• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Alessandro Barnabé Ferreira Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Simas, Monica Muniz de Souza (Presidente)
Feitosa, Márcia Manir Miguel
Fernandes, Annie Gisele
Inacio, Emerson da Cruz
Título em português
Jorge de Sena e a Peregrinação Infecta: das paisagens poéticas que se (não) dão a ver
Palavras-chave em português
Geografia humanista
Jorge de Sena
Paisagens de exílio
Poesia portuguesa
Resumo em português
Jorge de Sena figura como personalidade poética de difícil enquadramento nas searas de produção poética da década de 40 a 60 em Portugal. Não tendo sido um poeta presencista ou neorrealista, nem surrealista ou sequer aderindo fielmente ao fingimento poético de Fernando Pessoa, o poeta português forja uma poética própria a partir da ideia de testemunho e de metamorfose esta avultando como resultado poético do ato ético-estético da poesia, através da simbiose entre sujeito empírico e sujeito poético. Esta dissertação tem por objetivo investigar a (não) figuração de paisagens poéticas relacionadas aos seus destinos de exílio: Portugal, Brasil, e Estados Unidos da América. Ou seja, o que pode ser visto ou aquilo que é escondido destas e nestas paragens de sua peregrinação infecta, encontrada em sua Peregrinatio ad Loca Infecta (1969), diário tornado objeto estético na configuração ética de seu testemunho circunstancial. Para tanto, a investigação apoia-se nos estudos geográficos de orientação humanista-cultural, bem como nos estudos em torno da relação entre escrita poética e paisagem, desenvolvidos pelo crítico francês Michel Collot.
Título em inglês
Jorge de Sena and the Infectious Pilgrimage: unseen poetic landscapes
Palavras-chave em inglês
Humanistic Geography
Jorge de Sena
Landscapes of exile
Portuguese poetry
Resumo em inglês
Jorge de Sena figures as a poetic personality of difficult framing in the poetic scene production from the 40's to 60's in Portugal. He was not a presentialist or neorealist poet, nor surrealist or even adhering faithfully to Fernando Pessoas own poetics. This Portuguese poet forges a poetics of his own from the idea of testimony and metamorphosis which stands as the poetical result of the aesthetic and ethical act of his poetry, that occurring through a symbiosis between the empirical subject and the poetic subject. This thesis investigates the figurations or not of poetic landscapes related to his destinations of exile: Portugal, Brazil, and United States of America. Therefore, what can be seen or what is hidden from these places and in these spaces of his infected pilgrimage, in his Peregrinatio ad Loca Infecta (1969), an infectious diary turned into an aesthetic object in the ethical configuration of his circumstantial testimony. To do that so, this investigation is supported on geographic studies from a humanistic and cultural orientation, and also upon the studies concerning to the relation between poetry and landscape promoted by the French schollar Michel Collot.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.