• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Luísa Cedin
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2015
Orientador
Banca examinadora
Baldissera, Vilmar (Presidente)
Shiguemoto, Gilberto Eiji
Silva, Orivaldo Lopes da
Título em português
Efeito do exercício concorrente no consumo de oxigênio e no sinal eletromiográfico dos músculos vasto lateral, vasto medial e reto femoral analisados durante o exercício aeróbio no cicloergômetro
Palavras-chave em português
Consumo de oxigênio
Eletromiografia
Exercício aeróbio
Exercício concorrente
Exercício resistido
Treinamento concorrente
Resumo em português
O exercício concorrente atualmente tem sido muito utilizado nas prescrições de treinamento físico para emagrecimento e condicionamento físico. No entanto, pouco ainda é conhecido sobre o efeito de uma das modalidades (exercício resistido ou aeróbio) sobre a outra quando realizadas em uma única sessão. Dessa forma, o objetivo do presente estudo foi analisar o efeito de uma sessão de musculação de alta intensidade no consumo de oxigênio (VO2) e nos valores da raiz quadrada média (RMS) da electromiografia ao longo do exercício aeróbio na intensidade do limiar anaeróbio (AT). Oito voluntários do sexo masculino, saudáveis e treinados em academia compareceram ao laboratório no mínimo cinco vezes para realizar os seguintes procedimentos em dias distintos com intervalo mínimo de 48 horas: teste de uma repetição máxima (1RM) em oito exercícios de musculação (leg press, supino, agachamento, puxador frontal, cadeira flexora, tríceps pulley, cadeira extensora e bíceps na rosca 'W'); confirmação dos valores de 1RM; teste ergoespirométrico em cicloergômetro; Protocolo A (apenas 20 minutos pedalando no cicloergômetro na intensidade do AT) e, finalmente, Protocolo M+A (sessão de musculação nos oito exercícios, sendo três séries de dez repetições à 70% de 1RM com 2 minutos de intervalo entre eles, seguida do exercício em cicloergômetro durante 20 minutos na intensidade do AT, com 10 minutos de recuperação entre as duas modalidades). Foram obtidos os valores de VO2 e de RMS dos músculos vasto lateral, vasto medial e reto femoral ao longo do exercício aeróbio. Não houve diferença estatisticamente significativa nos valores de RMS dos músculos avaliados entre os Protocolos A e M+A. Houve uma diferença significativa para os valores de VO2, sendo estes mais elevados no Protocolo M+A ao longo do exercício aeróbio. Notou-se uma diferença significativa na relação RMS/VO2 apenas para o músculo vasto medial, sendo estes menores no Protocolo M+A. Observou-se que o recrutamento das unidades motoras ocorreu independentemente da demanda metabólica promovida pelo exercício prévio. Assim, concluiu-se que o exercício resistido prévio não interferiu na atividade neuromuscular no exercício aeróbio para esta amostra, permitindo a realização deste após a sessão de musculação sem promover ajustes no recrutamento neuromuscular.
Título em inglês
The effect of concurrent training on oxygen uptake and on vastus lateralis, vastus medialis and rectus femoris electromyography analyzed during aerobic exercise on cycle ergometer
Palavras-chave em inglês
not available
Resumo em inglês
Concurrent exercise has been used commonly in physical fitness training and weight loss programs. However, it is unclear what is the effect of one of the modalities (resistance or aerobic exercise) over the other when they are performed in a single session. Thus, the aim of this study was to analyze the effect of a high intensity resistance exercise on oxygen uptake (VO2) and electromyography root mean square (RMS) during an aerobic exercise performed at anaerobic threshold (AT). Eight healthy and well-trained male subjects visited the laboratory at least six times to perform the tests in different days with 48-hours interval. The procedures consisted of one repetition maximum test (1RM) in eight weight lifting exercises (leg press, bench press, squat, front pulldown, leg curl, triceps pushdown, leg extension machine and biceps curl); confirmation of the 1RM values; ergoespirometric test on cycle ergometer; Protocol A (only 20 minutes of cycling at AT intensity); and Protocol M+A (resistance exercise session consisted of eight exercises performed three sets of ten repetitions at 70% of 1RM with 2 minutes rest interval, followed by aerobic exercise during 20 minutes at AT intensity, with 10 minutes of interval between the two modalities). The VO2 and RMS values from vastus lateralis, vastus medialis and rectus femoris were obtained during the aerobic exercise on cycle ergometer. There was no significant difference on RMS values from the analyzed muscles between the protocols. A significant difference was found on VO2 values between the protocols, where these values were significantly more elevated on Protocol M+A. Only RMS/VO2 from vastus medialis presented a significant difference on its values, when the subjects were submitted on Protocol M+A, the RMS/VO2 values for this muscle were smaller compared to Protocol A. We could observe that the motor units recruitment was not dependent on the metabolic demand promoted by the previous exercise. Thus, the data presented indicated that the preceding resistance exercise did not alter the neuromuscular activity during aerobic exercise for this sample, which infers that performing a resistance exercise session will not promote adjustments on neuromuscular recruitment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.