• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.84.2008.tde-10102012-105701
Documento
Autor
Nome completo
Marcos Alexandre Rinaldi Rosa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Cacciamali, Maria Cristina (Presidente)
Iglecias, Wagner Tadeu
Martinez, Paulo Henrique
Título em português
O banditismo social em regiões periféricas do Brasil e do México na segunda metade do século XIX: Antônio Silvino e Pancho Villa
Palavras-chave em português
Banditismo
Modernização
Valores camponeses
Resumo em português
ROSA, M. A. R. O banditismo social em regiões periféricas do Brasil e do México na segunda metade do século XIX: Antônio Silvino e Pancho Villa. 2008. Dissertação (Mestrado) PROLAM, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. A partir da segunda metade do século XIX, a América latina é definitivamente incorporada ao sistema capitalista internacional na condição de apêndice do mercado mundial, então liderado pela Inglaterra, como produtora e fornecedora de produtos agrícolas. A consolidação dos princípios liberais defendidos pelas elites políticas das jovens nações americanas estabelece a necessidade da modernização dos setores econômicos internos. Paralelamente, a penetração do capitalismo acarreta profundas transformações sobre os setores sociais e as pressões e o ônus desse mecanismo incidem, em última instância, nas camadas pobres do campo e nas comunidades remanescentes de indígenas. Por intermédio da ação do Estado, inicia-se o processo de apropriação e expansão das terras potencialmente agricultáveis e as regiões outrora remotas e isoladas passam ser integradas à totalidade do território nacional. A desarticulação dos valores camponeses decorrentes desse processo provocou a reação das massas do campo e estimulou o crescimento do banditismo social. No presente trabalho, estabelecemos uma análise paralela, através da utilização do método comparativo, acerca desse processo no nordeste brasileiro e no norte do México, tomando como ponto de partida a ação de dois bandoleiros contemporâneos e atuantes em cada uma dessas áreas. As diferentes trajetórias que se estabelecem entre ambas as personagens, a partir de um determinado momento, revelam a interferência dos processos históricos distintos e particulares em cada país.
Título em inglês
The social banditism in peripherical areas of Brazil and Mexico on the second half of the XIX century: Antônio Silvino and Pancho Villa. 2008.
Palavras-chave em inglês
Banditism
Modernization
Peasant values
Resumo em inglês
ROSA, M.A.R. The social banditism in peripherical areas of Brazil and Mexico on the second half of the XIX century: Antônio Silvino and Pancho Villa. 2008. Dissertation (Master) PROLAM, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Starting from the second half of the XIX century, Latin America is definitely incorporated to the international capitalist system under the condition of the appendix of the world market - which was then ruled by England - as the producer and supplier of agricultural products. The consolidation of the liberal principles defended by American young nations political elites establishes the modernization need of the internal economical sectors. At the same time, the penetration of the Capitalism brings about deep transformations on the social sectors and the pressure and the onus of this mechanism falls, as a last resort, upon the poor rural class in the remaining indigenous communities. By the means of the State action, it starts the process of appropriation and expansion of the potentially agriculturable lands and the regions which were remote and isolated in the past, become integrated to the totality of the national territory. The disconnection of the rural values resulted from this process caused the reaction of the peasant people and stimulated the growth of the social banditism. In this current work, we establish a parallel analysis, through the utilization of the comparative method, about this process in Brazilian Northeast and in the North of Mexico, considering as a starting point the action of two contemporary bandits who acted in each one of these areas. The different trajectories which get established between both characters, starting at a certain moment, reveal the interference of the particular and distinct historical processes in each country
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-01-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.