• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2008.tde-04022009-164221
Documento
Autor
Nome completo
Marcio Jean Fialho de Sousa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Bueno, Aparecida de Fatima (Presidente)
Gregorin Filho, Jose Nicolau
Souza, Raquel dos Santos Madanêlo
Título em português
A postura de Eça de Queirós à luz dos debates educacionais em Portugal
Palavras-chave em português
Debate
Eça de Queirós
Educação
Portugal
Propostas pedagógicas
Resumo em português
A questão educacional sempre foi pauta de debate nos meios intelectuais portugueses do século XVIII e XIX. Muitos se propuseram a escrever e refletir sobre a educação formal em Portugal, porém pouco foi feito de modo efetivo, o que praticamente obrigava os intelectuais a repensarem as suas teorias. Na segunda metade do século XVIII, Ribeiro Sanches e Luís António Verney apresentaram algumas propostas que, posteriormente, acabaram também sendo utilizadas pelo Marquês de Pombal. No século XIX, muitos outros intelectuais colaboraram com esse debate: Mousinho de Albuquerque, Passos Manuel, Castilho, Garrett e Herculano, são alguns dos nomes que trouxeram a questão à baila na primeira metade dos Oitocentos. Já, a partir das Conferências do Casino Lisbonense (1871), outra geração entra em cena e continua fomentando o debate sobre os problemas da instrução pública em Portugal. É a partir dessa época que Eça de Queirós registra seu contributo ao discursar, na famosa conferência, sobre o novo estilo literário e, em seguida, disponibilizar nAs Farpas as suas críticas à educação portuguesa, críticas essas que ganham uma nova roupagem no texto Um gênio que era um santo Antero de Quental, em O francesismo, e nas crônicas destinadas à Gazeta de Notícias do Rio de Janeiro. Dessa forma, o objetivo dessa dissertação é, fundamentalmente, analisar os textos de imprensa de Eça de Queirós que têm como temática primordial a questão educacional portuguesa. Para isso, utilizaremos como corpus de análise os textos reunidos em Uma Campanha Alegre (das Farpas: 1871 1872), publicado em dois tomos, 1890-1891; passaremos, ainda, pelos textos publicados na Gazeta de Notícias do Rio de Janeiro (1880 -1897), posteriormente recolhidos nas coletâneas Cartas de Inglaterra (1905), Ecos de Paris (1905), Cartas Familiares e Bilhetes de Paris (1907), além do Prefácio às Aquarelas de João Diniz (1880) e o texto O francesismo, artigo encontrado entre os papéis do escritor, publicado postumamente em 1912 em Ultimas Páginas.
Título em inglês
Eça de Queirós posture in the presence of educational debates in Portugal
Palavras-chave em inglês
Debate
Eça de Queirós
Education
Pedagogical propose
Portugal
Resumo em inglês
Educational question was always subject of debate among Portuguese intellectuals around 18th and 19th centuries. A lot of intellectuals propose to write and reflect concerning formal education in Portugal, however, practice has done a small matter when the intellectual started to think about new theory. In the 18th century, Ribeiro Sanches and Luís António Verney showed some ideologies that exercised a great influence on the actions of Marquês de Pombal, therefore they provoke expulsion of Jesuits from Portugal. In the 19th century, a lot of another intellectuals introduced educational proposal, such as Mouzinho de Albuquerque, Passos Manuel, Castilho, Garrett, Herculano etc., but its important to remember the contribution of group of Conferências do Casino that have like target, other things, the educational reform. From here Eça de Queirós registers his contribute when he discourses about a new literary style and, right away he shows in As Farpas his criticism about Portuguese education, criticism that receive an other face on text Um gênio que era um santo Antero de Quental, on O francesismo, and on chronicle send to Gazeta de Notícias of Rio de Janeiro. Therefore, the papers target is, fundamentally, to analyze printing press by Eça de Queirós which hás had Portuguese educational debate as main thematic. Then, we will analyze the documents organized on Uma Campanha Alegre (das Farpas: 1871 1872), published in two volumes, 1890-1891; after that, we Will analyze the texts had published on Gazeta de Notícias from Rio de Janeiro (1880 - 1897), afterwards organized on collection Cartas de Inglaterra (1905), Ecos de Paris (1905), Cartas Familiares e Bilhetes de Paris (1907), besides Prefácio às Aquarelas by João Diniz (1880) and O francesismo, article found among authors documents, it published posthumously in 1912 on Ultimas Páginas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-02-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.