• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2013.tde-10122013-122154
Documento
Autor
Nome completo
Ana Lúcia Guimarães Richa Lourega de Menezes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Moraes, Marcos Antonio de (Presidente)
Marques, Ivan Francisco
Pinto Filho, Julio Cesar Pimentel
Rocha, João Cezar de Castro
Secchin, Antonio Carlos
Título em português
Amizade "carteadeira": o diálogo epistolar de Mário de Andrade com o Grupo Verde de Cataguases
Palavras-chave em português
Epistolografia
Grupo Verde de Cataguases
Mário de Andrade
Modernismo brasileiro
Vanguarda
Resumo em português
A presente tese dedicou-se à reunião e ao estudo da correspondência trocada entre o escritor paulista Mário de Andrade (1893-1945) e os rapazes ligados à revista Verde (1927-1929) de Cataguases (MG), a saber: Ascânio Lopes (1906-1929), Camilo Soares (1909-1982), Enrique de Resende (1899-1973), Francisco Inácio Peixoto (1909-1986), Guilhermino Cesar (1908- 1993) e Rosário Fusco (1910-1977). A pesquisa coligiu documentação epistolar inédita dos envolvidos, matéria esparsa em arquivos públicos e privados, tendo em vista a proposta de reconstituição da trama da sociabilidade intelectual e literária na década de 1920. Cumpriramse a transcrição fidedigna, a ordenação cronológica e a anotação exaustiva das cartas, em termos editoriais, segundo pressupostos da crítica textual e dos estudos da epistolografia, resultando em uma seleta que soma 122 cartas e compõe a primeira parte desta tese. Considerando-se o ineditismo das cartas reunidas, vislumbrou-se a possibilidade de uma nova perspectiva de estudo sobre os verdes. Portanto, o trabalho que acompanha o conjunto de cartas está dividido em três tópicos: (a) apresenta os sete correspondentes; (b) investiga em que medida essa documentação auxilia na reconstrução da trajetória do Grupo Verde; e (c) aborda, criticamente, as cartas elementos que propiciam reavaliar a organização dos rapazes como agrupamento de vanguarda, que favoreceram a observação do relacionamento epistolar deles com Mário de Andrade e que ajudaram a avaliar a participação desses escritores no Movimento Modernista brasileiro.
Título em inglês
Friendship by correspondence: epistolary dialogue between Mário de Andrade and Grupo Verde de Cataguases
Palavras-chave em inglês
Brazilian modernism
Epistolography
Green Group from Cataguases
Mario de Andrade
Vanguard
Resumo em inglês
This thesis aimed to collect and study the correspondence between the writer Mário de Andrade (1893-1945) and Ascânio Lopes (1906-1929), Camilo Soares (1909-1982), Enrique de Resende (1899-1973), Francisco Inácio Peixoto (1909-1986), Guilhermino Cesar (1908- 1993) and Rosário Fusco (1910-1977), the writers related to Verde (Green), modernist magazine that was edited by Grupo Verde de Cataguases (Green Group from Cataguases), between 1927 and 1929. In order to restore the peculiarities of the literary and intellectual sociability in the 1920s, this research compiled unpublished epistolary documents and material dispersed in public and private archives. Guided by epistolary study and textual criticism principles, it has been done a trustworthy transcription, a chronological ordering and an exhaustive annotation of the letters. These procedures resulted in a selection of 122 letters that compose the first section of this thesis. Considering the uniqueness of the selected letters, it was able to glimpse the possibility of a new perspective regarding the study of the Grupo Verde de Cataguases. Therefore, the academic work which follows the correspondence was divided into three topics: (a) the introduction of the seven correspondents; (b) the analyse of the extension to which these documents will facilitate the reconstruction of Grupo Verdes trajectory; and (c) the discussion of the letters contents through a critical approach considering the selected letters as elements that allow the reassessment of these writers organization as an avant-garde group, which favor the observation of their epistolary relationships with Mário de Andrade and that help to clarify the Grupo Verde participation in the Brazilian Modernist Movement.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-12-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.