• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2002.tde-17092002-122933
Documento
Autor
Nome completo
Sullivan Silk Pouza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2001
Orientador
Banca examinadora
Souza, Lynn Mario Trindade Menezes de (Presidente)
Duarte, Vera Cabrera
Mór, Walkyria Maria Monte
Título em português
O 'habitus' e o monge: uma análise das contradições das concepções de bons professores de inglês como língua estrangeira.
Palavras-chave em português
ensino/aprendizagem de línguas estrangeiras
mudança de habitus educacional
pedagogia crítica e da possibilidade
pesquisa etnográfica crítica
Resumo em português
A presente dissertação tem como objetivo principal a análise e a discussão das contradições das concepções de bons professores de Inglês como língua estrangeira. Para tanto, realizamos uma pesquisa em que procedemos à coleta de dados, constituídos de observações de aulas de Língua Inglesa (18 horas) e entrevistas com alunos, professores e diretores (20 horas) de duas escolas públicas da grande São Paulo. O quadro teórico-metodológico que fundamenta nosso estudo é baseado na perspectiva etnográfica de pesquisa aplicada à sala de aula, a qual ressalta, principalmente, os aspectos intersubjetivo e ideológico que estruturam os fenômenos sociais. Abordamos, igualmente, o conceito de habitus pedagógico elaborado por Bourdieu e Passeron a fim de investigarmos a nossa hipótese, a saber: como concepções heterogêneas e conflitantes de bons professores de Inglês como língua estrangeira emergem das experiências dos sujeitos que compõem as comunidades escolares estudadas. Dado o caráter instável e conflitante do habitus pedagógico, concluímos que não há evidências de uma interpretação monolítica que possam ser depreendidas dos repertórios discursivos dos alunos, professores e diretores das comunidades escolares. Concluímos, também, a partir das críticas e das re-visões do conceito de habitus, que as questões relacionadas às mudanças sociais e à democracia na educação devem ser entendidas fora da imobilidade social apregoada pelo conceito de habitus, tornando-se necessário ir além dos preceitos difundidos pelas perspectivas reprodutivistas em educação. Propomos esse deslocamento levando em conta os pressupostos da pedagogia crítica e da possibilidade, os quais vislumbram uma conscientização mais democrática e transformadora do processo de ensino/aprendizagem no ensino público.
Palavras-chave em inglês
critical and possibility pedagogies
critical ethnographic research
educational habitus changes
foreign languages teaching/learning
Resumo em inglês
The main purpose of the present dissertation is the analysis and discussion of the contradictory conceptions of good teachers of English as a foreign language. To carry this study out, we focused on the data research analysis which is based on English Language classes observation (18 hours) and interviews with students, teachers and school directors (20 hours) from two state school communities in the greater São Paulo region. Our theoretical and methodological framework includes the ethnographic research perspective and attitude applied to the classroom which postulates principally the inter subjective and ideological character of social phenomena. The concept of pedagogical habitus proposed by Bourdieu and Passeron is put forward in order to investigate our hypothesis, namely, how heterogeneous and conflicting good teachers of English conceptions emerged from the subjects experiences which shape the investigated pedagogical cultural loci. On account of the unstable and conflicting character of the pedagogical habitus, we reach the conclusion that neither a safe ground nor a monolithic interpretation can be visualized in students, teachers and school directors discourse repertoires. It is concluded, through the questioning and re-vision of the habitus concept, that issues of social changes and democracy in education has to be understood out of the social immobility which the habitus concept suggests; furthermore, it is relevant to go beyond the educational reproductive perspectives assumptions as well. Consequently, we propose such a dislocation taking into account the critical and possibility pedagogies insights as a wider response to a more democratic and transformative public schooling education consciousness.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
01tdesullivanpouza.pdf (74.29 Kbytes)
02tdesullivanpouza.pdf (380.59 Kbytes)
03tdesullivanpouza.pdf (936.29 Kbytes)
Data de Publicação
2002-10-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.