• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2009.tde-11092009-162050
Documento
Autor
Nome completo
Rosicleide Rodrigues Garcia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Manoel Mourivaldo Santiago (Presidente)
Assalim, Clarice
Viaro, Mario Eduardo
Título em português
Para o estudo da formação e expansão do dialeto caipira em Capivari
Palavras-chave em português
Dialeto caipira
Dialetologia
Filologia
Linguística histórica
Variantes linguísticas
Resumo em português
Este trabalho compõe o projeto "Formação e expansão do português paulista ao longo do Rio Tietê a partir do séc. XVII", sendo um subprojeto do Projeto Caipira, que está desenvolvendo pesquisas relacionadas à comunidade linguística de São Paulo por pessoal ligado basicamente ao Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da USP. Dentre as cidades estudadas está a região de Capivari, situada a 108 quilômetros de São Paulo, cidade do imortal Amadeu Amaral, autor da obra O Dialeto Caipira (1920), primeiro estudo a preocupar-se com a diversidade do falar paulista. Esta dissertação tem como proposta a busca exaustiva de variantes fonéticas em documentos cartoriais do século XIX, de modo a expressar (ou não) os estudos dialetais feitos pelo autor em questão, demonstrando o que já pertencia à língua antes de suas observações, pois os fólios datam de anos anteriores ao seu nascimento. Embora sejam documentos que, por serem escritos por pessoas supostamente alfabetizadas, hipoteticamente podem denotar a norma culta escrita de então, é possível encontrar neles características dialetais apontadas por Amaral, como veremos. Para contemplar o estudo sobre a linguagem atual da região, também se realizou um breve exame do falar dos capivarianos, cotejando a locução atual com as variantes registradas nos fólios e mostrando, assim, o que permaneceu no dialeto após quase um século da publicação do livro. Sendo um trabalho comparativo, seguiremos o caminho feito por Amaral (1920) em seu capítulo sobre Fonética: falaremos da generalidade do falar dos habitantes, dos fonemas e suas alterações normais, das vogais, grupos vocálicos, consoantes e modificações isoladas. Assim, o trabalho objetiva mostrar que muitos dos fenômenos linguísticos que observamos atualmente no português também podem ser vistos registrados em fases anteriores da língua, como comprova os documentos do século XIX, e embora nossa língua mude, ainda guarda muitos traços de nossos antepassados. E ainda, apesar de o estudo ter sido feito tomando a cidade de Capivari e a obra de Amadeu Amaral como guia, ele também representa a realidade de muitas outras cidades de São Paulo e do Brasil, as quais mantêm em seus dialetos locais os apontamentos vistos aqui.
Título em inglês
To studies of formation and expansion of the rustic dialect in Capivari
Palavras-chave em inglês
Caipira dialect
Dialectology
Historical linguistic
Linguistic variants
Philology
Resumo em inglês
This essay belongs to Formation and Expansion of Paulista Portuguese through Tietê river since 19th century project, and it is also a subproject of Caipira Project, which is developing researches in the linguistic community in São Paulo by people of the Department of Classic and Vernaculars Letters of USP. Capivari is among the studied cities and it is located 108 kilometers from São Paulo, city of the Immortal Amadeu Amaral, author of the book O Dialeto Caipira (The Caipira Dialect), 1920 first study of the paulista speaking diversity this essay does an exhaustive searching for phonetic variants on register officers documents from 19th century in order to show (or not) the dialect studies made by the author, demonstrating elements that belonged to idiom after his observations, because the folios are very antique. Although the documents were written by persons supposedly literate, hypothetically they may denote the cultural norms of writing and you can find them dialects characteristics identified by Amaral, as we shall see. To complete the study about the language nowadays, it was done a brief exam of capivariano speak, comparing the actual locution to registered variants on the folios to show what has continued in the dialect before around one century of the book publication. Being a comparative dissertation, the essay was followed the chapter about Phonetic of Amarals book (1920): we talk about the generality of the capivariano speak, phonemes and its normal modifications, vowels, vowel groups, consonants and disconnected variations. Thus, the study aims to show that many linguistic phenomena that we observe today in Portuguese can also be seen recorded in previous stages of language justified on the 19th century documents and, even though our language is developing, it is keeping many characteristics of our ancestors. And although the research had seen done in Capivary and following Amadeu Amarals book, the studies show the reality of many São Paulo and Brazil cities, which have many observations in their dialects that were showed here.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-09-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.