• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2019.tde-14032019-112338
Documento
Autor
Nome completo
David Edson Farah
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Glenk, Eva Maria Ferreira (Presidente)
Battaglia, Maria Helena Voorsluys
Módolo, Marcelo
Schröder, Ulrike Agathe
Título em português
Dinâmica de forças como base conceitual para a causalidade: um estudo em gramática cognitiva sobre as conjunções causais do alemão
Palavras-chave em português
Causalidade
Conectores oracionais
Dinâmica de forças
Gramática cognitiva
Semântica cognitiva
Resumo em português
A presente tese de doutorado tem por objetivo (i) Descrever o significado das conjunções causais da língua alemã por meio dos recursos fornecidos pelo Modelo da Dinâmica de Forças no contexto da Gramática Cognitiva; e (ii) explicar a multiplicidade de conjunções causais na língua alema a partir de diferentes arranjos de perspectiva conceitual evocados pelas diferentes conjunções que atendem diferentes necessidades comunicativas dos participantes de uma interação linguística. Para tanto, desenvolve um modelo de análise elaborado a partir dos conceitos teóricos da Gramática Cognitiva (Langacker 1987, 1991, 2008) e do Modelo da Dinâmica de Forças (Talmy 1988) para as conjunções causais da língua alemã contemporânea (da, denn e weil ). A Gramática Cognitiva e a Dinâmica de Forças são abordagens da Linguística Cognitiva para a gramática e compartilham a concepção de que a experiência humana com a realidade fornece o substrato conceitual que molda o significado linguístico. Elas também compartilham a noção de que as interações mediadas por força representam um ponto-chave conceitual para a descrição do significado de classes gramaticais variadas como, por exemplo, verbos modais e causativos, preposições, advérbios e conjunções. A pesquisa aqui apresentada faz um levantamento dos recursos teóricos empregados pela Gramática Cognitiva e elabora a partir de ocorrências extraídas de textos jornalísticos uma descrição do significado das conjunções causais da, denn e weil em que a Dinâmica de Forças figura como base conceitual a partir da qual as chamadas operações de perspectivação conceitual (construal operations) estruturam os conteúdos relevantes para a diferenciação de cada uma das conjunções. Essa diferenciação, segundo sugere este trabalho, está relacionada ao fato de que cada uma das conjunções reside essencialmente no fato de que cada uma acessa a base conceitual (dinâmica de forças) a partir perspectivas diferentes, adequadas a situações comunicativas diversas e visa estabelecer entre falante e ouvinte uma melhor troca de informações acerca daquilo que compartilhando em sua interação linguística.
Título em inglês
Force dynamics as conceptual base for causality: a cognitive grammar study about the causal conjunctions in German
Palavras-chave em inglês
Causality
Cognitive grammar
Cognitive semantics
Force dynamics
German
Sentence connectives
Resumo em inglês
The present doctoral dissertation aims (i) a description of the meaning of the German causal conjunctions in terms of force-dynamic patterns and construal operations; as well as (ii) an explanation for the multiplicity of causal conjunctions based on the notion that construal can impose different conceptual strutuctures to the same conceptual basis, resultuing in different perspectives over causality, perfiled by the conjunctions of a language. In order to fulfill this purpose, I develop an analisys model based on the theoretical concepts of Cognitive Grammar (Langacker 1987, 1991, 2008) and the Force Dynamics Model (Talmy 1988) for the causal conjunctions of the contemporary German language (da, denn and weil). Cognitive Grammar and Force Dynamics are approaches based on the Cognitive Linguistics framework to grammar and share the view that the human experience of reality provides the conceptual substrate that shapes linguistic meaning. They also share the notion that the conception that force-mediated interactions represent a reference point for describing the meaning of several grammatical classes, such as modal and causative verbs, prepositions, adverbs, and conjunctions. This research uses the theoretical resources used by Cognitive Grammar in order to elaborate a description of the meaning of the causal conjunctions da, denn and weil. It is argued that the conceptual basis of these conjunctions consists of a force-dynamic pattern accessed by the so-called construal operations. The construal operations structure the content of the conceptual basis in different ways. It is argued in the the present research that different conceptual structures imposed by construal can be related to the multiplicity of causal conjunctions in contemporary German. Thus, da, denn and weil serve to the conceptualization of diverse communicative situations in which the speaker attempts to convey specific causal information to the listener about the objective scene they are conceptualizing in the linguistic interaction.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-03-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.