• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2014.tde-26052014-121524
Documento
Autor
Nome completo
Lucas Takeo Shimoda
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Tatit, Luiz Augusto de Moraes (Presidente)
Beividas, Waldir
Dietrich, Peter
Título em português
O estatuto conotativo do timbre em semiótica da canção
Palavras-chave em português
Canção
Conotação
Semiótica
Semiótica da canção
Timbre
Resumo em português
O presente trabalho tem como objetivo discutir o papel do timbre no edifício teórico da Semiótica da Canção, entendida aqui como a vertente teórica da semiótica francesa desenvolvida principalmente por A. J. Greimas mas também por demais integrantes da assim chamada Escola de Paris voltada para o estudo da canção popular brasileira. Preconizada pelo semioticista Luiz Tatit, essa linha de estudos vem se consolidando gradativamente como um instrumental analítico especializado no estudo da canção popular tomada como uma unidade orgânica constituída pela integração entre letra e melodia. Após um primeiro período de formulação e consolidação das ferramentas analíticas que constituem a base do modelo, assistiu-se ao surgimento de diversos estudos que buscaram expandir seu escopo de abrangência em direção aos elementos não contemplados até o momento, como é o caso do timbre. Dentre estes, as teses de doutorado de Carmo Jr. (2007), Coelho (2007) e Dietrich (2008) assumem posição de destaque por levantar questionamentos primordiais para delimitar o estatuto semiótico do timbre enquanto elemento produtor de efeitos de sentido. As proposições apresentadas por estes autores foram submetidas a uma revisão crítica a fim de extrair os vetores teóricos e metodológicos que deverão orientar as investigações futuras sobre esse objeto. Desse confronto de perspectivas, elaboramos a hipótese de que o timbre se comporta como elemento pertinente ao domínio das semióticas conotativas, conforme o modelo de análise hierarquizada idealizado pelo linguista Louis Hjelmslev (2006). Essa abordagem visa elucidar os mecanismos pelos quais o timbre participa na construção de efeitos de sentido, embora ele possa ser descartado como dado variável e secundário até determinado estágio da descrição semiótica. Com esse objetivo em mente, foi realizado um levantamento da presença da conotação nos textos do semioticista A. J. Greimas a fim viii de determinar seu lugar de pertinência no edifício conceitual da teoria e delimitar com maior precisão as potencialidades analíticas desse conceito. As diretrizes teóricas e metodológicas traçadas até esse ponto foram aplicadas em dois momentos. No primeiro, foi analisado como a descrição verbal presente em manuais de instrumentação e orquestração registra de maneira implícita as cifras tensivas subjacentes ao timbre. No segundo, foi analisado o papel do timbre no álbum Música de Brinquedo da banda Pato Fu, observando especialmente quais efeitos de sentido eram produzidos pelas substituições tímbricas do arranjo desse álbum em comparação com o arranjo original. As análises permitem concluir que, enquanto fenômeno da ordem da conotação, o timbre pode criar fisionomias no âmbito do uso, ora pela instauração de assimetrias e irregularidades, ora pelas variações implicadas nas práticas de rearranjo musical. Em ambos os casos, verifica-se que o lugar privilegiado de pertinência do timbre está no campo do uso e da práxis enunciativa. Graças a essas distinções conceituais, a perspectiva linguística e discursiva pode trazer contribuições valiosas para compreender de maneira sistemática o timbre nos processos de significação.
Título em inglês
The connotative role of timbre in semiotics of song
Palavras-chave em inglês
Connotation
Semiotics
Semiotics of song
Song
Timbre
Resumo em inglês
This work aims to discuss the role of timbre (tone color) within the theoretical framework of the Semiotics of Songs, defined as a special field of French Semiotics developed mainly by A. J. Greimas but also by other members of the so-called Paris School of Semiotics and applied to the Brazilian popular song. Developed by the semiotician Luiz Tatit, this line of research is being consolidated as an analytical tool specialized at the study of popular music, this being understood as an organic unity made up of lyrics and melody. After the first phase of the theory, at which the basic analytical tools were formulated and enhanced, several researches sought the expansion of the theorys analytical scope towards issues not discussed until then, e.g. timbre. The doctoral theses of Carmo Jr. (2007), Coelho (2007) and Dietrich (2008) stand out among these studies as they raise essential issues to explain the semiotic role of timbre in the production of meaning effects. The propositions presented by these authors were critically reviewed in order to draw out the methodological and theoretical guidelines, which shall support this work as much as future research on this subject. From this confrontation of perspectives, one can draw the hypothesis that timbre belongs rather to the field of connotative semiotics, according to the analytic model of hierarchic levels outlined by the linguist Louis Hjelmslev (2006). This approach aims to explain how timbre plays a role at the meaning-effects construction, although it can be regarded as a secondary and variable element up to a certain extent of the semiotic description. In order to achieve this goal, the concept of connotation was researched in A. J. Greimas work in order to determine more precisely its role within the theoretical framework of semiotics as much as its analytical possibilities. The theoretical and methodological guidelines drawn out until this point were applied in two different scenarios. The first one analyzed how the verbal descriptions given by orchestration handbooks implicitly encode x tensive algorithms underlying timbre. The second one analyzed the role of timbre in the album Música de Brinquedo of the Brazilian pop band Pato Fu, especially regarding the meaning effects triggered by the timbre shifting in comparison to the songs original arrangement. The result of the analyses leads to the conclusion that, as a connotative phenomenon, timbre can generate physiognomies either by the emerging of irregularities and asymmetrical combinations, or by the variations created through the musical re-elaboration. In both cases, one can verify that privileged place of timbre lies in the domain of usage and enunciative praxis. Such conceptual distinctions show that the linguistic and discursive perspective can bring valuable contributions to a systematic understanding of timbre at meaning processes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-05-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.