• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2011.tde-30082011-152606
Documento
Autor
Nome completo
Claudia Bergamini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Manoel Mourivaldo Santiago (Presidente)
Cox, Maria Inês Pagliarini
Pagotto, Emilio Gozze
Título em português
Aspectos semântico-lexicais da lingua Portuguesa falada por universitários de Maputo - Moçambique
Palavras-chave em português
Geolinguística
Língua Portuguesa
Maputo-Moçambique
Semântico-lexical
Sociolinguística
Resumo em português
Esta dissertação tem por objetivo descrever o léxico da Língua Portuguesa falada por universitários de Maputo, Moçambique. Sob um viés sincrônico, o método de coleta de dados agrega pressupostos teóricos da Geolinguística e da Sociolinguística variacionista, cujo produto é um Questionário Semântico-Lexical QSL, de modelo onomasiológico, dividido por campos semânticos. As bases teóricas da Geolinguística são fornecidas por Brandão (1991), e as da Sociolinguística são embasadas em Tarallo (2004). O aparato cultural e histórico de Maputo é delimitado pelas considerações de Firmino (2006), Gonçalves (1995), e Mondlane (1995). O público alvo para aplicação do inquérito é constituído de sujeitos que estejam cursando ou tenham concluído o ensino superior, identificados como público universitário, com, no mínimo, 10 anos de vida escolar, divididos equitativamente em homens e mulheres de três faixas etárias (18 a 29 anos; 30 a 44 anos; 45 anos ou mais). A partir desta pesquisa será possível identificar peculiaridades intrínsecas ao processo de formação do léxico dos universitários de Maputo, contribuindo, assim, para a descrição e estudo do português falado em Moçambique.
Título em inglês
Lexical-Semantic aspects of the Portuguese spoken by university students in Maputo Mozambique.
Palavras-chave em inglês
Geolinguistics
Lexical-semantic
Maputo-Mozambique
Portuguese
Sociolinguistics
Resumo em inglês
This dissertation aims to describe the lexicon of Portuguese spoken by university students in Maputo, Mozambique. Under a synchronic bias, the method of data collection combines theoretical principles of Geolinguistics and variational Sociolinguistics, whose product is a Lexical-Semantic Questionnaire - QSL, onomasiological model, divided by semantic fields. The theoretical basis of Geolinguistics are provided by Brandão (1991), and of Sociolinguistics are based on Tarallo (2004). The cultural and historic apparatus of Maputo is delimited by considerations of Firmin (2006), Gill (1995), and Mondlane (1995). The target audience for the survey consists of persons who are completing or have completed higher education, identified as a university students, with at least 10 years of school life, divided equally in men and women, in three age groups (18 to 29 years, 30 to 44 years, 45 years or older). From this research can be identified peculiarities inherent to the formation of the lexicon of students in Maputo, thus contributing to the study and description of the Portuguese spoken in Mozambique.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-08-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.