• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.81.2018.tde-05072018-155350
Documento
Autor
Nome completo
Brucce Sanderson Prado de Freitas
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Motokane, Marcelo Tadeu (Presidente)
Sano, Paulo Takeo
Silva, Adjane da Costa Tourinho e
Título em português
Os movimentos epistêmicos e a construção de argumentos escritos em aulas de anatomia vegetal no ensino superior
Palavras-chave em português
Anatomia Vegetal
Argumentação
Botânica
Ensino Superior
Escrita
Resumo em português
Nesta dissertação, o objetivo foi identificar os movimentos epistêmicos de uma professora relacionados à construção de argumentos em produções escritas de estudantes no Ensino Su-perior. Os dados dessa pesquisa são provenientes de atividades de uma disciplina de Anato-mia Vegetal, do primeiro semestre de um curso de Ciências Biológicas (licenciatura e bacha-relado), no âmbito de uma universidade pública do Estado de São Paulo. O objeto de estudo dessa pesquisa consistiu no recorte de uma atividade prática proposta pela docente no qual os estudantes, após um processo investigativo, redigiram uma produção escrita com os resulta-dos de suas investigações. Para a constituição do corpus de análise, utilizamos a primeira ver-são da produção escrita, os turnos de fala da aula de orientação para a reescrita da mesma, e a segunda versão da produção escrita. Os argumentos das duas versões das produções escritas foram identificados de acordo com o modelo de Toulmin (2006). Os movimentos epistêmicos foram identificados a partir das categorias de análise e dos descritores propostos por Silva (2015). Observamos que a docente, na aula de orientação, enfatizou questões relativas à pro-priedade intelectual, à construção de dados a partir de imagens de cortes anatômicos, e à arti-culação dos dados com as conclusões da produção escrita. Com isto, identificamos uma pre-dominância de movimentos epistêmicos relacionados à construção de dados e apoios dos ar-gumentos. Os movimentos epistêmicos mais frequentes foram instrução e correção. Com-preendemos que esse resultado é reflexo dos objetivos traçados pela docente para esse mo-mento da atividade prática. Constatamos que nem todos os movimentos epistêmicos identifi-cados promoveram mudanças na produção escrita, segundo o esperado pela docente. Inferi-mos que diferentes fatores podem ter influenciado nesse acontecido, tais como: o tempo de desenvolvimento da investigação; as temáticas de investigação de cada grupo; o engajamento dos estudantes; a incompreensão dos direcionamentos da docente; e a qualidade da primeira versão da produção escrita, na qual a professora se baseou para realizar a aula de orientação. A utilização de ferramentas culturais como a produção escrita dos estudantes de outros anos, livros, artigos e revistas científicas, foi fundamental para o desenvolvimento da atividade. Consideramos que a mediação da professora foi crucial para a promoção de práticas epistêmi-cas relativas à argumentação. Contudo, salientamos que os estudantes tiveram dificuldades de relacionar dados, garantias e conclusões, mesmo após a aula de orientação. Compreendemos que há a necessidade de se propor atividades de ensino semelhantes, bem como realizar pes-quisas com o intuito de assimilar se a utilização de movimentos epistêmicos que não foram identificados na aula de orientação, como exemplos: elaboração, reelaboração e síntese, auxiliarão os estudantes a relacionar dados, garantias e conclusões em produções escritas.
Título em inglês
The epistemic movements and the construction of written arguments in classes of plant anatomy in higher education
Palavras-chave em inglês
Argumentation
Botany
Higher Education
Plant Anatomy
Writing
Resumo em inglês
The aim of this dissertation was to identify the epistemic movements of a professor related to the construction of arguments in written productions of students in Higher Education. The data of this research come from the activities of a Plant Anatomy discipline, in the first semes-ter of a Biological Sciences course (undergraduate), within a public university in the State of São Paulo. The object of study of this research consisted in the part of a practical activity pro-posed by the professor in which the students, after an investigative process, wrote a written production with the results of their investigations. For the constitution of the corpus of analy-sis, we use the first version of the written production, the speech shifts of the orientation class for the rewriting of the same, and the second version of the written production. The arguments of the two versions of the written productions were identified according to the model of Toulmin (2006). The epistemic movements were identified from the categories of analysis and the descriptors proposed by Silva (2015). We observed that the professor, in the orienta-tion class, emphasized issues related to intellectual property, the construction of data from anatomical cuts, and the articulation of data with the conclusions of written production. With this, we identified a predominance of epistemic movements related to data construction and argument support. The most frequent epistemic movements were instruction and correction. We understand that this result reflects the objectives set by the professor for this moment of practical activity. We found that not all identified epistemic movements promoted changes in written production, as expected by the professor. We infer that different factors may have influenced this, such as: the time of research development; the research themes of each group; student's engagement; the misunderstanding of the directions of the professor; and the quality of the first version of the written production, in which the professor was based to take the ori-entation class. The use of cultural tools such as the written production of students from other years, books, articles and scientific journals was fundamental for the development of the ac-tivity. We consider that the professor's mediation was crucial for the promotion of epistemic practices related to argumentation. However, we pointed out that students had difficulties in relating data, warrants and conclusions even after the orientation class. We understand that there is a need to propose similar teaching activities, as well as to research if the use of epis-temic movements that were not identified in the orientation class, such as: elaboration, re-elaboration and synthesis, will help the students to relate data, warrants and conclusions in written productions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.