• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Artinésio Widnesse Saguate
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Correa, Manoel Luiz Goncalves (Presidente)
Brito, Luiz André Neves de
Galli, Fernanda Correa Silveira
Goldstein, Norma Seltzer
Jurado Filho, Lourenço Chacon
Título em português
O Português Makhuwa: representação escrita e proposta de exercícios didáticos no ensino bilíngue
Palavras-chave em português
Emakhuwa
Ensino bilíngue
Escrita
Moçambique
Português
Resumo em português
Quando, em 1975, Moçambique se tornou independente de Portugal, adotou o português como língua oficial, num contexto multilíngue. Na educação formal, o português era a única língua de ensino, apesar de a maioria das crianças tê-lo como língua segunda. A partir da década de 2000, o País instituiu o ensino bilíngue: português e algumas línguas nativas uma das quais é o emakhuwa. Contudo, no processo de ensino-aprendizagem do português, particularmnte em seu modo de enunciação escrito, tende-se a desconsiderar a heterogeneidade dessa língua; e a heterogeneidade entre essa língua e as línguas nativas particularmente o emakhuwa; e, ainda, a heterogeneidade da própria escrita. Entretanto, partindo de textos (escritos), produzidos por alunos de duas escolas do ensino bilíngue (português-emakhuwa), foi possível constatar representações linguístico-discursivas que sugerem o modo singular de constituição dessa heterogeneidade. Assim, o presente estudo questiona: a) como se manifesta essa heterogeneidade nas formas linguísticas e nos fatos discursivos; b) como ela é representada na escrita do português no ensino bilíngue?; c) que propostas didáticas para a representação linguístico-discursiva da língua, das línguas e da escrita no ensino bilíngue (português-emakhuwa)? De modo geral, objetiva-se: a) investigar como os diferentes fatores linguístico-discursivos concorrem para a representação da língua, das línguas e da escrita no ensino bilíngue; e b) mostrar como a abordagem da língua, das línguas e da escrita no ensino bilíngue deve priorizar e tratar de forma crítica a heterogeneidade (da língua, entre as línguas e da escrita) de modo a melhorar o ensino-aprendizagem das línguas, em geral, e do português, em particular, no modo de enunciação escrito. Especificamente, objetiva-se: a) descrever a heterogeneidade entre o português e as línguas nativas (particularmente o emakhuwa) na escrita do português; b) sistematizar a representação escrita na heterogeneidade entre o português e o emakhuwa; c) fornecer aos professores do ensino bilíngue (particularmente do ensino bilíngue português-emakhuwa) subsídios didáticos no tratamento da representação das formas linguísticas e dos fatos discursivos em sala de aula. Os resultados confirmam as seguintes hipóteses: a) a heterogeneidade linguística em Moçambique se manifesta como constitutiva na relação português-línguas nativas; b) na heterogeneidade entre o português e o emakhuwa, é, essencialmente, em emakhuwa o lugar de enunciação dos alunos, inclusive no tocante à representação escrita. O estudo se baseia nas teorias da variação linguística (LABOV, 1972), do dialogismo (BAKHTIN, 1992) e da heterogeneidade da escrita (nos moldes defendidos por Corrêa (2004)). Da análise feita (na escrita do português), constata-se: a) a circulação dialógica do aluno i) da matriz fonológica e morfossintática do emakhuwa para o português, ii) da fala do emakhuwa para a escrita do português, iii) da fala do português para a escrita do português, iv) da escrita do emakhuwa para a escrita do português; b) maior valorização do português em relação às línguas nativas, em geral, e ao emakhuwa, em particularmente.
Título em inglês
The Makhuwa Portuguese: written representation and proposal of didactic exercises in bilingual education
Palavras-chave em inglês
Bilingual education
Emakhuwa
Mozambique
Portuguese
Writing
Resumo em inglês
When, in 1975, Mozambique became independent of colonialism, it adopted Portuguese as its official language in a multilingual context. In formal education, Portuguese was the only language of instruction, although most children have it as a second language. From the 2000s, the country instituted bilingual education: Portuguese and some native languages - one of which is emakhuwa. However, in the teaching-learning process of Portuguese, particularly in its written enunciation mode, it tends to disregard the heterogeneity of that language; and the heterogeneity between this language and the native languages - particularly the emakhuwa; and the heterogeneity of writing itself. However, from written texts produced by students of two schools of bilingual education (Portuguese-emakhuwa), it was possible to verify linguistic-discursive representations that suggest the singular way of constitution of this heterogeneity. Thus, the present study questions: a) how this heterogeneity manifests itself in linguistic forms and in discursive facts; b) how is it represented in Portuguese writing in bilingual education ?; c) which didactic proposals for the linguistic-discursive representation of the language, the languages and the writing in the bilingual teaching (Portuguese-emakhuwa)? In general, it aims to: a) investigate how the different linguistic-discursive factors contribute to the representation of language, languages and writing in bilingual education; and b) to show how the approach to language, languages and writing in bilingual education should prioritize and critically address heterogeneity (of language, between languages, and of writing) in order to improve language teaching and learning in general , and Portuguese, in particular, in the written enunciation mode. Specifically, I aim to: a) describe the heterogeneity between Portuguese and native languages (particularly of the bilingual education) in Portuguese writing; b) systematize the written representation in the heterogeneity between Portuguese and emakhuwa; c) to provide teachers of bilingual education (particularly Portuguese-emakhuwa bilingual education) with teaching subsidies in the treatment of the representation of linguistic forms and discursive facts in the classroom. The results confirm the following hypotheses: a) the linguistic heterogeneity in Mozambique manifests itself as constitutive in the Portuguese-native languages relation; b) in the heterogeneity between the Portuguese and the emakhuwa, it is essentially in emakhuwa the place of enunciation of the students, including in relation to the written representation. The study is based on theories of linguistic variation (LABOV, 1972), dialogism (BAKHTIN, 1992) and the heterogeneity of writing (in the forms defended by Corrêa (2004)). From the analysis made (in Portuguese), it was possible to observe: a) the dialogical circulation of the student i) from the phonological and morphosyntactic matrix of emakhuwa to Portuguese, ii) from the speech of emakhuwa to Portuguese writing, iii) from the speech of Portuguese for writing in Portuguese, iv) from the speech of emakhuwa writing for writing in Portuguese; b) greater appreciation of Portuguese in relation to native languages in general, and emakhuwa in particular.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.