• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2012.tde-14032013-124446
Documento
Autor
Nome completo
Reinaldo José Lopes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Esteves, Lenita Maria Rimoli (Presidente)
Caldas Filho, Carlos Ribeiro
Milton, John
Pisetta, Almiro
Volobuef, Karin
Título em português
With many voices and in many tongues: pseudotradução, autorrefração e profundidade cultural na ficção de J.R.R. Tolkien
Palavras-chave em português
Adaptação de textos
Autorrefração
Pseudotradução
Resumo em português
O presente trabalho pretende demonstrar que a pseudotradução (compreendida como a apresentação de um texto ficcional original como se fosse uma tradução de um original que não existe) e a autorrefração (ou seja, a recriação, pelo próprio autor, de um texto seu em outro contexto, formato ou forma literária) são elementos centrais para a poderosa ilusão de profundidade cultural conjurada pela obra de J.R.R. Tolkien. Ao apresentar uma elaborada moldura metanarrativa, que postula a existência de manuscritos antigos, longas cadeias de transmissão e adaptação de textos e múltiplos idiomas nos quais essa transmissão se dá, Tolkien dá um passo crucial para aproximar sua obra das mitologias reais.
Título em inglês
With many voices and in many tongues: pseudotranslation, self-refraction and cultural depth in the works of J.R.R. Tolkien
Palavras-chave em inglês
Adaptation of texts
Pseudotranslation
Self-refraction
Resumo em inglês
This dissertation aims to show that pseudotranslation (defined as the presentation of an original, fictional text as a translation of a foreign text that does not actually exist) and self-refraction (that is, the recreation, by the author himself, of one of his texts in a different cultural context, format or literary form) are key elements for the powerful illusion of cultural depth conjured up by the works of J.R.R. Tolkien. By presenting an elaborate metanarrative framework and postulating the existence of ancient manuscripts, long chains of cultural transmission and adaptation and multiple languages in which such transmission occurs, Tolkien takes a crucial step to bring his works to the same level of real mythologies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-03-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.