de linfócitos e sobre os níveis séricos de citocinas, proteínas, lipídeos, β2 microglobulina e outros marcadores da ativação do sistema imunológico em pacientes assintomáticos, submetidos ao primeiro tratamento anti-retroviral. Participaram deste estudo, duplo cego controlado por placebo, que teve a duração de 180 dias, 30 indivíduos que iniciaram a terapia anti-retroviral. O grupo estudo foi constituído por 14 indivíduos que além do tratamento anti-retroviral foram suplementados com NAC, enquanto o grupo controle foi constituído por 16 indivíduos que além do tratamento anti-retroviral receberam placebo. Os marcadores avaliados foram determinados no dia anterior ao início do tratamento a que foram submetidos e após 60, 120 e 180 dias. Verificou-se aumento significante dos linfócitos CD4+, da relação CD4/CD8, de linfócitos viáveis, albumina, cisteína e glutationa, bem como diminuição significante dos níveis de TNF-α, IL-8, haptoglobina e α1-glicoproteína ácida, β2-microglobulina, IgA e IgM, nos dois grupos estudados. Os níveis séricos de IL-6, colesterol total, LDL-colesterol, VLDL-colesterol e triglicerídeos não apresentaram alteração significante ao final deste estudo. Concluindo, a suplementação com 600 mg/dia de NAC, em pacientes submetidos ao tratamento anti-retroviral, não proporcionou benefícios adicionais àqueles decorrentes deste tratamento.
Título em inglês
The effects of N-acetylcysteine supplementation in patients seropositive for HIV
Palavras-chave em inglês
Acquired immunodeficiency syndrome (treatment)
HIV
N-acetylcysteine
Resumo em inglês
In HIV infection, the balance between antioxidants and pró-oxidants and the production of citokines are disturbed leading to a chronic state of oxidative stress and immune activation. It is presumed that HIV takes advantage of the proinflammatory and prooxidative environment to replicate through the NF-kB pathway leading to the apoptosis of peripheral blood mononuc1ear cells. The aim of this work was to study the effect of oral administration of N-acetylcysteine (NAC) 600 mg per day during 180 days on viral load, viability of lymphocytes, cytokines, proteins, lipids, β2-microglobulin and other immune activation markers in asymptomatic patients under their first antiretroviral therapy. This was a double-blind, placebo-controlled study with 30 individuals who started antiretroviral therapy and were followed for 180 days. These individual were divided into two subgroups: the study group consisted of 14 participants who received NAC supplementation, whereas the control group had 16 individuals who received placebo. The studied markers were determined on the day before the beginning of treatment and after 60, 120 and 180 days of treatment. A significant increase was seen for CD4+ lymphocytes, the CD4/CD8 ratio, albumin, cysteine and glutathione; also, a significant reduction was found for levels of TNF-α, IL-8, β2 microglobulin, IgA, IgG, IgM, haptoglobin, and acid α1-glycoprotein as a consequence of antiretroviral treatment. After 180 days of treatment, the levels of total protein, globulins and HDL-cholesterol presented significant alteration on1y in the control group, while the serum levels of IL-6, total cholesterol, LDL-cholesterol, VLDL-cholesterol and triglyceride did not show significant alteration at the end of the present study. In conclusion, the supplementation of HIV-positive patients with 600 mg/day of NAC did not bring additional benefits to those resulting from antiretroviral treatment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-03-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.