• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.83.2014.tde-20012015-145044
Documento
Autor
Nome completo
Gisetti Corina Gomes Brandão
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Maria Amelia de Campos (Presidente)
Figueiredo, Tânia Maria Ribeiro Monteiro de
Leonello, Valéria Marli
Peduzzi, Marina
Pereira, Maria José Bistafa
Título em português
O processo de trabalho das equipes de saúde da família de Campina Grande - PB
Palavras-chave em português
Atenção Primária à Saúde
Avaliação de Processos
Educação Permanente
Resumo em português
Introdução: O trabalho em saúde diferencia-se dos demais trabalhos pela complexidade de seu objeto (a pessoa e sua família, os grupos sociais ou as coletividades), pela especificidade de seu produto (ações de saúde) e pela participação dos sujeitos no processo de produção do cuidado. No Brasil, o sistema de saúde é orientado pela Atenção Primária à Saúde. Em 1994, o Ministério da Saúde propôs o Programa Saúde da Família, depois denominado Estratégia de Saúde da Família (ESF), com a finalidade de fortalecer as ações e favorecer o acesso da população aos serviços de saúde. O objeto deste estudo foi a prática diária dos trabalhadores de saúde, tendo como categoria de análise o processo de trabalho em saúde. Objetivo: caracterizar e problematizar os processos de trabalho em saúde de equipes da ESF de Campina Grande- PB. Método: Foi realizada uma pesquisa-ação, que teve início com a apresentação às equipes dos secundários oriundos do Programa de Avaliação da Melhoria da Qualidade da Assistência (PMAQ). Tais dados mostraram a ausência de registros sobre o acompanhamento sistemático das condições de vida e saúde dos grupos prioritários. A avaliação externa do PMAQ, por sua vez, evidenciou a realidade vivida pelos trabalhadores. Essa primeira aproximação forneceu os elementos necessários para problematizar a produção das equipes. Foram realizadas oficinas problematizadoras para identificar e problematizar os nós críticos do trabalho, na perspectiva da Educação Permanente em Saúde (EPS). Participaram da investigação 38 trabalhadores das duas unidades de saúde da família do município de Campina Grande, do estado da Paraíba. Também foram realizadas entrevistas com dois gestores. O material empírico resultante foi submetido à análise de conteúdo. Resultados: foram identificados nós críticos relativos ao processo de trabalho, ao trabalho em equipe, ao acolhimento e ao sistema de informação em saúde. Discussão: A EPS permitiu aos trabalhadores ampliar sua compreensão sobre o cotidiano do trabalho contexto em que atuam e as necessidades dos usuários. Ficou evidente que existe um trabalho preso a normas, cronogramas e protocolos, na lógica do trabalho morto, que obstaculiza o trabalho vivo. Considerações finais: os trabalhadores envolvidos puderam ressignificar suas práticas, de modo a conciliar a normatização instituída e o que precisa ser realizado. No cotidiano do trabalho, já foram iniciados novos modos de agir onde o processo de comunicação vem se abrindo a problematização e negociação, visando à produção do entendimento e o respeito às diferenças.
Título em inglês
The Family Health teams work process in Campina Grande - PB
Palavras-chave em inglês
Continuing healthcare education.
Health work process
Primary Health Care
Resumo em inglês
Introduction: Health work differs from other kinds of work by the complexity of its object (the person and her/his family, the social groups or collectives), the specificity its product (health actions) and those that participate in care production process. In Brazil, the health care system is driven by Primary Health. In 1994, the Health Ministry proposed the Family Health Program, afterwards called Family Health Strategy (FHS), in order to strengthen actions and to promote people's access to health services. The object of this study was the health workers daily practice, and the analytic category was the work process in health. Objective: To characterize and discuss the work processes in FHS health teams in Campina Grande-PB. Method: An action research was performed, which began with the presentation of data of Quality of Care Improvement Assessment Program (PMAQ in Portuguese). Such data showed the absence on systematic monitoring of life and health conditions of priority groups. The PMAQ external evaluation highlighted the reality experienced by the workers. This first approach provided the necessary elements to discuss the teams production. Workshops were held to identify and discuss the work critical nodes in the continuing healthcare education (EPS) perspective. 38 workers of two health family units participated in the investigation in the city of Campina Grande, Paraíba. Interviews were also conducted with two health managers. The resulting empirical material was submitted to content analysis. Results: critical problems related to the labor process, teamwork, reception and health information system were identified. Discussion: EPS enables the workers to improve their understanding of the everyday work context in which they operate and the users needs. It was evident that the work process is tied to rules, schedules and protocols, in a dead labor logic, which hinders living labor. Final considerations: the workers involved could reframe their practices in order to reconcile what is established and what is to be done. In daily work, new acting ways were initiated and the communication process is now opened to questioning and negotiation in order to produce the understanding and the respect for differences.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
gisetti.pdf (2.85 Mbytes)
Data de Publicação
2015-05-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.