• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2012.tde-12092012-095311
Documento
Autor
Nome completo
Álvaro Fernando Rodrigues da Cunha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Ferreira Netto, Waldemar (Presidente)
Almeida, Manoel Mourivaldo Santiago
Amado, Rosane de Sa
Limberti, Rita de Cássia Aparecida Pacheco
Vieira, Maressa de Freitas
Título em português
Narrativa na (língua judaico-marroquina) hakitía
Palavras-chave em português
Escrituralidade
Língua hakitía
Oralidade
Tradição oral
Resumo em português
Esta pesquisa tem por objetivo estudar os aspectos da tradição oral das narrativas em língua hakitía, falada por judeus brasileiros ascendentes de marroquinos residentes em Santarém, Pará. Seriam essas narrativas veículo de manutenção e divulgação da identidade étnica do grupo que a fala, de modo a possibilitar o estabelecimento e a paridade absoluta nas diferentes circunstâncias de mudança política e social à que se submetem? Em tese, são falantes linguisticamente diferenciados, pois a língua que falam no cotidiano é diferente da portuguesa brasileira e, aparentemente, têm o predomínio da Tradição Oral nas formas de transmissão cultural. A análise foi feita a partir de narrativas orais tomadas em trabalho de campo e interpretadas à luz das propostas de BRUNER (1991); LABOV (1997) e VANSINA (1982). Acrescida da proposição de cruzamento feita pelo autor da tese.
Título em inglês
Narrative in the (judeo-moroccan language) hakitía
Palavras-chave em inglês
Hakitia language
Oral tradition
Orality
Writing
Resumo em inglês
This research aims at studying features of the traditional oral narratives of the Hakitia language, spoken by Brazilian Jews of Maroccan origin living in Santarém, Pará, Brazil. Would those narratives be a means of maintaining and promoting the ethnic identity of the community that speaks the Hakitia language in order to reassure their cultural heritage and uniqueness amongst different circumstances of political and social changes to which they have been exposed? We verify that they are speakers linguistically differentiated, since their daily language is different from the Portuguese spoken in Brazil, and, apparently, they rely heavily on the Oral Tradition to hand on their culture. Firstly, the analysis was carried out based on oral narratives collected by means of field research, and interpreted in the light of theories formulated by BRUNER (1991); LABOV (1997); and VANSINA (1982). Secondly, the analysis was enriched by the contributions of the researcher of this thesis after carefully crossing the data and their theoretical underpinnings.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-09-12
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • CONCEIÇÃO, G. M., et al. Relações entre variação de gênero e variação tonal na fala de língua portuguesa do Brasil. Revista Symposium (Lavras) [online], 2008, vol. 6, p. 70-73. Dispon?vel em: http://www.fadminas.org.br/symposium/12_edicoes/artigo_9.pdf.
  • CUNHA, A., et al. Relações entre variação de gênero e variação tonal na fala de Língua Portuguesa do Brasil. In IV Congresso Internacional de Fonética e Fonologia, Niteróis, 2008. Caderno de Resumos.Niterói : UFF, 2008. Resumo. Dispon?vel em: http://sites.google.com/site/exprosodia/.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.