• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Jamile Couto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Hirata, Mario Hiroyuki (Presidente)
Leite, Clarice Queico Fujimura
Sato, Daisy Nakamura
Título em português
Estudo dos mecanismos de virulência de cepas resistentes e sensíveis de Mycobacterium tuberculosis
Palavras-chave em português
Mycobacterium tuberculosis (Resistência)
Células THP-1 diferenciadas
Citocinas pró-inflamatórias
Expressão gênica
Microbiologia médica
Quimioterápicos
TLRs
Tuberculose (Tratamento; Estudo clínico)
Resumo em português
A tuberculose continua sendo um grave problema de saúde pública mundial. O principal agente etiológico da doença é o Mycobacterium tuberculosis, infectando entre outras células, os macrófagos. A infecção pode manter-se latente por vários anos sem causar sintomas clínicos aparentes. Para esta pesquisa, foi proposto o estudo de indução de marcadores de resposta inflamatória em células THP-1 diferenciadas em macrófagos utilizando isolados micobacterianos sensíveis, uni ou multidrogas resistentes transfectados com o plasmídeo pFPCAGFP carreando o gene da proteína verde fluorescente, como marcador de infecção celular. Objetivou também avaliar a relação entre isolados clínicos de M.tuberculosis sensíveis ou com resistência a uma ou multidrogas e sua relação à virulência. Para isso, culturas da linhagem monocítica humana (THP-1) foram mantidas para posterior infecção por isolados clínicos, genotipicamente identificados pertencentes à nossa micobacterioteca. A expressão do RNAm foi quantificada e avaliada por RTPCR e posteriormente, PCR em tempo real foi realizado. Após infecção das células THP-1 diferenciadas em macrófagos, observou-se que houve um aumento na expressão das citocinas pró-inflamatórias (IL-1β, IL-6 e TNF-α) e TLRs (TLR2 e TLR4) em relação ao controle da infecção. As análises estatísticas permitiram a correlação na expressão destas citocinas e TLRs, e através desses resultados, foi possível constatar que TLR2 regula a expressão das citocinas pró-inflamatórias (IL-1β, IL-6 e TNF-α) e que os Isolados clínicos com maior resistência, sinalizam melhor a expressão das citocinas próinflamatórias e TLRs, ao passo que isolados clínicos sensíveis, possuem uma fraca sinalização.
Título em inglês
Study of mechanisms of virulence of resistant and susceptible strains of Mycobacterium tuberculosis
Palavras-chave em inglês
Mycobacterium tuberculosis
Cytokines proinflamatory
Differentiated THP-1 cells
Gene expression.
TLRs
Resumo em inglês
Tuberculosis is the major causative of death and morbidity and still is a serious problem to the health in the world. Mycobacterium tuberculosis is the major causative agent of tuberculosis disease, infecting cells like macrophages. The infection can keep dormant for several years without any clinical symptoms. For this research, the study was proposed for induction of markers of inflammatory response in cells differentiated THP-1 in macrophages by clinical isolates from sensitive or multidrug resistant mycobacteria caring pFPCAGFP plasmid that contains green fluorescent protein gene, a marker of infection cell. Also objective assesses the relationship between clinical isolates of sensitive or with resistance to one or four drugs M.tuberculosis and its relationship to virulence. For this, cultures of monocitic lineage human (THP-1) were kept for subsequent infection by clinical isolates, genotypically identified belonging to our mycobacterioteca. The expression of mRNA was quantified and evaluated by RT-PCR and subsequently, real-time PCR was performed. After infection of the THP-1 differentiated cells in macrophages, it was observed that there was an increase expression of pro-inflammatory cytokines (IL-1β, IL-6 and TNF-α) and TLRs (TLR2 and TLR4) compared to infection control. Statistical analyses allowed expression correlation of these cytokines and TLRs, and through those results, it was possible to see that TLR2 regulates pro-inflammatory cytokines (IL-1β , IL-6 and TNF-α) expression and those clinical isolates with four resistance have better signal of pro-inflammatory cytokines and TLRs expression, while sensitive clinical isolates, has a weak signal.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
jamile.pdf (2.24 Mbytes)
Data de Publicação
2009-09-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.