• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.84.2018.tde-19092018-154120
Documento
Autor
Nome completo
Lilian Prado Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Pires, Julio Manuel (Presidente)
Amaral, Marisa Silva
Braga, Marcio Bobik
Título em português
Transferência de valor e dependência: Brasil e Argentina (2000-2015)
Palavras-chave em português
Brasil e Argentina
Dependência
Teoria marxista da dependência
Transferência de valor
Resumo em português
Partimos do pressuposto de que a transferência de valor dos países dependentes para os países centrais é a característica estrutural da situação de dependência e o que impede o desenvolvimento dos países dependentes. Entendemos que a condição de dependência dos países periféricos se adaptou às novas conformações econômicas do mercado mundial e como consequência novas formas de transferência de valor surgiram. A pesquisa se restringiu à análise de dois países latino americanos, Brasil e Argentina, que foram escolhidos por serem as maiores economias do Mercosul e por suas similaridades políticas e econômicas como países dependentes e ao período de 2000 a 2015. O trabalho está dividido em duas partes, sendo que na primeira buscamos apontar dentro do pensamento social latinoamericano o lugar da teoria marxista da dependência e mostrar como a transferência de valores é a sua característica estrutural e na segunda buscamos classificar e analisar essa situação utilizando indicadores macroeconômicos que demonstram as transferências de valor por meio de três agentes: (a) o mercado, (b) o governo e (c) capitalistas privados. Chegamos à conclusão de que, apesar de serem países de renda mais elevada (renda média superior), Brasil e Argentina se comportam como países de renda menor (renda média inferior e até renda baixa) no que se refere às transferências de valor, o que demonstra que são mais vulneráveis e transferem mais valor para os países centrais do que outros países na mesma faixa de renda, ou seja, são países dependentes.
Título em inglês
Transfer of value and dependency: Brazil and Argentina (2000-2015)
Palavras-chave em inglês
Brazil and Argentina
Dependency
Marxist theory of dependency
Transfer of value
Resumo em inglês
We start this study from the assumption that the transfer of value from the dependent countries to the central ones is the structural characteristic of dependency and what prevents the development of the dependent countries. We understand that the dependency condition of peripheral countries has adapted to the new economic conformations of the world market and, as a consequence, new forms of value transfer have arisen. The research was restricted to the analysis of two Latin American countries, Brazil and Argentina, which were chosen for being the largest economies of MERCOSUR and their political and economic similarities as dependent countries. The analisys is also restrictesd to the period from 2000 to 2015. In the first part of the work we seek to identify within Latin American Social Thought the place of Marxist Theory of Dependence and to show how the transfer of values is its structural characteristic of the dependent countries, and in the second part we seek to classify and analyze this situation using macroeconomic indicators that demonstrate the transfers of value through three agents: (a) the market, (b) the government and (c) private capitalists. We conclude that, despite being higher income countries (upper middle income), Brazil and Argentina behave as lower income countries (lower middle income and even lower income) in terms of transfers of value, which Shows that they are more vulnerable and transfer more value to the central countries than other countries with the same income, so we can say they are dependent countries.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.