• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2003.tde-23122004-143731
Documento
Autor
Nome completo
Samuel Bynem Belk
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Blikstein, Izidoro (Presidente)
Rozenchan, Nancy
Schmitz, John Robert
Título em português
"A memória e a história do 'Shteitl'na canção popular judaica"
Palavras-chave em português
A dispersão judaica
Análise semiótica de canções
Canções do gueto
Canções populares em ídiche
O fim do "shteitl"
Poetas judeus
Resumo em português
RESUMO Neste trabalho procurei retratar resumidamente a diáspora judaica, desde a destruição do Segundo Templo até a expulsão dos judeus da Europa cristã, culminando com o seu refúgio no leste europeu, especialmente na Polônia e Lituânia. Estes dois reinos, que foram unificados em 1569, passaram para o total domínio russo em 1815. Nesta ocasião os judeus ficaram sujeitos aos novos mandatários e foram confinados no assim chamado Distrito de Residência, em algumas cidades e em aldeias denominadas de shteitlach, na Europa Oriental. Em seguida, apresentei a biografia de alguns poetas populares que viveram nessa região onde houve um enorme desenvolvimento cultural e literário da língua ídiche. (século XIX e começo do século XX). Eles foram especialmente escolhidos por seus trabalhos, que resultaram em canções populares, as quais se espalharam pelo mundo judaico, levando as mensagens do judeu dos shteilach da Europa Oriental do seu modo de vida, de sua religiosidade, seus dramas, as perseguições sofridas e também suas alegrias e suas esperanças. Seguem-se quarenta e sete canções transliteradas e traduzidas para o português, bem como algumas delas devidamente comentadas. Depois, sete canções são analisadas com base na lingüística e semiótica, revelando fatos históricos do povo judeu. O capítulo 4, “O fim do shteitl e as canções do gueto”, com sete canções, retrata o inferno vivido pelos judeus europeus durante a Segunda Guerra Mundial, que se encerra com o bárbaro assassinato de seis milhões de judeus pelos nazistas, marcando quase que em definitivo, o final da literatura poética em língua ídiche. Por fim, uma vasta bibliografia, os créditos relativos às ilustrações utilizadas, bem como um glossário, para melhor entendimento do texto. São apresentados também dois anexos: no Anexo A, um catálogo de seissentas músicas judaicas e, no Anexo B, um livreto com doze músicas, na lingua original,transliteradas e traduzidas para o português, alem das partituras e um CD com as respectivas canções.
Título em inglês
The Memory and History of the "Shtetl" in the Jewish Popular Songs
Palavras-chave em inglês
Jewish pale in Russia during the XIX century
Jewish poets
Popular Yiddish songs
Semiotic analysis of songs
Songs of the ghetto
The end of the "shteitl"
The jewish dispersion
Resumo em inglês
ABSTRACT I tried to portray, concisely, the Jewish Diaspora from the destruction of the Second Temple till the expulsion of the Jews from Christian Europe, that obliged then to be refuge in the western Europe specially in Poland and Lithuania. Both Kingdoms were unified in 1569 and after annexed to the Russian Empire in 1815 that forcing the Jews to live in Pales and inside villages called shteitlach, in Oriental Europe. In the sequence I presented some popular poets biographies, specially chosen by their work, which resulted in popular songs that spread through out the jewish world and showed their way of life, their religiosity, their dilemmas, their persecutions, their happiness and their dreams. Forty-seven songs transliterated and translated to Portuguese (some of that properly commented) are presented. Also seven songs analyzed using linguistics and semiotics methods, from which emerge historical facts of the Jewish people. The Fourth Chapter: “The end of the Shteitl and the Ghetto’s Songs,” containing seven songs, portrays the Holocaust of the Second World War, the murder of six million Jews, which led to the Yiddish poetic literature ending. Finally., there are a large bibliography, credits to the illustrations, and a Glossary, for a better understanding of the text. There are, also, two enclosures: In Enclosure A: A Six-hundred Jewish Songs Catalog. In Enclosure B: A song book and one CD containing Yiddish songs.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
dissertacao_Belk.pdf (9.24 Mbytes)
Data de Publicação
2005-04-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.