• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2011.tde-30092011-162517
Documento
Autor
Nome completo
Tony Monti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Camilo, Vagner (Presidente)
Arêas, Vilma Sant'Anna
Frungillo, Mário Luiz
Guimaraes, Helio de Seixas
Otsuka, Edu Teruki
Título em português
Escritores e assassinos - urgência, solidão e silêncio em Rubem Fonseca
Palavras-chave em português
Conto
Literatura brasileira
Narrativa contemporânea
Rubem Fonseca
Violência
Resumo em português
Esta tese pretende entender a literatura violenta de Rubem Fonseca a partir da comparação entre personagens assassinos e personagens artistas das coletâneas de contos Lúcia McCartney (1967), Feliz ano novo (1975) e O cobrador (1979). Na estrutura das narrativas são destacados os elementos "urgência", "solidão" e "silêncio" como marcas de uma inextensão generalizada que baliza as ações dos personagens e promove uma sensação de aprisionamento no tempo presente. O universo ficcional é confrontado com o contexto histórico definido por um regime político autoritário e um processo acelerado de modernização industrial. Destaca-se nos livros analisados a busca por um narrador que possa lidar com as transições rápidas que caracterizam a atividade dos personagens, e com um tempo extenso necessário à narrativa e à reflexão sobre a violência.
Título em inglês
Writers and murderers - urgency, loneliness and silence in Rubem Fonseca
Palavras-chave em inglês
Brazilian literature
Comtemporary fiction
Rubem Fonseca
Short story
Violence
Resumo em inglês
This thesis aims to understand the violent writings by Rubem Fonseca, based on the comparison between the assassins and the artists as characters on the short stories presents in the books Lúcia McCartney (1967), Feliz ano novo (1975) and O cobrador (1979). From the structure of the narratives, the elements "urgency", "lonelyness" and "silence" are highlighted as signs of a generalized lack of extension that shapes the actions of the characters and promotes the sense of incarceration in the present. The fictional universe is confronted with an historical context defined by an authoritarian political regime and an accelerated process of industrial modernization. It is noteworthy in the analyzed books the search for a narrator that deals with the quick transitions that define the activity of the characters, and with an extense time, needed by the narrative and for the reflection on violence.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
2011_TonyMonti.pdf (643.21 Kbytes)
Data de Publicação
2011-09-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.