• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2017.tde-13032017-110556
Documento
Autor
Nome completo
Henrique Eidin Katekawa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Mori, Koichi (Presidente)
Nagae, Neide Hissae
Shioda, Cecilia Kimie Jo
Título em português
Fenômeno otaku: de problema social à solução política
Palavras-chave em português
Cultura pop japonesa
Otaku
Simulacro
Resumo em português
No Japão, o fenômeno otaku se popularizou no final dos anos 1980 por causa do assassino em série Tsutomu Miyazaki. A mídia japonesa rapidamente o identificou como um otaku, uma pessoa obcecada pela indústria do entretenimento, e nos anos 1990 o indivíduo otaku ficou conhecido como um grande problema social. Contudo, nos anos 2000, o governo japonês colocou em prática seu plano político Cool Japan, que promovia a divulgação da cultura pop japonesa ao mundo. O indivíduo otaku, sendo um grande consumidor de cultura pop japonesa, deixou de ser considerado um problema para se tornar parte de uma solução política. O fenômeno otaku foi pesquisado com o objetivo de descobrir como essa transformação ocorreu. Para isso, foi necessário pesquisar: a origem do indivíduo otaku; sua relação com sociedade; e a teoria filosófica de Hiroki Azuma sobre a relação entre os consumidores japoneses e a cultura pop japonesa. Foi possível afirmar que a imagem do indivíduo otaku melhorou porque a sociedade japonesa mudou sua relação de consumo com os produtos culturais. Assim como os indivíduos otaku, a sociedade japonesa passou a consumir não pelo produto em si, mas pelas configurações que possui em suas imagens japonesas. Não houve evidências o suficiente para afirmar, mas no final houve a suposição de que talvez a imagem do indivíduo otaku tenha melhorado porque a sociedade japonesa esteja se tornando otaku.
Título em inglês
The otaku phenomenon: from social problem to political solution
Palavras-chave em inglês
Japanese pop culture
Otaku
Simulacrum
Resumo em inglês
In Japan, the otaku phenomenon became popular in the late 1980s because of the serial killer Tsutomu Miyazaki. Japanese media identified him quickly as an otaku, a person obsessed with the entertainment industry, and in the 1990s the otaku became known as a major social problem. However, in 2004, the Japanese government started its political plan named Cool Japan, which promoted the dissemination of Japanese pop culture to the world. Being a major consumer of Japanese pop culture, the otaku was no longer considered a problem, but became part of a political solution. The otaku phenomenon has been investigated in order to find out how this transformation occurred. Thereunto, it has been researched: the otakus origin; his relationship with society; and the philosophical theory of Hiroki Azuma on the relationship between Japanese consumers and the Japanese pop culture. It was possible to state that the otakus image improved because Japanese society changed its consumer relationship with cultural products. As well as those considered otaku, Japanese society began to consume not because of the product itself, but because of its settings in Japanese images. There was not enough evidence to affirm, but in the end there was the assumption that perhaps the otakus image has improved because Japanese society itself is becoming otaku.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-03-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.