• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Valéria Meirelles Carril Elui
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 1998
Orientador
Banca examinadora
Barbieri, Claudio Henrique (Presidente)
Mattar Junior, Rames
Picado, Celso Herminio Ferraz
Título em português
Estudo da viabilidade do desenvolvimento de um aparelho de movimentação passiva contínua, portátil para a mão
Palavras-chave em português
Articulações sinoviais
Dedos
Membro superior
Movimentação passiva contínua
Resumo em português
A técnica de reabilitação denominada Movimentação Passiva Contínua (MPC) é um excelente recurso para a diminuição da dor, prevenção de aderências e redução de edemas, das articulações ou outros segmentos e tecidos esqueléticos, durante o processo de cicatrização de traumatismos ou operações cirúrgicas; apresenta grande potencial de emprego na reabilitação do pós-operatório da Cirurgia da Mão. O objetivo desse trabalho foi desenvolver um aparelho de MPC portátil, para uso em patologias e traumatismos da mão, baseado em modelos existentes em outros países, mas utilizando tecnologia nacional e de baixo custo. O aparelho foi desenvolvido em etapas, conforme os sistemas idealizados, que são: 1) sistema de movimentação, que consta do motor, caixa de engrenagens e haste de movimentação; 2) sistema de fixação ao antebraço, constante de órteses para a mão direita e esquerda; 3) sistema de fixação aos dedos, constante de uma haste curva e de peças de fixação distai à polpa digital; 4) sistema de alimentação e controle, constante de uma bateria recarregável e de comandos liga/desliga e de velocidade. O aparelho foi desenhado de modo a realizar a flexão e extensão em bloco dos dedos, ou a flexão e extensão em separado das articulações metacarpofalângicas ou das articulações interfalângicas proximais e distais. Os materiais empregados na confecção do aparelho foram: um micro-motor elétrico dotado de redutor, que fornece um ciclo completo do· seu eixo a cada 55 segundos; blocos de latão para a confecção das engrenagens e respectiva caixa, e das hastes de movimentação e fixação aos dedos; placas de plástico termo-moldável para a construção das órteses; placas de acrílico para construção dos receptáculos dos controles e do motor; e duas baterias recarregáveis de 6V, de telefone celular. Com exceção da bateria e do material plástico termo-moldável, todos os materiais eram de origem nacional. Uma vez desenvolvido, o protótipo foi testado em 30 mãos normais de adultos, tendo sido observado que ele é capaz de realizar a extensão completa das três articulações envolvidas, mas apresenta uma limitação dos últimos graus da flexão, qualquer que sejam os ajustes realizados. O aparelho foi também testado num paciente de reconstrução em dois tempos do aparelho flexor do dedo médio, a partir do 3º dia pós-operatório, tendo sido utilizado por 8 horas diárias, durante 10 dias, com o que observaram-se ausência de dor ou desconforto, redução do edema e cicatrização da ferida cirúrgica sem complicações. Tanto nas mãos normais como na mão operada, o desempenho do aparelho foi satisfatório, não tendo ocorrido intercorrências, mas seu peso final ( 1270 g) foi considerado um fator negativo. Concluiu-se que a confecção de um aparelho de Movimentação Passiva Contínua para a mão com tecnologia nacional é viável e que o protótipo construído apresenta características que possibilitam o seu emprego na reabilitação de processos patológicos e traumáticos da mão.
Título em inglês
not available
Palavras-chave em inglês
not available
Resumo em inglês
The rehabilitation technique called Continuous Passiva Motion (CPM) is an excellent mean to diminish pain, prevent adhesion formation and reduce oedema around joints and other limb segments and skeletal tissues, during the healing process that follows injuries and operative procedures. lt presents a great potential for application in the postoperative rehabilitation of the hand. lt was purpose of the present investigation to develop a portable CPM device for use in the hand, based on other countries pre-existing models, but employing national and low cost technology. The device was developed in phases, according to the systems devised, as follows: 1) motion system, which consists of an electric engine, gear box and motion arm; 2) forearm fixation system, which consists of two plastic splints, for the right and left hands, respectively; 3) finger fixation system, which consists of a bent attachment rod and different parts for fixation onto the tip of the fingers; 4) electrical supply and control system, which consists of a re-chargeable battery, an on/off switch and a speed control knob. The device was devised to carry out either en bloc flexion and extension of the fingers or separate flexion and extension of metacarpophalangeal and proximal and distal interphalangeal joints of individual or all fingers together. The materials used to build the device were: an electric micro-engine provided with a built-in reduction gear, capable to deliver a complete cycle at the output axle at 55-second intervals; brass blocks and plaques to make the gears and housing box, respectively; low temperatura thermoplastic materials for the splints; acrylic plaques to make the engine, battery and controls housing parts; and two 6V cellular telephone batteries. All were brazilian-made materiais with exception of the batteries. Once developed the device was tested on both right and left hands of 15 normal adults and it was observed that it is able to completely extend the three joints of each finger, although flexion is limited in the last degrees, particularly at the distal interphalangeal joint, despite any adjustment carried out. The device was also tested in a patient of staged flexor apparatus reconstruction, from the third postoperative day onward, on a daily 8-hour regimen, for ten consecutiva days. No pain or discomfort was reported by the patient, who otherwise presented little oedema and normal healing of the wounds, devoid of complications. The performance of the device was satisfactory on both normal and operated on hands, the only complaint being the excessive weight (1270 g). The author concluded that the mechanic characteristics of the device permit its use in hand rehabilitation, following injuries and operations, and that the development of a CPM device for hand rehabilitation with national and low cost technology is viable.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.