• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2015.tde-29072015-150637
Documento
Autor
Nome completo
Orasir Guilherme Teche Cális
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Correa, Manoel Luiz Goncalves (Presidente)
Brandao, Helena Hathsue Nagamine
Fiad, Raquel Salek
Goldstein, Norma Seltzer
Mendonça, Marina Célia
Título em português
Quando as memórias são a matéria: memoriais de professoras alfabetizadoras e instabilidade genérica
Palavras-chave em português
Alfabetização e letramento
Formação de professoras
Gêneros do discurso
Instabilidade genérica
Memoriais
Práticas de ensino e de escrita
Resumo em português
Tomando como ponto de partida a crítica às perspectivas que fazem prevalecer os aspectos estáveis dos gêneros discursivos em detrimento da fluidez que os relativiza, a presente pesquisa dá relevo aos elementos instáveis desse processo conjugando, a um só tempo, traços contínuos mais propensos à referida estabilização dos gêneros e descontínuos mais afeitos àquilo que chamo de instabilidade genérica. Do ponto de vista do processo de produção dos gêneros do discurso, a instabilidade genérica se inscreve no texto segundo diferentes marcas enunciativo-discursivas, assinalando pontos de ruptura e evidenciando um funcionamento marcado mais pela permanente incompletude do que pela pretensa fixidez de seus contornos. Parte-se da análise de corpus constituído por um conjunto de 84 textos produzidos, no ano de 2006, por professoras alfabetizadoras em um curso de formação (promovido pela Prefeitura Municipal de Cubatão-SP) chamado Letra e vida. Por ocasião desse curso, foi solicitado às participantes que redigissem, como atividade inicial, suas memórias de alfabetização, textos a partir dos quais elas deveriam reconstruir, preferencialmente de forma literária, as lembranças do tempo em que foram alfabetizadas. A partir dessa proposta, em que já se depreende um primeiro traço da instabilidade genérica (o diálogo com a esfera literária), delineia-se uma tensão inicial entre as memórias propriamente ditas, tomadas aqui, ao menos em um de seus sentidos, como processo de registro das lembranças, e os memoriais, gêneros efetivamente produzidos, tomados, neste caso, enquanto produto, ainda que provisório, daquele registro. Buscando comprovar que a instabilidade genérica é a propriedade definidora do gênero memorial, são eleitos metodologicamente dois campos de observação para a análise dos memoriais: o campo das vozes das memórias, em cujos domínios a instabilidade genérica manifesta-se no modo pelo qual as relações intergenéricas se marcam no fio textual-discursivo dos memoriais os gêneros do discurso sempre em vias de se tornarem outro gênero - e o campo do tempo das memórias, domínio no qual a instabilidade genérica é captada por meio do traço mais singular dos memoriais aqui analisados: o inescapável diálogo estabelecido entre o passado e o presente. Esses dois aspectos possibilitam situar o regime de instabilidade do gênero memorialístico, segundo a dinâmica constitutiva dos encontros (e eventuais sobreposições) de diferentes vozes e de diferentes temporalidades. Além da defesa da instabilidade genérica para o gênero memorial, o trabalho abre, ainda, a possibilidade de ampliar essa constatação para outros gêneros do discurso.
Título em inglês
When the memories are the matter: kindergarten teacher memorials and generic instability
Palavras-chave em inglês
Generic instability
Literacy
Memorials
Speech genres
Teachers training
Teaching practices and writing
Resumo em inglês
Considering the criticism of perspectives as a starting point which causes the stable aspects of genres at the expense of fluidity that relativizes, this research emphasizes unstable elements combining process, at the same time, continuous lines - more prone to that stabilization of genres - and discontinuous and used to what I call generic instability. From the production of genres discourse point of view, the generic instability falls within the text as reported by different enunciative-discursive marks, indicating breaking points which prove a functional permanent incompleteness marked by the supposed fixity of its contours. This research starts with the corpus analysis of a group of 84 texts produced in 2006, by kindergarten teachers taking a course called Letra e Vida which was sponsored by Cubatão City Hall. In the beginning, this group of teachers was asked to draft some of their memories from the time when they first started to learn how to write considering literacy (ability to read and write) forms if possible. From that point, in which appears from a first feature of the generic instability (dialogue with the literary sphere), an initial tension is outlined between the memories themselves, at least in one of its senses as a memory recording process and memorial genres actually produced and seen as a product of that record. Furthermore, in order to prove that the generic instability is the defining property of the memorial genre, two fields of observation are chosen methodologically with the purpose of analyzing memorials such as the voices of memories field in which the domain of generic instability manifests itself through intergeneric ways and are marked in the text and the memorial discourse lines - the speech genres always follow routes that turn them into another genre and the time of memories field, an area in which the generic instability is captured through the most unique feature seen in this research: the inescapable dialogue established between the past and the present. These two aforementioned aspects place the memorialistic gender instability system along with the constitutive dynamics of different voice encounters within different time frames. Besides the thesis of generic instability for the memorial genre, this work leaves the gap open to various other possibilities of amplifying the observation to other genres of discourse studies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-07-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.