• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.9.1993.tde-08042008-160829
Documento
Autor
Nome completo
Elizabete Wenzel de Menezes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1993
Orientador
Banca examinadora
Lajolo, Franco Maria (Presidente)
Campana, Álvaro Oscar
Curi, Rui
Sigulem, Dirce Maria
Vannucchi, Helio
Título em português
Aproveitamento do amido de alimentos estudados em humanos e animais
Palavras-chave em português
Amido
Feijão
Glicemia
Resumo em português
Foram realizados ensaios de curta e média duração em animais e humanos visando avaliar o aproveitamento do amido do feijão em relação a outras fontes de carboidratos complexos, de consumo habitual da população brasileira. Em animais, o aumento da glicose plasmática decorrente da ingestão de diferentes fontes de amido decresceu na seguinte ordem: polenta= arroz= pão= macarrão> canjica = farinha de mandioca> mandioca = feijão Carioca = feijão Fradinho. Em humanos, o feijão com casca ou sem casca produziu menores respostas plasmáticas de glicose que a polenta, arroz, arroz com feijão; as respostas de insulina plasmática foram reduzidas para todas as dietas que continham feijão e tanto a polenta como o feijão estimularam de forma semelhante a liberação do GLP-1 7-36. Pudemos evidenciar a persistência do reduzido aproveitamento do amido do feijão, em relação ao da polenta, apesar da adaptação dos animais a essas fontes de carboidratos por 13 dias. Observamos por microscopia óptica e ensaios "in vivo" que a parede celular íntegra e a organização física entre os grânulos de amido e proteína podem explicar, em parte, o reduzido aproveitamento do amido do feijão.
Título em inglês
Utilization of starchy foods: study in humans and animals
Palavras-chave em inglês
Bean
Glycemia
Starch
Resumo em inglês
Short- and midle-term assays in animais and humans were carried out to determine the utilization of bean starch as compared to usual Brazilian starchy foods. The order of glycemic response was: polenta = rice = bread = macaroni > hominy = cassava flour > cassava = Carioca bean = Fradinho bean. Beans with ar without seed coat produced in human a glycemic response lower than polenta, rice and rice plus bean; the insulin response was reduced for all diets containing beans; the secretion of glucagon-like peptide-1 7-36 was the same either for polenta ar bean diet. The reduced utilization of bean starch for polenta and bean diet was confirmed in midle-term assays (13 days). The optic microscopy and "in vivo" observations suggested that existence of whole cell walls and starch-protein associations may explain the lower blood response.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-04-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.