• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-28062018-102808
Documento
Autor
Nome completo
Cibelle Correia da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Kulikowski, Maria Zulma Moriondo (Presidente)
Couto, Leticia Rebollo
Modesto, Artarxerxes Tiago Tacito
Santoro, Elisabetta Antonietta Rita Maria Carmela
Silva, Luiz Antonio da
Título em português
Crítica e (des)cortesia: um estudo contrastivo em corpus de cinema - Buenos Aires e São Paulo
Palavras-chave em português
Atos de fala
Cortesia
Crítica
Descortesia
Pragmática sociocultural
Resumo em português
Esta pesquisa se fundamenta, principalmente, na pragmática sociocultural. Nessa perspectiva, a interpretação da cortesia e da descortesia deve ser realizada a partir de relações entre o linguístico e o sociocultural. Em consonância com essa perspectiva, esta tese objetiva verificar, de modo contrastivo, em corpus do espanhol argentino e do português brasileiro, como está formulado linguisticamente o ato de fala da crítica, quais as possibilidades de respostas a esse ato e quais os efeitos de (des)cortesia presentes nos intercâmbios analisados. Por fim, visa comparar, de modo breve, algumas análises com as percepções dos juízes (informantes) obtidas a partir do método de consulta (BRAVO, 2009). Nosso corpus argentino é formado por 15 cenas do filme FRANCIA (2009) e nosso corpus brasileiro é formado por 14 cenas do filme LINHA DE PASSE (2008). Nesses corpora, selecionamos o ato de fala da crítica em cenas ocorridas em dois âmbitos: o privado e o público. Nossa proposta metodológica é composta, basicamente, por quatro etapas. A primeira e a segunda consistem em analisar linguisticamente em cada corpus o ato de fala da crítica e suas reações a partir do cotexto e do contexto explicitados durante a análise, e a partir dessas trocas interpretar o efeito de (des)cortesia. A terceira etapa consiste em comparar nossa interpretação com a percepção de juízes (informantes) de cada língua, a partir de resultados do método de consulta. A última etapa consiste em tecer comparações entre o âmbito privado e público de cada idioma, para por fim, comentar diferenças e semelhanças entre os dois idiomas. Os resultados da comparação entre os âmbitos em cada idioma demonstram que não há diferenças significativas entre os âmbitos. Quanto aos tipos de críticas, percebemos que, mais do que a influência dos âmbitos, fatores como o grau de compromisso afetivo, a simetria ou assimetria na relação entre os interlocutores, o grau de problematicidade temática da interação, ou seja, da conflituosidade da interação e questões culturais são determinantes nas escolhas linguísticas dos falantes fictícios ao criticar. Acerca das reações, tanto no âmbito privado como no público, predominam as Defesas, dada a natureza ameaçadora do ato de fala da crítica. No que se refere à FRANCIA EA em comparação com LINHA DE PASSE PB, os resultados da análise linguística e sociocultural sinalizam que não há muitas diferenças no modo como argentinos e brasileiros formulam linguisticamente a crítica, mas há diferenças importantes no modo como ambas as nacionalidades reagem a esse ato de fala, diferenças essas, de modo geral, relacionadas às premissas culturais de cada comunidade de fala.
Título em inglês
Criticism and (im)politeness: a contrastive study in a cinema corpus - Buenos Aires and São Paulo
Palavras-chave em inglês
Criticism
Impoliteness
Politeness
Sociocultural pragmatics
Speech acts
Resumo em inglês
This research is mainly based upon sociocultural pragmatics. In this perspective, the interpretation of politeness and impoliteness has to be done from the relations between linguistic and socialcultural contexts. According to this view, this thesis aims at showing, in a contrastive way, in an Argentinian Spanish corpus and in a Brazilian Portuguese corpus, how speech acts about criticism are linguistically formulated, what the possible responses to these acts are and what (im)politeness effects are present in the analysed exchanges. At last, it focuses on briefly comparing some analyses with judges (informants) perceptions gotten by the consulting method (BRAVO, 2009). Our Argentinian corpus is composed by 15 scenes of the film FRANCIA (2009) and our Brazilian corpus consists of 14 scenes of the film LINHA DE PASSE. In these corpora we have selected speech acts about criticism in scenes that happened in two situations: privately and publicly. Our methodological proposal is basically composed by four phases. The first and the second ones consist of linguistically analysing in each corpus the speech acts about criticism and their reactions established in the co-text and set in the context during the analysis, and interpreting the effect of (im)politeness in these turn exchanges. The third phase consists of comparing our interpretation with judges (informants) perceptions in each language, considering the results from the consulting methods. The last phase consists of making comparisons between the private and the public contexts in each language in order to, at last, comment on differences and similarities between the two languages. The results in the comparison between the contexts in each language show that there are not significant differences in the contexts. As far as the types of criticism are concerned, we see that, more than the influence of the contexts, elements like the degree of affective commitment, the symmetry or asymmetry in the relation among speakers, the degree of theme problems in the interaction, that is, the conflicts in the interaction and the cultural issues are crucial in the linguistic choices the fictional speakers make when criticizing. About reactions, both in the private and in the public contexts, Defenses predominate, due to the threatening nature of the speech act of criticism. Particularly for FRANCIA EA (argentinian spanish) in comparison with LINHA DE PASSE PB (brasilian portuguese), the results of the linguistic and sociocultural analyses show that there are not many differences in the way Argentinians and Brazilians express criticism linguistically, but there are important differences in the way these peoples respond to this type of speech act, which, in general, are concerned with cultural premises specific to each speaking community.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-06-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.