• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.88.2002.tde-23042007-085046
Documento
Autor
Nome completo
Elen Aparecida Martines Morales
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2002
Orientador
Banca examinadora
Lahr, Francisco Antonio Rocco (Presidente)
Goncalves, Marcos Tadeu Tiburcio
Govone, José Silvio
Título em português
Determinação do módulo de elasticidade da madeira: proposta para simplificação de procedimentos metodológicos
Palavras-chave em português
Ciclos de carregamento
Madeira
Módulos de elasticidade
Resistência
Rigidez
Resumo em português
O texto normativo NBR 7190/1997, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), adota três ciclos de carregamento nos ensaios para a determinação de propriedades de rigidez e resistência da madeira. A partir das recomendações de tal documento foram realizados ensaios de compressão normal às fibras, compressão paralela às fibras, flexão estática e tração paralela às fibras com corpos-de-prova de Cambará Rosa (Erisma sp), Eucalipto Grandis (Eucalyptus grandis), Envira (Xylopia sp), Champanhe (Dipteryx odorata), Pinus Caribaea (Pinus caribaea var. caribaea), Pinus Elliottii (Pinus elliottii var. elliottii) e Pinus Hondurensis (Pinus caribaea var. hondurensis). Os valores dos módulos de elasticidade (E) obtidos mostraram-se estatisticamente equivalentes no segundo e terceiro ciclos de carregamento. Esta análise sugere, então, que o terceiro ciclo de carregamento é desnecessário. Foram comparados, também, os valores dos módulos de elasticidade de trinta e quatro espécies de madeiras tropicais brasileiras, obtidos nos ensaios de compressão paralela às fibras, tração paralela às fibras e flexão estática. Concluiu-se que estes são estatisticamente equivalentes.
Título em inglês
Wood modulus of elasticity determination: proposal to simplification of methodological procedures
Palavras-chave em inglês
Loading cycles
Modulus of elasticity
Stiffness
Strength
Wood
Resumo em inglês
The NBR 7190/1997, adopted by of Brazilian Technical Standard Association (ABNT), indicates three loading cycles for tests to determine wood stiffness and strength. Based on recommendations of ABNT methods tests were carried out in compression perpendicular to grain, compression parallel to grain, static bending and tension parallel to grain, with Cambará Rosa (Erisma sp), Eucalipto Grandis (Eucalyptus grandis), Envira (Xylopia sp), Champanhe (Dipteryx odorata), Pinus Caribaea (Pinus caribaea var. caribaea), Pinus Elliottii (Pinus elliottii var. elliottii) and Pinus Hondurensis (Pinus caribaea var. hondurensis) species. Modulus of elasticity values (E) obtained were statistically equivalent in second and third loading cycles. This analysis suggests that the third loading cycle is not necessary. Modulus of elasticity values of thirty four Brazilian tropical wood species were compared in compression parallel to grain, tension parallel to grain and static bending. The analysis showed that these values are statistically equivalent.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
dissertacao.pdf (730.87 Kbytes)
Data de Publicação
2007-05-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.