• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.81.2012.tde-25022013-131417
Documento
Autor
Nome completo
Jerson Geraldo Romano Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Correia, Paulo Rogério Miranda (Presidente)
Dutra, Italo Modesto
Toledo, Maria Cristina Motta de
Título em português
Mapas conceituais no ensino de ciências: identificação de proposições estáticas e dinâmicas nas relações entre a ciência, tecnologia e a sociedade
Palavras-chave em português
Análise proposicional
Ensino de ciências
Mapa conceitual
Proposições estáticas e dinâmicas
Química (Estudo e ensino)
Resumo em português
Os mapas conceituais (MCs) são úteis para representar o conhecimento e promover a aprendizagem significativa, porém recentes trabalhos na literatura apontam que não estão sendo plenamente explorados, pois raramente são utilizados para representar o conhecimento diversificando as proposições. As proposições são unidades fundamentais de conhecimento nos mapas conceituais (MCs). Diferentes mapeadores podem responder a mesma pergunta focal realizando diferentes conexões e relacionando os conceitos de formas diferentes para representar o conhecimento. A proposta do trabalho consiste na elaboração de uma análise de proposições (n=1455) presentes em MCs (n= 104) coletados na disciplina Ciências da Natureza (EACH-USP/Leste) em 2009, durante o período da primeira (MC5) e terceira avaliação (MC15). A análise proposicional proposta utilizou-se de um esquema taxonômico para classificação de proposições estáticas e dinâmicas em seis categorias. As proposições estáticas representam o conhecimento com definições e classificações, enquanto que as proposições dinâmicas expressam relações de ação, influência, dependência, interdependência funcional, proporcionalidade e causa e efeito entre os conceitos. O número de proposições por categoria passou por métodos de estatística descritiva, para mostrar os parâmetros estatísticos como, média, mediana, quartil inferior, quartil superior, mínimo da amostra, e máximo da amostra para descrever cada uma das seis variáveis consideradas na análise proposicional proposta neste trabalho. A comparação dos valores médios de cada categoria para análise proposicional das avaliações MC5 com os valores médios de cada categoria das avaliações MC15 foi feita utilizando-se o teste-t. O método de estatística exploratória multivariada foi empregado para realizar análise hierárquica de agrupamentos (HCA) a fim de observar possíveis tendências entre os alunos e/ou categorias. A HCA agrupou as seis categorias de proposições propostas por este trabalho, sendo que em MC15 houve uma maior distribuição dos tipos de proposições entre as categorias dinâmicas. A HCA formou três agrupamentos para ambas as avaliações e, ainda que tendências dos agrupamentos tenham se mantido, houve um aumento do número total de proposições, sendo que mais de 60% dos alunos optaram pelas proposições dinâmicas, comprovando a eficácia dos estímulos fornecidos nas avaliações. Os resultados apontam para a necessidade da utilização da análise proposicional no mapeamento conceitual para diversificar formas de representação do conhecimento, ou seja, que não sejam somente com o objetivo de descrever, definir e classificar conceitos, mas que sejam utilizadas para incentivar relações conceituais de ação, influência, dependência, proporcionalidade, interdependência funcional e causa e efeito.
Título em inglês
Concept maps in science education: identification of static and dynamic propositions to express the relationships between science, technology and society
Palavras-chave em inglês
Concept maps
Propositional analysis
Science education
Static and dynamic propositions
STS relationship
Resumo em inglês
The concept maps (CMs) are useful for representing knowledge and promote meaningful learning, but recent studies in the literature indicate that they are not being fully exploited because they are rarely used to represent knowledge by diversifying the propositions. The propositions are fundamental units of knowledge in concept maps (CMs). Different authors may answer the same question different focal performing connections and related concepts in different ways to represent knowledge. Our purpose is to prepare an analysis of propositions (n = 1455) present in MCs (n = 104) collected in the course of Nature Sciences (EACH-USP/Leste) in 2009, during the first (MC5) and third assessment (MC15). The analysis used the propositional proposed a scheme for taxonomic classification of static and dynamic propositions in six categories. The proposals represent the static knowledge with definitions and classifications, while the dynamic propositions expressing relations of action, influence, dependence, and proportionality between cause and effect concepts. The number of propositions in each category went through descriptive statistical methods, to show the statistical parameters as mean, median, lower quartile, upper quartile, the sample minimum and maximum sample to describe each of the six variables considered in the analysis proposed propositional this work. A comparison of mean values for each category analysis of propositional evaluations MC05 to mean values for each category of MC15 evaluation was made using t-test. The exploratory multivariate statistical method was used to perform hierarchical cluster analysis (HCA) to observe possible trends among students and / or categories. HCA grouped the categories and in MC15 was a greater distribution of the types of propositions between the dynamic categories. The HCA was formed three groups for both assessments and, although trends of groupings have been kept, there was an increase in the total number of propositions, and more than 60% of students opted for dynamic propositions, proving the effectiveness of the stimuli provided in the evaluations . The results point to the necessity of using propositional analysis of the conceptual mapping to diversify forms of knowledge representation, they are not solely for the purpose of describing, defining and classifying concepts, but are used to encourage conceptual relations action, influence, dependence, proportionality and cause and effect.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-04-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.