• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2011.tde-04042012-154445
Documento
Autor
Nome completo
Joyce Villela de Andrade
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Fanjul, Adrian Pablo (Presidente)
Celada, Maria Teresa
Payer, Maria Onice
Título em português
As expressões idiomáticas do português do Brasil e do espanhol da Argentina: recurso complementar para a construção de uma argumentação irônica, implicações e usos
Palavras-chave em português
expressões idiomáticas
ironia
língua espanhola
memória discursiva
textos opinativos
Resumo em português
As expressões idiomáticas (EIs), com suas características peculiares, são utilizadas com certa frequência como recurso para a construção da argumentação irônica em textos opinativos. Este trabalho pretendeu analisar, com base nos estudos discursivos, as consequências de seu emprego. Nosso primeiro passo foi diferenciá-las de outros conceitos como os provérbios, ditos populares, frases feitas. Consideramos três como as principais características identificadoras de uma EI: combinabilidade de no mínimo duas palavras, idiomaticidade e inserção dentro de uma memória da língua e discursiva. Num segundo momento investigamos as características presentes nos textos opinativos de jornais, como a Folha de São Paulo e o Clarín de Buenos Aires, para que se pudesse justificar a presença das EIs. Tal investigação nos levou a associar a sua presença ao surgimento da ironia. Características como a mudança de registro, a necessidade de inscrever-se dentro de uma memória discursiva que possa ser compartilhada entre enunciador e enunciatário são as mais evidentes. As EIs, ao serem incorporadas a um discurso, podem sofrer algumas modificações que as relacionam à enunciação, como por exemplo, inserções de palavras ou substituições de outras. São reformulações que se apresentam a fim de melhor contribuírem para a construção de uma argumentação irônica que exigem do enunciador e enunciatário uma capacidade discursiva essencial para que possam atingir sua plenitude semântica. A observação das EIs, nos levou, também, a questionar o modo peculiar como a sua reformulação se apresenta. Concluímos que elas estão muito além de lugares comuns; podem, com seu jogo entre transparente/idiomático, coloquial/institucional, exercer um papel significativo para que se possa instaurar a ironia, revelando-se como importantes elementos participantes da memória de uma língua.
Título em inglês
The idiomatic expressions of the portuguese of Brazil and the spanish of Argentina: additional resources to build an ironic argument, implications an uses
Palavras-chave em inglês
discursive memory
idiomatic expressions
irony
opinionated texts
spanish language
Resumo em inglês
The Idiomatic Expressions (IE) with their peculiar characteristics, are used quite frequently as a resource for the construction of ironic argumentation in opinionated texts. This research aimed to analyse, based on discursive studies, the consequences of their use. Our first step was to differentiate them from other concepts like proverbs, sayings, ready-made expressions . We considered three of them as the main identifiers of an Idiomatic Expression: combinability of at least two words, idiomaticity and insertion in the memory of the language and in the discursive memory . Our second step was to investigate the characteristics present in opinionated texts in newspapers such as a Folha de São Paulo and a Buenos Aires newspaper, Clarín, so that the presence of IE could be justified. Such investigation led us to associate their presence with the appearance of irony. Characteristics such as the change of register , the necessity of inscribing itself in a discursive memory that could be shared between the enunciator and enunciatee are the most evident. When IE are incorporated into a discourse, they can undergo some modifications that relate them to the enunciation, like for example, the insertion of words or substitution of others. These are reformulations thar arise in order to make a major contribution to the construction of a an ironic argumentation that demand of the enunciator and the enunciatee essencial discursive skills so that they can reach their semantic fullness. The observation of IEs also led us to question the peculiar way how their reformulation arises We conclude they are far beyond common places, they can, with their game between transparent/idiomatic, colloquial/institutional, exert a significant role so that irony can be established, constituing themselves as important integrated elements in the memory of a language.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-04-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.